Família > Crescer > Desenvolvimento

Rir é o melhor remédio para todas as crianças: saiba porquê e como!

rir é o melhor remédio

Quais são os benefícios de rir na dinâmica familiar?

Quem não gosta de uma bela gargalhada? Beatriz Pereira do blog Mais Q’ Especial fala-nos dos pontos positivos de rir para a criança e para toda a família.

Está mais que provado cientificamente que rir é, realmente, o melhor remédio… e fazer rir também!

Visto que os adultos são responsáveis por grande parte do desenvolvimento e progresso das crianças, pensei que seria interessante para vocês conhecer um pouco mais sobre esta ferramenta tão mágica e recheada de mais valias como o amor, o reconhecimento, as regras ou as rotinas!

Sim, o valor do Riso no desenvolvimento da criança é tão alto como qualquer uma destas outras ferramentas base na educação de qualquer criança!

Conheçam agora os pontos positivos de RIR para a vossa criança e a vossa família

Aumenta o vínculo entre pais e filhos

O que, por sua vez, traz maior cooperação e sentimento de valor entre todos aí em casa! Façam o favor de rirem todos juntos, é do melhor!

Contribui para uma maior capacidade para gerir emoções

Ao utilizar o riso para mostrar à criança que se compreende o que está a sentir e que estamos lá para a ajudar a lidar com esse sentimento, ajuda-mo-la a conhecer-se a si própria e a aprender a regular aquilo que sente e a adequar o seu comportamento, sem dramatizar!

Proporciona bem-estar físico e psicológico

A todos, até ao gato ou ao cão aí de casa!

Diminui tensões em situações complicadas como nas birras.

Lembrem-se de que serem assertivos e antecipar esses momentos, não significa serem autoritários ou não terem permissão para usar o sentido de humor! Avisem com 10 minutos de antecedência a tarefa que irão atribuir, peçam à criança que a repita e, na hora indicada, chamem a criança à sua tarefa. Calmamente e com uma pitada de boa disposição conduzam a criança à tarefa. Verão que a criança irá colaborar mais facilmente: comportamento gera comportamento!

Cria um ambiente familiar leve, positivo e descontraído

Este ambiente é promotor de experiências que ficam na memória da criança e que potenciam o seu desenvolvimento;

Permite à criança ver um problema ou situação em diferentes perspectivas

Estas diferentes perspectivas levam-nos a não sentir que não há luz ao fundo do túnel ou que estamos metido na maior tempestade do mundo, criando-se assim um adulto alegre e resiliente!

Nas crianças é sinal de maturidade e de desenvolvimento.

Depois disto, definitivamente há remédios tão eficazes como o rir e o fazer rir, não é ? Eu não tenho uma única dúvida disso!

Não se esqueçam: não se trata de rir das crianças ou dos seus sentimentos, não se trata de levar tudo na risada porque até a risada é “educada”. Trata-se de viver com boa disposição, com tranquilidade, com cooperação, com o sentimento de confiança e proximidade junto dos que mais amamos…e o riso potencia isto mesmo!!

Sejam crianças com ou sem necessidades especiais, o riso é essencial para o seu bem-estar, para a sua alegria, para a sua motivação e para ultrapassar com leveza os obstáculos ou dificuldades que possam surgir no dia a dia.

Deixo aqui algumas sugestões de brincadeiras e de piadas  para promover o riso aí em vossa casa, no vosso dia-a-dia! Divirtam-se!! Toca a rir e a fazer rir!

Brincadeiras para promover o riso

  • Cocégas.
  • Pregar sustos ao pessoal lá de casa.
  • Guerra de almofadas.
  • Ver fotografias, filmes ou livros divertidos juntos.
  • Contar histórias divertidas da vossa infância.
  • Fazer maluquices ou brincar com acontecimentos do dia a dia.

Piadas para crianças

  • “O que diz uma bola de soprar à outra? Vamos arrebentar!! “
  • “Era uma vez uma criança, tão pequena, tão pequena, tão pequena que a sua cabeça cheirava a cholé!”
  • ” Numa aula de ciências, a Professora pergunta ao Zezinho: Onde podemos encontrar baleias?Oh professora, as baleias são demasiados grandes para se perdê-las!”
  • “Qual é o fim da picada? Quando o mosquito vai embora!”
  • “O que é que anda com os pés na cabeça? O piolho.”

Boas risadas!