Família > Crescer > Desenvolvimento

Relaxar não é só durante as férias!

relaxar

As crianças também precisam de momentos de descontracção ao longo do ano lectivo.

Ao ouvirmos a palavra relaxamento o nosso cérebro quase que automaticamente nos remete para a palavra férias. Mas se pensarmos bem, se apensas relaxássemos nas férias, não haveria corpo e mente que aguentasse. É esta a reflexão de Cecília Santos, Psicóloga Clínica da Oficina de Psicologia.

Todos nós precisamos de relaxar, não só os adultos, como também os mais pequenos. Aliás, a maioria das crianças de hoje acaba por ser arrastada pelo stress dos pais, pelo stress que se instala no quotidiano das famílias.

Quando crianças e jovens são expostos diariamente a situações que geram ansiedade (como por exemplo momentos de avaliação na escola, exposição a situações desconhecidas, ausência dos pais por motivos de trabalho entre outras) automaticamente o corpo aumenta a sua atividade fisiológica e não consegue relaxar.

Por essa razão, é importante proporcionar momentos onde a criança possa relaxar, distanciar-se daqueles que podem ser os indicadores de ansiedade.

De um modo global, o nosso corpo e a nossa mente, quando experienciam um estado de relaxamento, conseguem libertar-se da tensão acumulada diariamente, existindo uma redução da atividade fisiológica.

O relaxamento infantil tem inúmeros benefícios, entre os quais: a diminuição da irritabilidade ou agressividade das crianças, aumento da auto consciência, melhoria ao nível da concretização das tarefas diárias, pelo facto de proporcionar maior concentração e ainda diminuição da agitação motora.

Quando falamos em relaxamento, não temos que seguir sempre um protocolo específico, nem tão pouco estar à espera do momento exato para o fazermos. É certo que existem alguns exercícios de relaxamento estruturados, com objectivos específicos e que exigem um local devidamente apropriado.

Contudo, existem também formas simples de relaxar, de pelo menos diminuir o ritmo acelerado dos mais pequenotes.

Existem exercícios simples que poderá ensinar aos seus filhos:

– Poderá começar por ensinar-lhe um exercício simples de respiração. Sugira que eles inspirem calmamente pelo nariz e expirarem lentamente pela boca. Podem usar uma imagem mental para facilitar o exercício: imaginar que enquanto inspiram é como se estivessem a cheirar uma flor, e à medida que expiram é como se estivessem a soprar umas velas (sem muita força!).

– Ouvir música cerca de 15 minutos por dia. Ouvir uma ou duas músicas inspiradoras no final do dia quando chegam a casa pode também ser uma forma de relaxar.

– Um banho com água morna/quente (dependendo da temperatura com o qual a criança se sente confortável) ao final de dia ou antes de ir para a cama. É habitual o momento de tomar banho ser “a correr” porque ou “o jantar está quase pronto, ou quando o banho é de manha “temos que nos despachar para ir para a escola”. Procure que o momento de tomar banho seja um momento tranquilo. O contacto com a água permite relaxar os músculos, pelo que o momento banho é uma boa forma de relaxar.

Relaxamento imagético: procure que a criança mentalmente crie um cenário que lhe transmita tranquilidade e segurança e procure que ela usufrua da experiência positiva de se imaginar nesse local. Pode ser um exercício feito de olhos fechados e pode ir sugerindo alguns detalhes que se enquadrem numa imagem positiva que ajude a relaxar. Este pode ser um exercício a ser realizado no momento de ir dormir. Há crianças que têm alguma dificuldade em “desacelerar” e por isso também sentem alguma dificuldade em adormecer, como tal, poderão faze-lo quando a criança já estiver na cama.

Massagens de relaxamento simples. Aqui pode ser importante consultar alguns guias/livros que possam sugerir alguns exercícios adaptados para crianças, mas ainda assim não estamos a falar de massagens terapêuticas/profissionais, mas sim de massagens muito simples que também possam proporcionar algum relaxamento. Poderá ser enquanto coloca um creme hidratante no corpo do seu filho. (Crianças mais crescidas/Início da adolescência podem já não sentir-se tão confortáveis pela exposição do corpo.)

Contacto com os animais. Muitas crianças relaxam quando estão com os seus animais de estimação ou com outros animais. Poderá proporcionar um passeio em quintas, ou locais onde a criança possa estar em contacto com animais do seu agrado; desportos e (ou) atividades com animais, brincar com animal doméstico, entre outras.

Atividades físicas. Fazer um passeio pelo jardim, andar de bicicleta, patins, dar uns chutos na bola, saltar à corda. Durante o exercício é óbvio que há um aumento da atividade física, mas, no final, não só o corpo, mas também a mente sentir-se-ão mais relaxados. Especialmente se na hora de deitar, a mãe ou o pai lerem uma história infantil.

Todos nós precisamos de relaxar. Seja a ler, a ouvir uma música ou ouvir uma história, seja no duche, ou com exercícios de relaxamento mais orientados para a respiração e para o corpo, o importante é garantir que as crianças também usufruam de momentos de relaxamento.

 

Se encontrar alguma incorreção contacte-nos por favor.