Família > Crescer > Desenvolvimento

Cada macaquinha no seu galho

Cada macaquinha galho

Renata, autora do blogue positive mood e mãe de duas princesas, partilha connosco alguns desabafos: desta vez sobre o respeito pela individualidade de cada filho e a importância de termos tempo dedicado a cada um deles.

Desde já peço que não me insultem pelo paralelismo. Chamar macaquinhas às minhas filhas até é fofinho…

Porque cada uma é ela mesma. Porque acredito, respeito e valorizo a individualidade de cada ser. Porque comparar não é crime mas não é preciso. Cada um tem o seu tempo, os seus gostos, os seus medos.

Viver em família é ótimo mas cada um deve ter também o seu espaço. Respeito que uma não goste de brócolos e outra de cogumelos. Mas não admito que generalizem com “não gosto de legumes”.

Respeito que cada uma tenha as suas coisas. Mas não admito que não saibam partilhar ou chegar a acordo. Explico que hoje a mana tem uma festa e que só vai ela. Porque tem os seus amigos como tu tens os teus.

Aceitas e fazes a tua festa. O espaço que é das duas hoje é só teu. Assim brincas com as vossas coisas na maior da paz. Sem birras nem lutas. Hoje tudo é teu por aqui…

Cada macaquinha no seu galho

Ontem foi dia de ir buscar a mana à escola e almoçar com os pais. Ela ficou feliz e teve toda a atenção de uma filha única. Hoje é o teu dia. Fui buscar-te cedo à escola e tu adoraste. Fomos à biblioteca e folheamos os livros que tu tanto gostas. Passeámos de mão dada e conversámos muito. Fomos à padaria onde escolheste umas bolachinhas: com chocolate para ti e sem chocolate para a mana. Vamos buscá-la e tu dizes feliz: mana, hoje foi o meu dia! 

Porque acredito que, para além de termos tempo para os nossos filhos, é importante termos tempo para cada um deles! Ouvir a sua individualidade sem influência é sentir a sua única e fidedigna essência!

 

 

positive mood