Família > Crescer > Desenvolvimento

Criatividade infantil: 7 dicas fantásticas para estimular as crianças

Criatividade infantil: 7 dicas fantásticas para estimular o seu filho

As crianças têm, por natureza, uma imaginação muito desenvolvida mas, para que ela seja verdadeiramente rica, é importante pensar-se no desenvolvimento da criatividade infantil.

Podemos estimular a criatividade nas crianças e os pais têm um papel importante nesse sentido. Se pensarmos bem, o mundo ainda é uma grande descoberta para a criança e são os adultos que lhe têm de apresentar tudo o que existe, oferecer oportunidades e permitir experiências. Assim, é possível desenvolver a sua criatividade e outras competências afins.

Isso vai contribuir para o seu desenvolvimento e aprendizagem agora, mas também terá um impacto significativo no futuro. Por isso, a Happy Code dá-nos algumas dicas para estimular o seu filho a ser ainda mais criativo.

Criem desafios

Uma excelente forma de estimular a criatividade infantil é criar desafios para que a criança procure as soluções. Afinal, quando há um problema é preciso raciocinar para encontrar o melhor caminho e resolver essa situação, e a criança também precisa de viver esse tipo de experiências.

Os desafios podem ser propostos em forma de brincadeiras, com brinquedos específicos e até mesmo em tarefas do dia a dia. O importante é que a criança tenha que pensar para contornar aquela situação e que seja bem-sucedida na solução encontrada.

Caso ela não consiga acertar da primeira vez, tentem fazer comentários positivos para a incentivar. Podem fazer sugestões para a ajudar de forma subtil, mas tentem sempre deixar que ela mesma resolva os desafios.

Deixem a criança procurar as respostas

Evitem dar ao vosso filho soluções prontas, porque ele precisa de procurar pelas suas próprias respostas. Um exemplo é indicar sempre qual acha que seria a cor ideal para colorir um desenho, dizendo-lhe que o céu deve ser azul e as plantas verdes.

Ela precisa, por si mesma, de encontrar as respostas e, quando não souber alguma coisa, deve ter a iniciativa de perguntar a outra pessoa ou fazer pesquisas para descobrir. Mostrem ao vosso filho que ele pode aprender sozinho sobre o funcionamento das coisas, seja pela observação do meio, seja com pesquisas em livros ou na internet.

Incentivem a prática de actividades específicas

Algumas atividades estimulam significativamente o desenvolvimento da criatividade infantil. Por isso, é interessante que incentivem o vosso filho a praticá-las, para que consiga despertar tanto essa competência como também a sua imaginação.

Desenhar, pintar, montar blocos e aprender um instrumento musical são algumas alternativas. A leitura também é muito válida, já que possibilita à criança conhecer mundos diferentes mesmo sem sair de casa, além de trabalhar o sentido crítico e ampliar o vocabulário.

Façam as atividades de formas diferentes

Quando fazemos diversas actividades sempre da mesma forma, é natural que as acções comecem a tornar-se maquinais. Já não há desafio, pois o cérebro já está habituado. Isso não pode acontecer com a criança, pois ela deve ser constantemente estimulada e desafiada.

Sendo assim, uma maneira de estimular a criatividade infantil é procurar fazer as coisas de uma forma diferente ou pouco habitual. Desse modo, a criança terá a oportunidade de ver o mundo e as situações sob um novo ângulo.

Pode propor pintar debaixo da mesa, ler um livro ou ver fotografias deitados no chão com os pés no sofá, dormir do lado contrário na cama, andar de costas e assim por diante. Esse tipo de iniciativa permite que o cérebro da criança crie conexões para não ficar condicionado.

Respondam às perguntas da criança

As crianças têm sempre muitas perguntas, e isso acontece porque, como já foi dito, o mundo ainda é um lugar novo para elas, que desejam desbravar, conhecer e entender tudo o que existe. Então, consultam os adultos — que são a sua referência — para encontrar as respostas.

O ideal é que tenha paciência e tente sempre responder ao que é perguntado. Não importa qual foi o tema que a criança abordou, é possível responder de uma maneira apropriada para a sua idade, porque o importante é ela não ficar com dúvidas.

Evitem reprimir a curiosidade, porque ela é uma aliada da criatividade. Caso não saibam uma resposta, sugiram que possam pesquisar em conjunto, para que os dois façam essa descoberta juntos. Não se esqueçam de ser sempre sincero e nunca mentir, porque a criança vai descobrir a verdade, e a mentira vai abalar a confiança em si.

Despertem o pensamento crítico

Pensar de forma crítica significa analisar e avaliar o ambiente ao redor, a si mesmo e suas acções. Essa é uma competência muito importante para a criatividade infantil, pois a criança observará se o que está a acontecer e o que ela está a fazer não podem ser realizados de uma forma diferente.

Podem estimular o pensamento crítico ao fazer perguntas à criança quando ela estiver a brincar. O objetivo é que analisem todo o processo e o resultado que pretendem  alcançar. O contato com culturas diferentes e a leitura também são formas de fazer com que a criança tenha maior visão de mundo e pense criticamente.

Explorem a tecnologia

A criatividade infantil tem uma excelente aliada nos recursos tecnológicos disponíveis actualmente. Eles oferecem inúmeros estímulos para as crianças e, além de trabalharem essa competência, despertam ainda outras complementares, como o raciocínio lógico.

Sendo assim, os pais podem explorar de uma forma positiva o uso do telemóvel, tablet, computador e também o vídeojogo. Além disso, é interessante que os mais novos aprendam a usar outros equipamentos, como o DVD, aparelhagem de som e televisão.

Mas, para complementar esse estímulo feito em casa, podem inscrever o vosso filho em cursos tecnológicos, como aqueles oferecidos pela Happy Code. Eles são desenvolvidos com uma metodologia que trabalha competências essenciais aos desafios do século XXI. A criança é estimulada da melhor forma para resolver problemas e, por isso, torna-se mais criativa.

Ela também tem contacto com diferentes campos do saber e actua em conjunto com outras crianças. Desse modo, desenvolve a sua comunicação, sociabilidade, colaboração e trabalho em equipa. Sem falar que esse contacto permite a troca de experiências, o que aumenta o potencial criativo.

Podem estimular a criatividade infantil de diversas formas em sua casa, mas é interessante contar com especialistas para complementar o seu trabalho e permitir um desenvolvimento completo do seu filho. Assim, ele vai conseguir aproveitar todas as etapas e atingir um excelente potencial!

Sobre a Happy Code

A Happy Code é uma escola de programação, tendo como missão formar pensadores e criadores do século XXI. Com uma metodologia de ensino baseada no conceito STEAM (“Science, Technology, Engineering, Arts and Math”), os cursos leccionados incidem sobre a programação de computadores, desenvolvimento de jogos e aplicações, robótica com drones, bem como produção e edição de vídeos para o YouTube.

Tendo como premissa de actuação os valores da responsabilidade, da confiança, da inovação e da consciência social, a Happy Code lecciona os seus cursos em centros próprios ou em escolas, empresas, municípios, projectos sociais, centros de estudo, ATLs, entre outros, estando já presente em várias zonas de Portugal.

Pedro Teixeira

  • Gratuito

Se encontrar alguma incorreção contacte-nos por favor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *