Como ensinar às crianças os verdadeiros valores natalícios - Pumpkin.pt

Como ensinar às crianças os verdadeiros valores natalícios

É fulcral que elas compreendam que o Natal é muito mais do que abrir presentes e decorar o pinheirinho.

Para a maioria das crianças o Natal é sinónimo de presentes e do Pai Natal e para alguns adultos é uma época associada a muito dinheiro gasto, correria na compra das prendas para oferecer e stress com todos os preparativos… Mas será isto a essência da época natalícia? É esta a ideia que queremos passar às crianças?

É fulcral que elas compreendam que o Natal é muito mais do que abrir presentes e decorar o pinheirinho e o adulto tem um papel fundamental em ajudar a criança a viver a verdadeiro espírito da quadra.

Este mês é uma grande oportunidade de aprendizagem de valores fundamentais que serão úteis para a criança na formação do seu carácter. Vejam alguns exemplos de como podem viver o Natal de forma divertida e descontraída e ao mesmo tempo proporcionar ao vosso filho um conjunto de experiências enriquecedoras.

As dicas são da Oficina de Psicologia.

Dar com amor

É importante frisar que a troca de presentes envolve o valor da confraternização, da troca de amor entre os entes queridos com quem trocamos os presentes e em como não deve exigir prendas de toda a gente.

Simplicidade

Incentive a criança a agradecer o que recebe e retribuir com algo, sem ter necessariamente de ser com um presente, muitas vezes, sem significado comprado à última hora.

O seu filho pode simplesmente escrever um bilhete com uma frase de agradecimento por algo que já viveu com determinado familiar, fazer um desenho, ou oferecer algo feito à mão.

Assim, está a ensinar-lhe que mais importante que o dinheiro investido no presente, é a intenção e o carinho com que se oferece.

Solidariedade

A doação e a preocupação com o próximo deve ser ensinado às crianças desde cedo. Se esta época é especial para o seu filho, então é importante que ele perceba que pequenos gestos podem tornar especial o Natal de outras crianças, que não têm as mesmas condições de vida.

Pode criar a tradição familiar, na qual todos escolhem algo (peça de vestuário, brinquedo, alimentos) que gostassem de doar a uma instituição.

Assim, para além de estar a ajudar alguém mais carenciado, estará também a ajudar o seu filho a aprender a ser empático e solidário, dividindo algo seu com outras crianças.

Conheça algumas das Instituições Particulares de Solidariedade Social que trabalham para melhorar a vida das nossas crianças.

Cultura

Independentemente das crenças religiosas da família, é importante que o seu filho perceba o que é o Natal e porque se festeja esta data.

Esteja preparado para algumas perguntas sobre o simbolismo de cada elemento da árvore e do presépio, por exemplo.

Leiam também histórias sobre as tradições natalícias de outros países e culturas diferentes e reflitam sobre o que há em comum. A Pumpkin conta-vos algumas das tradições de Natal no mundo mais curiosas, bizarras e, por isso mesmo, maravilhosas, que podemos encontrar.

União familiar e tradições

Faça os preparativos de Natal em família. Decorem a árvore (que tal fazer uma árvore de Natal reciclada?) e o presépio em conjunto enquanto ouvem e cantam as músicas natalícias juntos – será um momento divertido e memorável.

Convide o seu filho a ajudar na confeção dos doces de Natal e vá partilhando as suas memórias das delicias que a sua mãe ou avó confecionavam.

Peça-lhe ajuda para embrulhar as prendas de Natal ou para enviar as mensagens de boas festas. Desta forma, a criança estará envolvida em todo um ritual familiar natalício que lhe ficará na memória ao longo dos anos.

Gratidão

Muitas crianças não conhecem esta palavra e a gratidão é essencial para uma boa saúde mental. Ensine o seu filho a ser grato, identificando as coisas boas que tem na vida e valorizando o que é realmente importante.

Ajude-o a descobrir que há muitas coisas boas nesta época, para além dos presentes do pai Natal.

Não se esqueçam, mais importante que lembrar destes nobres valores nesta época, é proporcionar experiências ao longo do resto do ano para que a criança os coloque em prática, e tendo os pais como exemplo.

Festas Felizes!

Este texto foi escrito por Raquel Carvalho, Psicóloga Clínica da Equipa Mindkiddo – Oficina de Psicologia.

Tudo para um Natal feliz em família:

  • Está à procura da prenda de Natal ideal? É para o menino e para a menina, para a mãe e o avô!
  • Receitas de Natal deliciosas para uma mesa cheia de amor.
  • Decoração de Natal: preparem a casa para a quadra mais mágica do ano!
  • Postais de Natal: criem o vosso e enviem-no… por correio!
  • Vivam o Natal em família: são muitas as atividades para fazer com os miúdos no mês de Dezembro

Este artigo foi útil para si?

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (No Ratings Yet)
Loading...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *