7 razões para estimular o desenvolvimento cognitivo infantil desde bebés - Pumpkin.pt

7 razões para estimular o desenvolvimento cognitivo infantil desde bebés

7 razões para estimular o desenvolvimento cognitivo infantil

Estimular o desenvolvimento cognitivo infantil é essencial para que a criança aprenda a interagir com o mundo e as pessoas ao seu redor. É dessa forma que ela absorve e assimila as informações, aprendendo sobre tudo o que a rodeia e sobre si mesma.

As competências cognitivas permitem à criança a aprendizagem do todo no qual está inserida. Por isso, é essencial que os pais ajudem no desenvolvimento da sua consciência para que os filhos despertem e aperfeiçoem competências.

A Happy Code indica-nos algumas das razões que explicam a importância do desenvolvimento cognitivo, de que modo contribui para a aprendizagem das abobrinhas agora e como pode vir a impactar nos seus futuros.

1. Aumento da coordenação motora

As competências cognitivas já nascem com todos os seres humanos e são aperfeiçoadas à medida que nos desenvolvemos. É o que acontece com a coordenação motora. A criança consegue dominar melhor os seus movimentos conforme vai ficando mais velha.

Há que compreender que um bebé tem grande dificuldade até para levar um objeto à boca, mas através do treino, que acontece com as acções repetitivas e as brincadeiras, consegue coordenar essa acção, e quanto mais é estimulado mais rápido esse processo acontece.

Sendo assim, estimular o desenvolvimento cognitivo infantil contribui para que a criança tenha um aumento expressivo da sua coordenação motora. Com o passar do tempo os movimentos tornam-se muito mais precisos e refinados, até que alcance um alto grau de precisão e controle do que está a fazer.

2. Compreensão da relação causa e efeito

O desenvolvimento cognitivo também permite que a criança perceba as relações de causa e efeito, o que acontece ao seu redor. Ela passa a compreender que tudo está interligado, de uma forma ou de outra, e que os eventos se influenciam.

Parece algo muito simples, mas nas fases iniciais do desenvolvimento a criança vê essa relação como sendo uma grande descoberta. Há que compreender que o bebé gosta de atirar os brinquedos ao chão porque começa a notar que isso faz com que eles caiam. Eles percebem, também, que dessa forma atraem a atenção dos adultos, que recolhem o objeto e o entregam na sua mão.

Conforme amadurecem, conseguem perceber as relações de causa e efeito mais significativas, ou que ocorrem de forma muito subtil. Isso permite compreender como a natureza funciona, como o seu corpo funciona, como as coisas podem impactá-la e favorece a noção das regras e da necessidade do seu cumprimento, o que é um grande exercício de cidadania.

3. Aquisição da linguagem

Estimular o desenvolvimento cognitivo infantil também possibilita uma melhor aquisição e domínio da linguagem. Atividades que envolvem brinquedos sonoros, sílabas ou palavras, e até mesmo a leitura, ver filmes ou desenhos animados, favorecem a comunicação.

É dessa forma que a criança aprende a dominar a sua voz, tentando imitar os sons que escuta. Ao mesmo tempo, conhece palavras novas, tem contacto com a gramática e aprende a organizar os seus pensamentos e a expressá-los de forma clara.

4. Aumento da imaginação e criatividade

O desenvolvimento cognitivo favorece os processos mentais e a aquisição de diversos conhecimentos sobre o mundo. Por isso, quando a criança é estimulada da forma correta, também sente um aumento expressivo da sua imaginação e da criatividade.

Conhecer o mundo e os seus elementos, ao mesmo tempo que se percebe como se dão as relações de causa e efeito, permite aos pequenos ver as coisas sobre vários pontos de vista. Assim podem criar o que não existe, para que dê resposta aos seus desejos ou preencha uma determinada necessidade.

Há que perceber que estas duas competências têm sido cada vez mais valorizadas, porque o mercado precisa de profissionais que tragam inovações. É essencial que a criança possa aprender a pensar fora dos padrões, a fim de desenvolver a competência de encontrar as melhores soluções para situações diversas e problemas.

5. Maior capacidade de concentração

Quando passamos a estimular o desenvolvimento cognitivo infantil, a criança também aumenta a sua capacidade de concentração. Isto acontece porque ela começa a prestar mais atenção a tudo o que está ao seu redor e mantém o foco no que está a fazer.

Esta competência é muito importante para a criança ter uma melhor aprendizagem, tanto no que se refere às relações dela com o mundo e as pessoas, como na escola, sendo, também, essencial para a sua formação profissional e o seu bom desempenho futuro no mercado de trabalho.

6. Melhoria da capacidade de memorização

A memória é o que nos permite assimilar as informações que chegam até nós, ou seja, sem ela não conseguimos aprender as coisas. Por isso, é fundamental desenvolver essa competência para que seja possível arquivar diferentes tipos de saber, para podermos recorrer a eles sempre que necessário.

Ao estimular o desenvolvimento cognitivo infantil, estamos a optimizar os processos mentais que acontecem no cérebro da criança. Ela adquire uma maior capacidade de memorizar as informações e isso acontece porque o seu cérebro cria ligações diferentes, o que permite armazenar um amplo registo de conhecimentos e correlacioná-los.

7. Velocidade de raciocínio

Outra competência muito importante é o raciocínio rápido, e quando estimulamos a cognição da criança, ela desperta-o sem qualquer dificuldade. Afinal, como já foi dito, o seu cérebro cria novas ligações que permitem aceder às informações e conhecimentos em menos tempo.

Assim, a criança consegue identificar um problema rapidamente e, na mesma velocidade, procura uma solução para ele com base na aprendizagem que já adquiriu. Pensa mais rápido e ainda encontra soluções mais eficazes para o desafio.

Desse modo, tem um melhor desempenho em tudo o que se propõe fazer, desde as brincadeiras que a entretém até projectos escolares, desporto e outras actividades. Quanto mais exercita o seu cérebro, mais rápido consegue raciocinar.

Estimular o desenvolvimento cognitivo infantil faz com que a criança seja mais eficiente no seu dia-a-dia. Mas isso também a prepara para o futuro, pois cria uma base sólida para ela alicerçar novos conhecimentos e competências, que farão toda a diferença quando entrar no mercado de trabalho.

Este artigo foi útil para si?

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (Ainda não tem votos)
Loading...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *