Família > Crescer > Desenvolvimento

5 grandes resoluções familiares para 2018

resoluções de ano novo

Ano Novo, Vida Nova. O lema repete-se e cada ano que passa deve ser encarado como uma oportunidade para melhorar as Finanças Pessoais que, por sua vez, permitirão tornar a vida em família ainda mais saborosa. É neste âmbito que o ComparaJá.pt aproveita para partilhar com as famílias portuguesas os seus conselhos financeiros para 2018.

1. Organizar as despesas e poupar

Esta parece fácil! Normalmente, uma das maiores resoluções de Ano Novo é poupar. Sabemos como é difícil economizar quando se tem crianças e como esse objetivo cai por terra à medida que os meses vão passando, mas o essencial é, sobretudo, a disciplina.

Atingir este objetivo pode passar por abrir uma conta-poupança para se ir juntando para os estudos dos filhos, tentando igualmente pôr de parte, no mínimo, 10% do ordenado para um fundo de emergência. Apontar todas as despesas anuais obrigatórias (como pagar o seguro automóvel em outubro ou o IMI em abril) e ir colocando dinheiro de parte num envelope para cobrir estas despesas também pode ser uma boa técnica.

2. Planear a melhor viagem de sempre em família

E se poupar é excelente, usufruir disso para passar tempo de qualidade em família é altamente motivacional. Este pode ser o ano em que finalmente se faz aquele tão aguardado passeio à Disneyland Paris, em plena “Temporada da Força” para cumprir o destino de Star Wars. Ou, porque não, que vão em família até ao Dubai. Se os pequenos adoram, os adultos gostam ainda mais. Se planeada com antecedência, comparando diversos preços em várias agências e organizando bem para que não se perca nenhuma atração, pode ser a melhor viagem de sempre em família. Poupar para viajar? Que a Força esteja consigo!

3. Mudar de lar para mudar de ar?

Vem aí uma nova abobrinha para a família ou chegou finalmente a altura de ir viver para um local mais tranquilo, perto da natureza? Pode ser um ano de mudanças e, embora estas sejam uma dor de cabeça no início, a verdade é que no médio prazo não há nada como mudar para melhor. E o que mais se pode adorar numa casa senão as pessoas com quem a partilhamos?

Neste âmbito, até pode ser possível conseguir a transferência do crédito à habitação para obter melhores condições financeiras, especialmente nas taxas de juro e no spread. O facto de hoje ser possível transferir o empréstimo de uma forma simples e a qualquer momento é mais um fator de encorajamento.

4. Saber entreter os miúdos no inverno

Se no verão é mais fácil fazer uns programinhas em família aos fins de semana (seja no jardim ou na praia), o mesmo não acontece nos meses mais frios, nos quais é mais difícil manter as crianças entretidas e dá mais vontade de estar em casa no quentinho da sala.

Como tal, pode ser a altura certa para avaliar qual a oferta de filmes e séries para os mais pequenos disponibilizados pela MEO, NOS, Vodafone e NOWO em comparação com outros serviços de streaming disponíveis em Portugal, como a Netflix e a Amazon Prime Video e perceber qual é o que mais agrada a toda a família. Quem sabe até mudar de operadora de telecomunicações e poupar substancialmente nestes gastos.

5. Investir em formação para toda a família

Apostar na educação é sempre um investimento. O filho mais velho está desejoso de aprender a tocar guitarra? A filha mais nova tem “pilhas Duracell” e seria uma mais-valia inscrevê-la na ginástica acrobática? E que tal um dos pais aprender uma nova língua para reconverter a sua carreira?

De resoluções financeiras está o novo ano cheio!

Se encontrar alguma incorreção contacte-nos por favor.