Família > Crescer > Aprender

Regresso às Aulas sem ansiedade

Regresso às Aulas sem ansiedade

Regressar às rotinas após semanas de descanso e diversão custa a todos. Mas para as crianças voltar às aulas ou entrar numa escola nova pode ser um desafio adicional. Não conhecer a escola ou não saber o que se vai encontrar e como vai ser o dia-a -dia, ou não conhecer quem as vai acompanhar pode provocar insegurança, angústia e medo. Se a isso juntarmos o receio de não ser capaz de aprender e de ter sucesso escolar, o regresso às aulas pode ser um enorme tormento.

Mas há alguns truques que os pais podem usar para que o regresso às aulas seja mais tranquilo.

1. Antecipar

Antes do início das aulas, leve-os a conhecer ou a visitar a escola, mostrando-lhe os principais espaços onde vai estar. Fale-lhe dos professores, dos funcionários a quem poderá pedir ajuda, de colegas que poderá reencontrar.

2. Partilhar

É importante para as crianças saberem que os pais passaram pelas mesmas situações e as conseguiram superar. Fale com os seus filhos sobre a sua escola, os momentos mais divertidos e também aqueles em que teve mais dificuldades. Desta forma vai transmitir uma enorme sensação de segurança.

3. Gerir expectativas

Procure perceber como é que o seu filho imagina a escola, o que vai encontrar e o que lá vai fazer. Se necessário, ajuste as expectativas que não correspondem à realidade. Vai evitar algumas desilusões.

4. Acompanhar

Nos primeiros dias, acompanhe as crianças à escola. Vá com tempo para ir ver a sala e outros espaços que lhes interessem, para conversar com a professora, para conhecer colegas. Na altura de se ir embora, nunca parta sem se despedir, mas faça-o de forma rápida. Prolongar esse momento aumenta a ansiedade da criança e, muitas vezes, dos pais.

5. Combinar

Diga ao seu filho quem o vai buscar e a que horas. Cumpra! Muitos pais sentem-se ansiosos com o regresso às aulas dos seus filhos. Seja pela nostalgia de os sentir a crescer, ou por influência da sua própria experiência (que muitas vezes não foi positiva), é importante refletir e evitar que esta ansiedade seja transposta para os filhos. Mesmo os bebés e crianças pequenas sentem o deconforto dos pais, e poderão sentir-se desconfortáveis também. 

SAIBA QUE:

Se uma criança se sentir segura e tranquila aprenderá de forma natural e prazerosa e, no futuro, conseguirá ter sucesso. Por isso foque-se mais no seu bem estar, e não tanto no seu desempenho académico. Este acabará por vir!!

 

Este artigo foi-nos gentilmente cedido por Inês Pessoa e Costa e Rita Vilhena da Connecting Dots – Consultoria Familiar