Aprender línguas: oito vantagens para os miúdos

aprender línguas

A infância é a melhor altura para iniciar a aprendizagem e o contacto com outras línguas.

As crianças aprendem novos idiomas com mais facilidade do que quando são adultos, facto que aumenta se tiverem contacto com estes desde pequenas. Está cientificamente provado que entre os dois e os quatro anos de idade, o seu cérebro está preparado para esta nova aprendizagem e aventura.

É nessa faixa etária a altura ideal para aprender uma nova língua, uma vez que terá mais facilidade em solidificar os conhecimentos adquiridos e aplicá-los ao longo da sua vida. Isto porque, até aos quatro anos, o cérebro humano é como uma esponjinha, que absorve todas as informações que lhe seja transmitidas.

Portanto, a imersão da criança num ambiente bilíngue antes dos quatro anos de idade dá-lhes mais hipóteses de, no futuro, serem fluentes em mais do que uma língua, e, para além disso, traz inúmeros benefícios para a criança.

É por esse motivo que, na altura de escolher uma atividade extracurricular, aconselhamos os pais a apostar na aprendizagem de novos idiomas.

Vantagens de aprender línguas:

1. Melhora a fala e a articulação

Ao produzir sons que são diferentes dos da sua língua materna, a criança faz movimentos que ajudam no desenvolvimento dos seus músculos faciais. Quanto mais cedo a criança começar a aprender uma segunda língua, mais hipóteses tem de ter uma boa pronúncia.

De acordo com Mariana Torres, national franchisor dos centros de ensino de inglês de um Helen Doron English Portugal, “através da audição repetida e do reforço positivo os bebés familiarizam-se com a nova língua e ao começarem a verbalizar, fazem-nos em ambas as fonéticas. As vantagens são inegáveis, reconhecem os sons e gramática, adquirem uma pronúncia quase nativa e não necessitam de recorrer a traduções nem esquemas mentais de associação.”

2. Aumenta a perceção auditiva

Ao ouvir uma segunda língua, a criança pode ter sua compreensão oral desenvolvida, uma vez que estimula os caminhos do córtex auditivo, reconhecendo os sons e aumentando assim a sua perceçao auditiva.

3. Estimula o cérebro

Algumas teorias sobre o cérebro apontam que existem as “janelas de oportunidade”, ou que o período da primeira infância é propício para as crianças receberem diferentes estímulos, como fixar novas palavras e sons.

Além disso, vários estudos concluíram que a aprendizagem de línguas estrangeiras melhora a atenção, aumenta a capacidade de realização de diferentes tarefas em simultâneo e trabalha a capacidade de memorização.

4. Ajuda na estruturação do pensamento

Uma segunda língua é uma nova oportunidade de aprender novos conceitos. De acordo com a teoria sociocultural, a linguagem faz parte da estruturação dos processos cognitivos através do seu uso social e como uma forma de organizar o pensamento.

5. Aprendizagem natural

Uma vez motivada, a criança aprende uma segunda língua de forma natural e livre de pressões, ao contrário de um adulto que aprende uma nova língua porque precisa para algum campo da sua vida e, portanto, tem um timming para que adquira as competências necessárias.

As crianças são ensinadas através de uma metodologia especial, recorrendo muito a elementos físicos (desenhos, figuras, bonecos), o que as faz aprender aquela língua como se se tratasse de um jogo e, assim, é tudo mais divertido. Isto facilita a aprendizagem.

6. Aprender as diferenças

Aprender uma segunda língua pode trazer uma consciencialização sobre as diferenças culturais do mundo, fazendo com que a criança compreenda que existem diferentes culturas, diferentes pessoas e pessoas que pensam de outra forma, tornando-as mais tolerantes ao “diferente”.

7. Autoconhecimento

Através das brincadeiras e jogos de dramatização promovidos nas aulas de línguas, a criança tem a oportunidade de viver diferentes papéis noutra língua, ajudando assim no seu autoconhecimento.

8. Reforça o português

Aprender uma segunda língua ajuda a criança a entender a sua língua materna e a reconhecê-la como um sistema linguístico, beneficiando assim o desenvolvimento das suas habilidades linguísticas como um todo.

À procura de uma escola de línguas? A Pumpkin reuniu várias sugestões para escolher a escola de línguas mais adequada à sua abobrinha!

Veja ainda as atividades do Dia Europeu das Línguas.

Este artigo foi útil para si?

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (Ainda não tem votos)
Loading...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *