Família > Crescer > Aprender

Mediação Escolar – Educar para a Paz

Mediacão Escolar - Educar Paz
Na linha das sábias palavras do pedagogo Paulo Freire, a educação deve ser a prática da liberdade. E enquanto prática da liberdade deve ter como desafios a educação baseada no respeito mútuo, promovendo a aprendizagem emocional, vocacionada para a felicidade, inspirada no desenvolvimento da criatividade, potenciando assim o bem estar, pessoal e social.

Se o tema lhe interessar, saiba que Red Apple vai oferecer uma formação em Mediação Escolar, enquanto resposta e forma de resolução de conflitos no contexto escola e seus intervenientes. 
Segundo N. Curbelo, “o desafio mais urgente da humanidade talvez seja desenvolver toda a sua capacidade de sentir compaixão, compadecer, padecer-com, para que nossa evolução super-desenvolvida no técnico, mas atrofiada no cultural e social nos leve a um mundo em que a paz, a tolerância, a justiça ou a igualdade de direitos não sejam palavras que descrevam desejos sem realidades conjuntas que as respaldem, mas que expressem a beleza dos conteúdos de uma tarefa humana possível e visível”.

A Mediação é uma negociação com a intervenção de um terceiro neutral, baseada nos princípios da voluntariedade das partes, da neutralidade e imparcialidade do terceiro (mediador) e na confidencialidade do processo, com o fim de que as partes encontrem soluções que sejam mutuamente satisfatórias.

A mediação, enquanto meio construtivo de resolução de conflitos (na expressão de P. Cunha), oferece, pelo que proporciona aos envolvidos no conflito, um espaço ideal para desenvolver, quer naqueles que desempenham o papel de mediadores, quer naqueles que como mediados trabalham para a resolução dos seu problema, a capacidade de respeito mútuo, comunicação assertiva e eficaz, compreensão da visão do outro, aceitação da diferente percepção da realidade. Na mediação trabalha-se a cooperação (para resolver um problema comum), o respeito, a identidade e o reconhecimento do outro enquanto pessoa e ser total.

Neste sentido, defendemos que o espaço ideal para começar a desenvolver estes valores é a escola. A forma como ensinarmos as nossas crianças a resolverem os seus conflito, definirá, em parte, o nosso sonho de futuro numa sociedade de bem estar. “Educar para reduzir os conflitos supõe apostar na felicidade” (M. Burguet).

Este texto foi escrito por Isabel Oliveira, formadora da Red Apple. A próxima pós-graduação em mediação de conflitos em contexto escolar acontecerá a 25 de Novembro no Porto. Mais informações aqui.