Família > Comer > Comer bem

Telemóvel e televisão: os companheiros de refeição da maioria dos Portugueses

Telemóvel televisão: companheiros refeicão maioria Portugueses

Após inquérito realizado a 4.469 indivíduos residentes em Portugal, pôde-se concluir que o telemóvel e a televisão jantam com os portugueses quase todos os dias.

Estes foram os resultados e conclusões:

  • 98% dos portugueses janta pelo menos cinco vezes por semana com a televisão ou o telemóvel ligados;
  • Associação Portuguesa de Dietistas (APD) e o Movimento 2020 explica que este hábito pode conduzir a comportamentos alimentares menos corretos.

Os portugueses já não dispensam os telemóveis e a televisão à mesa, segundo os resultados de um inquérito sobre os hábitos alimentares e comportamentos à mesa.

A quase totalidade dos portugueses (98%) não consegue alhear-se do mundo exterior à hora do jantar, ainda que normalmente esteja na companhia de familiares ou amigos. Os dados obtidos pelo inquérito online a um universo de cerca de 4.500 inquiridos revela que, à hora de jantar – momento tradicional de convívio diário das famílias – os portugueses sentem necessidade de manter-se atentos ao telemóvel e televisor, hábito que, segundo a Associação Portuguesa de Dietistas (APD) e o Movimento 2020, pode conduzir a comportamentos alimentares menos corretos.

Segundo Zélia Santos, Presidente da APD e membro do Conselho Executivo do Movimento 2020, “o momento da refeição deve ir muito além da sua função nutricional, dada a conotação social e cultural que a alimentação tem nas nossas vidas. Cozinhar e conviver à mesa, na companhia de familiares e amigos, fomenta o bem-estar e cria condições para uma alimentação correta e consciente. Por exemplo, a mesa é o cenário ideal para passar às crianças a importância de fazer uma alimentação equilibrada e criar apetência pelas escolhas mais saudáveis”. No contexto dos resultados apurados pelo inquérito, a responsável conclui: “Ao ritmo a que se vive, a horade jantar torna-se no momento privilegiado para as famílias se reunirem e conversarem. Ao ocupar espaço com o telemóvel ou a televisão, há uma probabilidade acrescida de estarmos a tornar a refeição numa ingestão indiscriminada de alimentos e a perder o prazer do convívio, que é um dos conceitos em que assenta a Dieta Mediterrânica”.

 

Inquérito online promovido pela Iglo.