Família > Fazer com os miúdos > Livros

Sugestões de livros infantis para ler à noitinha

Sugestões livros infantis ler à noitinha

Quem não gosta de ouvir o papá ou a mamã a contar histórias antes de dormir?!

A pensar nisso preparamos algumas sugestões de leitura para quando a lua espreita. Ninguém vai querer perder pitada destes contos, e nas férias os pequenitos podem adormecer mais tarde e tudo.:) 

Livros que vão fazer a delícia de miúdos e graúdos.

 

 

Sugestões de Leitura para Crianças para Ler à Noite

Vejam aqui a sipnose dos livros: A que Sabe a Lua?Anita de Férias Com os Avós | Como apanhar uma estrela |As Gémeas no Colégio de Santa ClaraUma Aventura nas Férias GrandesO Caderno Vermelho da Rapariga Karateca

 

A que Sabe a Lua? de Michael Grejniec 

Livro recomendado pelo Plano Nacional de Leitura, para o 1º ano de escolaridade destinado a leitura autónoma e/ou leitura com apoio do professor ou dos pais. Há já muito tempo que os animais desejavam averiguar a que sabia a Lua. Seria doce ou salgada? Só queriam provar um pedacito. À noite, olhavam ansiosos para o céu. Esticavam-se e estendiam os pescoços, as pernas e os braços, tentando alcançá-la… Quem não sonhou alguma vez em dar uma trincadela na Lua? Foi precisamente este o desejo dos animais desta história. Só queriam provar um pedacinho mas, por mais que se esticassem, não eram capazes de lhe tocar. Então, a tartaruga teve uma ideia genial: “Talvez entre todos consigamos alcançá-la”.

Editor: Kalandraka Portugal

Faixa etária: a partir dos 6 anos

 

Como apanhar uma estrela de Oliver Jeffers

Era uma vez um rapaz que gostava muito de estrelas. À noite, ia para a janela observar as estrelas e sonhar que um dia teria uma só dele. Imaginava que seriam amigos e brincariam às escondidas. E decidiu partir em busca de uma estrela. Quando finalmente apareceu uma estrela no céu, trepou ao cimo de uma árvore, pediu ajuda a uma gaivota e saltou o mais alto que pôde. Mas nunca conseguia alcançá-la. Foi então que deu com uma estrela dourada e brilhante a flutuar…

Editor: Orfeu Negro

 

Anita de Férias Com os Avós de Gilbert Delahaye, Marcel Marlier

O número 45 da mais importante coleção infantil alguma vez editada em Portugal. Os livros da Anita percorrem, desde há 50 anos, as mãos de todas as crianças portuguesas. Não há Avó que não se lembre da Anita, como não há neta que não deseje ler as histórias desta pequena criança desenhada desde sempre por Marcel Marlier.

Editor: PI

 

As Gémeas no Colégio de Santa Clara de Enid Blyton

«Por alguns instantes, as duas raparigas foram invadidas por saudades da antiga escola e das velhas amigas. Não conheciam ninguém em Santa Clara; por isso, não podiam saudar as colegas, como sempre tinham feito no primeiro dia de aulas.

Também não gostavam do ar de nenhuma das alunas: pareciam muito mais espalhafatosas do que as de Redroofs. Era tudo verdadeiramente horrível!» «Em Santa Clara, o nível de exigência era maior do que na maioria das escolas, e, apesar de as gémeas terem uma boa cabeça, não tardaram a perceber que estavam atrasadas em relação às colegas de turma – coisa que também as irritava bastante.

Entraram no colégio convencidas de que iriam impressionar toda a gente – afinal, tinham imensas capacidades -, mas parecia que ali dentro não passavam de zés-ninguém».

Editor: Oficina do Livro

Faixa etária: a partir dos 9 anos.

 

Uma Aventura nas Férias Grandes de Ana Maria Magalhães, Isabel Alçada

Alugar casa para férias é sempre divertido. O pior é quando nas imediações atua um perigoso gang que não olha a meios para atingir os seus fins. Teria sido prudente não se meterem em alhadas. Mas depois de conhecerem Carolina mais a sua cadela Terceira e de detetarem sinais e incidentes de crime na vizinhança, não podiam deitar-se à sombra da bananeira! Nunca pensaram foi que um cata-vento no telhado pudesse ter tanta importância para o desenrolar da aventura!

Editor: Editorial Caminho

Faixa etária: a partir dos 8 anos.

 

O Caderno Vermelho da Rapariga Karateca de Ana Pessoa

N não é uma menina, é Karateca.

N tem 14 anos, quase 15, e o seu maior sonho é ser cinturão negro e beijar Raul.

N gosta de escrever, mas prefere lutar com o Raul.

(escrever é uma seca.)

Isto não é um diário. Não tem chave, não tem segredos.

(sim, tem segredos.) Também tem vontade própria, páginas movediças, palavras como «diarreia» e «romântico» e personagens como a bruxa má que quer aprender a ser boa e a mosca que não sabia quem era.

Isto é o Caderno Vermelho da Rapariga Karateca. O objeto preferido de N, um animal de estimação, uma personagem, uma pessoa de verdade.

(O que é a verdade?)

O Caderno Vermelho da Rapariga Karateca é a primeira obra de Ana Pessoa e venceu a última edição do prémio Branquinho da Fonseca – Expresso / Gulbenkian, na modalidade Juvenil. Com este título, o Planeta Tangerina inaugura a coleção para leitores mais crescidos Dois Passos e Um Salto.

Editor: Planeta Tangerina

 

Se gostou deste artigo pode também estar interessado no seguinte:

Criança a ler na praia 

 Sugestões de livros infantis para ler na praia