10 livros para ler no Verão com os miúdos - Pumpkin.pt

10 livros para ler no Verão com os miúdos

livros para ler no verão nheko

As escolhas de Alexandra Silva, do site Nheko.

Desafiámos a Alexandra do espaço Nheko a escolher alguns livros para ler no verão em família, seja entre viagens, depois de um longo dia na praia, ou enquanto apanhamos sol na piscina.

Mais do que isso, a Alexandra trouxe-nos uma lista de obras intemporal, perfeitas para qualquer estação do ano. 

Espreitem ainda estas sugestões da Sofia Baltazar Knapic de livros para levar na mala de viagem e outras muitas ideias de livros infantis para todos os gostos e idades!


Seleccionei 10 livros que têm tido um papel fundamental na vida da nossa família e outros que, sem ter um carácter de utilidade, contribuem para animar os nossos dias.

Estes livros para ler no verão destinam-se a crianças pequenas, entre os 2 e os 10 anos aproximadamente, tenho alguma dificuldade nesta “classificação etária” mas acho que foi nessas idades que lhes demos maior uso com as meninas.

Livros para ler no verão com os miúdos

– Obrigada a todosPlaneta Tangerina. O nome diz tudo, reconhecer quem nos ajuda e ensina e agradecer é uma forma de viver mais ligado aos outros. Este livro já era das três manas e agora está no TOP+ do mini rapaz.

– AvósKalandraka. O envelhecimento é um processo natural e bonito, o amor faz-nos ver a verdadeira essência das coisas, a beleza não tem idade.. várias são as aprendizagens que se podem tirar deste livro maravilhoso, a história de um casal de idosos que vai dançar. Um dos livros favoritos de sempre da Rita.

– A coisa que mais dói no mundoOQO Editora. A mentira, este é um tema quase incontornável na educação. Este foi um livro fundamental para falar disto sem estar a utilizar nenhum exemplo constrangedor. Quando tinha as três raparigas pequenas era complicado falar sobre alguns assuntos sem que elas imediatamente relacionassem e utilizassem exemplos concretos e que envolviam uma delas. Além de ser aborrecido, não é nada construtivo, fomenta a acusação e é péssimo para a auto estima da “acusada”. O recurso aos livros é uma boa estratégia, fala-se do mesmo assunto mas o foco é a personagem ou a história do livro, hoje em dia utilizo mais os filmes, nesta fase agora da adolescência é muito eficaz.

– A Fada BruxaEdições Kual. Nem sempre os filhos e as mães estão de acordo, eu e a minha filha mais velha sentimos isso bem cedo mas eu sabia que a vontade de me agradar e corresponder às expectativas que a Rita sabia que eu tinha iam ser prejudiciais ao seu crescimento saudável. Sempre tivemos uma relação muito próxima e a uma certa altura eu recorri a este livro para lhe “falar” que podemos ser muito diferentes uns dos outros, respeitando essa diferença e aceitando a diversidade como algo valiosos e não como motivo para afastamento. Nesta história a mãe e filha vivem uma situação de confronto e ruptura e depois conseguem ultrapassar, há a afirmação da personalidade da filha, a diferença, o respeito e o amor. Este é um livro absolutamente precioso.

– Laura e o coração das coisasEdições Dom Quixote. Laura só tem o número de coisas das quais consegue gostar, arruma os seus objectos por famílias: o livro pai, o livro mãe e o livro filho e aprende no decorrer da história o prazer de dar aos outros o que já não quer.

Esta história foi o mote para pedirmos aos nossos amigos e familiares para transformarem os presentes de natal em presenças. Tem sido uma boa ferramenta para discutir o consumismo, a importância de gostarmos das nossas coisas e sabermos cuidar delas e também para ajudar a perceber a importância de dar a outros meninos o que para nós já não tem significado.

– Eu não fuiKalandraka. Um dos meus favoritos, sei-o de cor e salteado. Já era das meninas e quando foi redescoberto pelo (Bo)Nheko transformou-se logo num dos seus preferidos. Com umas ilustrações muito engraçadas este livro trata a questão das consequências dos nossos actos, as directas e as indirectas, com grande sentido de humor.

– Quero o meu chapéuMini Orfeu. Este é um livro excelente sobre a mentira e as desculpa esfarrapadas. Um livro com pouco texto muito divertido que deixa ao leitor a interpretação da história.

– Os nossos corpos são todos diferentesEditorial presença. Somos todos diferentes, uns são mais altos outros mais baixos, há caras redondas, outras ovais, os corpos mudam com a idade, ao sol há quem fique vermelho e outros castanhos… Este é um livro giro para conhecer as diferentes partes do corpo e para abordar o tema da diversidade e da igualdade. Adapta-se bem a diferentes idades, com uns fala-se de coisas mais simples e com os outros de outras mais complexas e profundas.

– Oh João! Foste tu porcalhão?Edições Dinalivro. Um livro muito divertido sobre puns, repreensões e sobre a hipocrisia generalizada do faz o que eu digo, não faças o que eu faço (quando ninguém está a ver…)!

– O ladrão de galinhasBags of Books edições. Uma história sem palavras que nos mostra o aparecimento do amor improvável entre duas personagens. Uma das favoritas do mini rapaz que a consegue contar só com sons e interjeições muito expressivas, um mimo!

2 comentários em “10 livros para ler no Verão com os miúdos

  1. Adelaide Mendes Julho 29, 2020

    Sim e útil

    1. Dani Gonçalves - Equipa Pumpkin Julho 29, 2020

      Obrigada pelo feedback, Adelaide 🙂

Este artigo foi útil para si?

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (Ainda não tem votos)
Loading...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *