Família > Agenda Família > Festivais, Mercados e Outras atividades

Ao Ar Livre – O dia em que o Teatro sai à rua!

Ao ar livre 2017

AO AR LIVRE, o dia em que o teatro sai à rua, promovido pelo Teatro Maria Matos regressa em 2017, no dia 15 de Julho, para famílias, crianças e jovens.

Para encerramento da temporada e de maneira a dar as boas-vindas às férias na companhia de artistas, vizinhos e famílias, o Teatro Maria Matos traz o teatro à rua!

Neste dia, transferem quase todo o Teatro para a rua e convidam a cidade a vir comemorar com eles.

Durante a tarde, os jardins do Bairro das Estacas são ocupados com diferentes intervenções artísticas, para serem vividas em família.

Ao crepúsculo servem um jantar no meio da Rua Bulhão Pato, um bom pretexto para ficarem juntos até ao início da noite.

Há mantas para aproveitar a relva, só precisam de bronzeador e lenço ou chapéu.

Não nos poupemos, o dia é de festa!

Programa:

Ar Livre 2017

INSTALAÇÕES & JOGOS
15h às 19h

COMPANHIA KATAKRAK
Animalada

Depois do sucesso do ano passado, decidimos fazer dose dupla. Animalada é nome dado a este grupo de animais/objetos que neste dia vai invadir o Jardim do Bairro das Estacas. São, no total, 26 jogos para experimentar e repetir. Construídos a partir de material reciclado constituem uma espécie de coleção de brinquedos inspiradores, porque nos inspiram a reaproveitar e a inventar também.

COMPANHIA KATAKRAK
Engenhos Poéticos

Os Engenhos Poéticos procuram responder a questões sobre eletricidade, as energias renováveis, a eletrónica e poesia. Cada vez que ativamos um dos dez Engenhos Poéticos dar-se-á um encontro improvável entre energias renováveis e poesia. Estes objetos foram criados a partir de materiais reciclados e resgatados do lixo.

ZONA DE CHILL OUT E LEITURA
Como em qualquer dia cheio de coisas boas para fazer, também neste é preciso tempo para descansar. Por isso, criámos uma zona de chill out onde vão estar disponíveis para leitura alguns dos livros infantis que já passaram pelo nosso Teatro. Espetáculos que deram livros, livros que deram espetáculos.

assistência: Pilar Lorente

Lista de livros disponíveis na zona de leitura
João Araújo & André Letria – Cão e Gato
António Torrado & Yara Kono – Pirilampos e Estrelas
Álvaro Magalhães & Bernardo Carvalho – Contos do Lápis Verde
Gonçalo M. Tavares & Rachel Caiano – Viagem ao país da levitação
Ricardo Henriques & André Letria – Atividário do Teatro
David Machado & Gonçalo Viana – Parece um pássaro
António Jorge Gonçalves – Barriga da Baleia
António Jorge Gonçalves – Eu quero a minha cabeça
Rita Taborda Duarte – Animais e animenos
Marta Bernardes & Afonso Cruz – Barafunda

OFICINAS
15h às 19h

MUNDO CIENTÍFICO
Comida do Futuro
Já́ pensaste em tudo o que é necessário para produzir cada peça de roupa ou cada alimento que tens em casa? Se o ambiente tivesse uma moeda e conseguíssemos traduzir todos os pequenos passos em valor, ficarias espantado com a pegada ecológica dos nossos hábitos diários. Grilos, algas, fibras cítricas ou tremoços: conseguiras imaginá-los em petiscos saborosos? Vamos degustar novos alimentos, supre nutritivos e de reduzida pegada ecológica.

MUNDO CIENTÍFICO
Quanto CO2 guardam as árvores do meu jardim?
Cada árvore de um jardim, de um parque, ou de um pátio de uma escola, é um guardador de dióxido de carbono (CO2), impedindo-o de se libertar para a atmosfera. São, por isso, consideradas as guardiãs do clima no nosso planeta. Sabes calcular quanto CO2 guardam as árvores do teu jardim? Vem aprender!

MUNDO CIENTÍFICO
Fibras e tintas naturais

Cada peça de roupa liberta em média 2000 fibras em cada lavagem que acabam no oceano. Estes e outros microplásticos introduzem-se nas cadeias alimentares, prejudicando a sustentabilidade do planeta e a saúde humana. Nesta oficina, vamos pensar em alternativas e utilizar plantas e bases minerais para tingir fibras naturais e sintéticas.

MARIA REMÉDIO E TERESA CORTEZ
AR para funcionAR!

O nosso corpo e tudo o que trazemos lá dentro precisa de AR para funcionAR! Vamos então imaginAR e criAR pequenos objetos que também precisam de AR para andAR, voAR, trabalhAR: AR dos nossos pulmões, AR do vento quente de verão, AR de abanAR. Vamos estar ao AR livre com materiais que estivemos a respigAR de artesãos e artistas para convosco os transformAR!

JOANA LEAL E INÊS LAPA
Onde há arte cresce vida!

No jardim do Bairro das Estacas, há montanhas e vales adormecidos, à espera que formas de vida os venham habitar. Pela mão de cada escultor, vão crescer novas espécies que irão habitar as terras outrora desertas. O ecossistema construído, através de um jogo lúdico e divertido, terá a sua evolução entre pinceladas e colagens ou com formas calmas e selvagens.

RITA RAPOSO E BELISA SOUSA
Editora criativa

Vamos instalar uma espécie de gráfica no meio do jardim e experimentar, brincar, descobrir, compor, dar cor e imprimir diferentes formatos em diferentes papéis. O resultado serão livros-surpresa para juntares à tua biblioteca.

OFICINA ★ 6 meses aos 3 anos
OHFICINA
Hum?! – Espaço de exploração sensorial para os muito-pequenos

Nesta oficina, consideramos fortemente o processo e tentamos potenciar as experiências entre as crianças e os materiais, de modo a alimentar competências básicas importantes e estimular a sensibilidade em cada um. Com base nestas intenções, esta será uma área de exploração para crianças pequenas, permitindo que o contacto com as matérias, aliado a um momento-sem-termo, proponham uma série de descobertas fascinantes.

monitoras: Maria Peres e Joana Quadros

INSTALAÇÃO INTERACTIVA ★ 15h e 18h30
EZ
Velocipedia

Pedalar e divertir é a chave deste projeto. Velocipedia é a arte de andar em velocípede e de tudo o que diz respeito aos velocípedes. EZ apresenta-se com veículos a pedais, e com diferença e audácia de ideias, dão vida a três personagens que deambulam por aí. Viajam sobre rodas sem destino certo, mas dão a volta ao mundo sem motor e sem emissões.

criação e construção: João Pinto, projeto EZ
interpretação: Miguel Branca, Joel Maia, Filipe Abreu
figurinos: Projeto EZ

INSTALAÇÃO INTERACTIVA ★ 15h30 e 18h
EZ
Ez Sub

O Ez Sub é um submarino andante, com base mecânica elétrica, completamente autónoma e com uma estética muito especial. Todo o veículo é transparente! Transparente para não esconder nada e para que toda a gente possa ver os seus mecanismos extraordinários. Agora, só falta explorá-lo e manipulá-lo para encher o submarino de vida.

duração: 7 min

criação: João Pinto – projeto EZ
construção: João Pinto e Luís Seixas
texto/voz: Miguel Branca
tradução: Jani Dunne
sonoplastia: José Janeiro
masterização: Pedro Serrano
figurinos: João Pinto
apoio à mecânica: José Guedes
EZ sub tem o selo de apoio à criação do festival Imaginarius

NOVO CIRCO ★ 17h
CIA. ES
Igloo

Igloo é um espetáculo que desafia categorias. Cruzando o teatro gestual, a coreografia e o novo circo, constrói uma partitura de situações comicamente absurdas e proezas físicas. Nesta partitura, ficamos a conhecer a história de dois amigos, do momento em que se conhecem até às aventuras que partilham no dia-a-dia. A partir de materiais que estão ao alcance de todos, Igloo investe na soma de experiências físicas e universos técnicos e artísticos que trazemos connosco e explora o modo como cada um de nós, com as suas diferenças, encontra a melhor maneira de estar com o outro.

duração: 40 min

conceção e interpretação: Emiliano Sanchez Alessi e Eva Szwarcer
ideia e criação: Compania ES
Ajuda externa: Sergi Ots – Enric Ases
Figurinos: Eva Szwarcer

M/3

PARA COMER
15h às 20h30
MUITA FRUTA
A cidade contém em si um pomar, constituído por inúmeras árvores de fruto, privadas e públicas, que o projeto Muita Fruta está a mapear, recuperar e cuidar, atribuindo-lhes valor enquanto património ambiental, cultural, social e económico. Neste ano, juntam-se a nós no aoarlivre para nos explicar toda a diversidade deste pomar que Lisboa tem, trazendo-nos também frutas e compotas das árvores da cidade.

uma iniciativa: ACP em parceria com o Colégio Food, Farming e Forestry (F3) da Universidade de Lisboa e a associação Locals Approach
comunicação: Irina Gomes
apresentação e coordenação: Adriana Freire
responsável pela transformação de fruta em produtos diversos: Gonçalo Folgado
identificação e mapeamento das árvores de fruto: Sylvain Papyon
apoio: Programa Bip/Zip da Câmara Municipal de Lisboa

16h às 20h30
JANTAR + OFICINA DE FAZER PÃO FININHO

É já uma tradição do aoarlivre terminar o dia fazendo da rua a nossa grande mesa comunitária. Neste ano, convidámos a associação Pão a Pão e um grupo de refugiados que chegou recentemente a Portugal vindas da Síria para conceber e confecionar para todos um jantar com os sabores do Levante. À mesa, vamos provar pratos como sopa de lentilhas, taboulleh, basalyatt, hummus e arroz fumado, feitos por mãos carregadas de histórias e de esperança para uma nova vida. Durante a tarde,vamos também nós arregaçar as mangas e contribuir para o jantar
na oficina de fazer o pão tradicional da cozinha árabe. Neste dia fora de portas, a comida é, mais do que nunca, o ponto de encontro em que a partilha desfaz barreiras e fronteiras.

monitores da oficina: Yasser e Alaa
conceção do jantar: Rana (chef), Rafat, Shiraz, Mouna e Rouhaf

MÚSICA ★ FAMÍLIAS
20h30 às 22h

ESTA MÚSICA FUI EU QUE ESCOLHI
É difícil terminar um dia em cheio sem um pé de dança. Esta música fui eu que escolhi lembra os dias em que chegamos a casa e para relaxar escolhemos uma música. Ou quando subimos o volume para espantar o dia e começar ainda melhor a noite. Ou simplesmente quando nos atiramos para o sofá só a ouvir. Ou ainda quando queremos mostrar exatamente aquela música a um amigo ou quando queremos cantar muito alto e em coro. Foi a pensar nos momentos em que a música nos faz feliz que imaginámos o final deste ano do aoarlivre. Mas, desta vez, quem escolhe a música são as crianças!

 

Mais Informações:

Teatro Maria Matos

Teatro Maria Matos no facebook

  • Gratuito

Se encontrar alguma incorreção contacte-nos por favor.