Programa Serviço Educativo 2019-2020 - Pumpkin.pt

Programa Serviço Educativo 2019-2020

Evento expirado

Vem divertir-te aprendendo connosco!

O Museu de Santa Maria de Lamas (MSML) oferece ao público um conjunto de opções dinâmicas, que permitem o contacto direto com as coleções que integram o seu espólio tão rico e diversificado. Individualmente, em família ou integrado num grupo, o público pode usufruir das habituais visitas gerais orientadas. De modo a conhecer a história do Museu, assim como a sua exposição permanente.

O Museu tem no seu Serviço Educativo uma referência e atrativo em termos de qualidade teórica e lúdica, proporcionando ao participante uma sensibilização para a própria arte, sua diversidade tipológica, cronológica e temática, património cultural e respetiva conservação.

Ao longo do ano letivo, além do programa educativo permanente, o Museu promove atividades/visitas temáticas (complementadas ou não com oficinas), jogos pedagógicos e oficinas alusivas às quadras festivas (Carnaval, Páscoa e Natal). O Museu associa-se igualmente a diferentes comemorações: Dia da Música, Dia do Turismo, Dia de S. Martinho, Dia do Teatro, Dia dos Museus, Dia da Criança, Halloween, entre outros. Fomentando atividades/oficinas relacionadas com o contexto sociocultural do dia em questão, tentando, sempre que possível, associar as temáticas invocadas à sua coleção permanente.

Além destes serviços, o Museu promove os programas O Museu vai ter contigo e “A minha família vai ao Museu! E a tua?!” .

Atividades Permanentes

Visita orientada à exposição permanente

Popularmente apelidado de “Museu da Cortiça”, o Museu Santa Maria de Lamas constitui um caso particular na história da museografia portuguesa do século XX. Um acervo singular, recuperado e reorganizado a partir de 2004, que exibe perante o seu público coleções de Arte Sacra, Estatuária Portuguesa, Etnografia, Ciências Naturais, Escultura em Cortiça/aglomerado de Cortiça e Arqueologia industrial – maquinaria usada nos primórdios da Industria transformadora de Cortiça – que evidencia as potencialidades desta matéria-prima e reflete a identidade da comunidade local. Um espaço socialmente ativo, cultural e pedagogicamente relevante, pela evocação de histórias e estórias, contribuindo dessa forma para aprofundar e divulgar o conhecimento do património português.

Diariamente – 09:30h – 12:30h/14h – 17:30h

Público-alvo: geral

Ingresso: Adulto: 3 €, Seniores, Estudantes, portadores de Cartão-jovem: 2 €, gratuito para Crianças com menos de 5 anos.

Marcação prévia obrigatória.

Visitas Temáticas (Complementadas ou não com Oficinas de Expressão Plástica)

O mistério do desaparecimento das roupas do sobreiro – Visita temática+ História + Oficina de expressão plástica

Certo dia de Verão, num Montado alentejano, um grupo de homens de machado na mão, tiram a “roupa” de um Sobreiro ainda novato e marcam nas suas costas um número com tinta branca. Cansado de esperar pelos homens que tardavam a voltar, pôs-se a caminho para os procurar. No seu percurso, encontra animais e outros sobreiros que lhe explicam para onde foi a sua “roupa”, a Cortiça. Depois de pensar com as suas bolotas, chega à conclusão que há um Museu onde existe uma sala cheia de objetos feitos com cortiça que decide ir visitar…

Diariamente – 10h-12h/14:30h-16:30h

Público-alvo: Pré-escolar ao 2.º Ciclo (possibilidade de adaptação a outros grupos)

Ingresso: 3 €

Marcação prévia obrigatória.

Cortiça: Do montado para o mundo – Visita temática e Oficina de expressão plástica

Conhecida e apreciada pelas suas potencialidades ímpares, a Cortiça é uma matéria-prima fascinante, onde praticamente “nada se perde e tudo se transforma”. Ligada ao Museu, ao seu criador, à freguesia de Santa Maria de Lamas, respetivo concelho e região, a Cortiça e as suas diferentes utilizações encontram-se em destaque numa das áreas temáticas do Museu. Potenciando parte do seu espólio e da sua alcunha de “Museu da Cortiça”, este espaço, partindo sobretudo do seu “Núcleo Museológico da Cortiça” – que combina Arqueologia industrial e Arte modelada em Cortiça natural e derivados – permitirá ao visitante, mediante a sua faixa etária e o nível académico, perceber as características desta matéria e o seu percurso “Do Montado para o mundo”.

Diariamente – 10h-12h/14:30h-16:30h

Público-alvo: 3.º Ciclo, Secundário, Universitário, Adultos e Seniores (possibilidade de adaptação a outros grupos)

Ingresso: 3 €

Marcação prévia obrigatória.

Visita sensorial – Visita temática + Oficina de expressão plástica

De modo a transformar a visita à exposição permanente do Museu numa experiência memorável, preparamos uma visita sensorial na qual o público será levado a conhecer sons, texturas, cores e “cheiros” que caracterizam o Museu e o seu espólio. Assim, cada participante, envolvido pela variedade tipológica e temporal deste acervo, viajará, com recurso a todos os seus sentidos (visão, tato, olfato, audição e, por vezes, o próprio paladar), entre a Pré-História, a Época Medieval, a Época Moderna e a Contemporaneidade; conhecendo Ciência, Arte e Indústria.Contactando, entre muitas outras sensações e objetos, com fosseis pré-históricos, materiais de produção ou restauro e réplicas de pormenores de talha dourada seiscentista e setecentista, de esculturas medievais, modernas ou contemporâneas. E ainda, com os cheiros, texturas, cores e sons do Montado e da Indústria transformadora de cortiça dos seus primórdios aos dias de hoje.

Diariamente – 09:30h-12:30h/14h – 17:30h

Público-alvo: Geral e Crianças, Adultos e Seniores comnecessidades especiais (possibilidade de adaptação a outros grupos)

Ingresso: 3 €

Marcação prévia obrigatória.

Como preservamos o Museu? O que é a Conservação e Restauro? Qual a sua importância e finalidade? – Visita temática e Oficina de expressão plástica*

O Museu dispõe de uma equipa multidisciplinar que tem como função o estudo e a preservação do seu espólio.A preservação passa por ações diretas e indiretas, desde a limpeza do espaço expositivo, controlo ambiental das salas e ações de Conservação e Restauro que têm como função estabilizar os bens artísticose patrimoniais.Nesta Visita temática e Oficina complementar, pretende-se que o visitante adquira um olhar mais profundo quando observa a obra de arte. O objetivo é demostrar, através de pequenas ações, que a obra de arte também envelhece e “morre” enquanto bem material e que a ação de Conservação e Restauro é fundamental para prolongar o bem artístico para as gerações futuras. Para que toda a comunidade perceba e esteja sensibilizada e envolvida na preservação quer material (bens culturais/artísticos), quer imaterial (inclusive de memórias do museu e do seu fundador).

Diariamente – 10h-12h/14:30h-16:30h

Público-alvo: Do Pré-escolar ao Universitário, Adultos e Seniores (possibilidade de adaptação a outros grupos)

Ingresso: 3 €

Marcação prévia obrigatória.

O papel de Henrique Amorim (1902-1977) na preservação da Arte e do Património. Um olhar sobre o colecionismo – Visita temática

Partindo da explicação do conceito de Colecionismo e demonstrando a sua respetiva importância para o estudo e conhecimento de parte do historialdos bens materiais, científicos e artísticos deste acervo museológico, pretende-se que o visitante compreenda a importância que a ação colecionista de Henrique Amorim teve para a salvaguarda, tendo em conta o contexto social e político da sua época vivência, preservação, “cristalização” e salvação dos bens artísticos, históricos, identitários e científicos que o Museu encerra e expõe. E que, de outra forma, possivelmente se teriam perdido irremediavelmente no tempo e, quem sabe, destruídos.

Diariamente – 10h-12h/14:30h-16:30h

Público-alvo: Do Pré-escolar ao Universitário, Adultos e Seniores (possibilidade de adaptação a outros grupos)

Ingresso: 3 €

Marcação prévia obrigatória.

Talha Dourada: Materiais, teoria e demonstração de produção e recuperação – Visita temática + Oficina complementar*

Dada a presença egrande profusão de Talha Dourada (e, inclusive de esculturas de imaginária religiosa de épocas correspondentes),no Museu e a sua importância no contexto político/ cultural e desenvolvimento técnico eartístico do Barroco português, com esta visitapretende-se sensibilizar o público para a vertente de produção de uma das expressões artísticas mais “portuguesa” da História da Arte, com grande impacto para o Norte de Portugal e, deveras, uma das coleções mais numerosa da extensão física do Museu. Nesse sentido, e em suma, esta visita pretende demonstrar como era obtida a folha de ouro, a sua metodologia de aplicação, diferenciando também a presença de Talha dourada com purpurina, mostrando mais uma vez a importância da Conservação e Restauro na preservação desta técnica tão presente no Património e Arte Portuguesa.

Diariamente – 10h-12h/14:30h-16:30h

Público-alvo: Do Pré-escolar ao Universitário, Adultos e Seniores (possibilidade de adaptação a outros grupos)

Ingresso: 3 €

Marcação prévia obrigatória.

A minha família vai ao Museu! E a tua?!

Um domingo por mês, lançamos um convite especial para as famílias: visitar o Museu e participar nas diferentes atividades educativas que promovemos ao longo do ano…

O Museu vai ter contigo

“O Museu vai ter contigo” tem como objetivo levar atividades do Serviço Educativo junto de diferentes públicos integrados em instituições (que não apresentam meios para se deslocar ao Museu), e assim proporcionar momentos lúdico-pedagógicos enriquecedores. Ao valor da oficina (3€ por participante – mínimo 10, máximo 25) acresce uma taxa de deslocação (valor sob consulta).

*Possibilidades de Oficina complementar associadas a todas as visitas temáticas direccionadas para a Conservação e Restauro

Nestas Oficinas complementares, diferenciadas mediante o público-alvo, o Museu propõe duas atividades (das quais poderá selecionar uma), que pretendem fazer com que cada participante sinta a adrenalina de descobrir algo escondido, levando-o numa viagem pela busca de um objeto ou material original mas que, à partida, é desconhecido:

1- ”Pequenos doutores, à descoberta da obra escondida”(sobretudo para crianças e jovens do Pré-escolar 2.º e 3.º Ciclo ou Secundário)

Em linhas gerais, esta proposta de atividade engloba o fornecimento, a cada participante, de pequenos cartões com reproduções de esculturas de Imaginária da coleção do Museu, toscamente adulteradas neste formato, obrigando o visitante a desenvolver uma ação de descoberta pelo interior do Museu, por forma a conseguir descobrir e identificar os originais correspondentes.

2- “Médica / Médico das Obras de Arte” (Público-geral – sobretudo para Adultos em geral ou alunos do ensino Universitário e comunidade Sénior)

Nesta opção, o público-alvo é levado a perceber que uma escultura (aqui, no decurso desta Oficina, uma reprodução de uma obra original da coleção do Museu, produzida em suportes e materiais díspares), ao longo do tempo sofre vários acidentes. Numa ação conjunta, pretende-se que o participante “vista a pele” de “Doutora / Doutor da obra de arte”, realize um diagnóstico e concretize pequenas ações inspiradas na Conservação e Restauro do Museu, para devolver à escultura o seu aspeto original.

Plano de Atividades Temporárias

Dias Especiais

Visitas, jogos, teatros de sombras, oficinas de expressão plástica, exposições, entre outras iniciativas relacionadas com o contexto sociocultural do dia em questão, tentando sempre que possível, associar as temáticas invocadas à sua coleção permanente.

Setembro – Dia do Turismo e Jornadas Europeias do Património

Outubro – Dia do Idoso, Dia da Música, Dia do Animal e Halloween

Novembro – S. Martinho, Dia da Floresta Autóctone

Dezembro – Natal

Janeiro – Festa das Fogaceiras

Fevereiro – Dia dos Afetos

Março – Dia da Mulher, Dia do Pai, Dia da Árvore e da Floresta, Dia da Poesia e Dia do Teatro

Abril – Dia do Livro Infantil, Dia Internacional dos Monumentos e Sítios, Dia da Liberdade e Dia da Mãe

Maio – Dia da Família e Dia Internacional dos Museus

Junho – Dia da Criança, Dia do Sobreiro e da Cortiça, Dia do Ambiente e Santos Populares

Julho – Dia dos Avós e “Pequenos Artistas”- área temática do Museu na Viagem Medieval em Terra de Santa Maria

Agosto – “Pequenos Artistas”- área temática do Museu na Viagem Medieval em Terra de Santa Maria.

Quadras Festivas

Uma forma divertida e pedagógica de passar as férias escolares!

Oficina de Natal

Oficina de Carnaval

Oficina de Páscoa

Oficina de Verão

Bilhetes

Adulto: 3€

Seniores, estudantes, portadores de cartão-jovem: 2€

Gratuito: crianças com menos de 5 anos (apenas visitas gerais)

Todas as VISITAS COM OFICINA têm valor de ingresso de 3€

Horário de Funcionamento

9:30h – 12:30h

14h – 17h*

Encerrado: Domingo de Páscoa, 1 de maio, 1 de novembro, 24 a 26 de dezembro, 31 de dezembro e 1 de janeiro.

*Entre maio e setembro até às 17:30h.

Contactos

Museu de Santa Maria de Lamas

Largo da Igreja, 90

Parque de Santa Maria de Lamas

4535-412 Santa Maria de Lamas

Santa Maria da Feira

2 N 40º58’53,92 W 8º34’22,67

22 744 74 68

91 664 76 85

[email protected]

Este artigo foi útil para si?

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (No Ratings Yet)
Loading...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *