Programa Educativo do Museu de Alberto Sampaio 2020/2021 - Pumpkin.pt

Programa Educativo do Museu de Alberto Sampaio 2020/2021

museu alberto sampaio programa educativo

Venha ao Museu de Alberto Sampaio, em Guimarães, e traga os seus alunos!

Apresentamos-lhe algumas das atividades desenvolvidas pelo Serviço Educativo que esperamos que sejam do seu agrado!

Visitas ao Museu de Alberto Sampaio

visitas de estudo museu alberto sampaio

Visita Geral às Coleções

O Museu tem um belo conjunto de peças que permitem um passeio agradável por entre obras de elevado valor e carregadas de significado histórico, artístico e religioso. Fazer uma visita geral às coleções do Museu é viajar por entre a escultura, a pintura, a ourivesaria e outras artes que nos ajudam a visualizar a rica história do país.

Público-alvo: 2.º e 3.º ciclos e ensino secundário.

Tempo médio: 60 minutos.

N.º máximo de participantes: 30.

Custo: 0,50€.

Cinco Peças, Cinco Histórias

A visita é feita escolhendo apenas cinco peças emblemáticas e contextualizando-as na época.

Público-alvo: 1.º e 2.º ciclos.

Tempo médio: 40 minutos.

N.º máximo de participantes: 30.

Custo: 0,50€.

Quem quer ser historiador

A visita é orientada com base num concurso de perguntas de escolha múltipla. Por cada resposta acertada, a turma ganha um postal (num total de 6). No final, a turma receberá um diploma de participação.

Público-alvo: 1.º e 2.º ciclos.

Tempo médio: 40 minutos.

N.º máximo de participantes: 30.

Custo: 0,50€.

D. João I e Guimarães

A Sala de Aljubarrota é o local ideal para se abordar a crise de 1383/85.

Nesta sala, estão expostas as duas peças que o rei ofereceu, em sinal de gratidão, a Nossa Senhora da Oliveira depois da vitória na batalha de Aljubarrota: o loudel e o tríptico de prata dourada. O loudel é a veste militar que D. João I usou na batalha. O tríptico é um magnífico altar em prata dourada que representa um presépio.

Público-alvo: 1.º, 2.º e 3.º ciclos e ensino secundário.

Tempo médio:30 minutos.

N.º máximo de participantes: 30.

Custo: 0,50€.

Ateliê: D. João I e Guimarães

Depois de uma visita à Sala de Aljubarrota, onde se guardam as ofertas de D. João I a Nossa Senhora da Oliveira após a Batalha de Aljubarrota e outras peças relacionadas com a época deste monarca, os alunos, em ateliê, poderão pintar num tela um motivo, à sua escolha, sobre este rei e a sua ligação a Guimarães.

Público-alvo: 1.º e 2.º ciclos.

Tempo médio: 45 minutos.

N.º máximo de participantes: 30.

Custo: 1€.

O Tesouro de N.ª Sr.ª da Oliveira

A visita ao Tesouro de Nossa Senhora da Oliveira inclui a seleção e apresentação de peças guardadas na sala de ourivesaria e na sala de Aljubarrota. É nestas duas salas que se guardam os presentes oferecidos a Nossa Senhora da Oliveira ao longo dos séculos e é nelas que se concentram os doze tesouros nacionais que o museu se orgulha de possuir.

Público-alvo: 1.º, 2.º e 3.º ciclos e ensino secundário.

Tempo médio: 30 minutos.

N.º máximo de participantes: 30.

Custo: 0,50€.

Caça aos Anjinhos

Os anjinhos estão presentes em quase todas as coleções do Museu. Podem ser encontrados na escultura, na pintura, na ourivesaria, na talha…. Esta caça permite, com o pretexto de encontrar anjinhos, a descoberta do Museu e das mais variadas peças do seu espólio.

Público-alvo: pré-primária.

Tempo médio: 30 minutos.

N.º máximo de participantes: 30.

Custo: 0,50€.

À Descoberta do Menino Jesus

Vários episódios da vida do Menino Jesus estão representados nas diferentes coleções do Museu. Esta visita permite a descoberta destes episódios e também dá a conhecer algumas das mais belas peças deste Museu.

Público-alvo: pré-primária.

Tempo médio: 30 minutos.

N.º máximo de participantes: 30.

Custo: 0,50€.

Descobertas no Museu

à descoberta do centro histórico museu alberto sampaio

À Descoberta do Museu de Alberto Sampaio

É uma visita/descoberta que os alunos, com o apoio de um guião, fazem através dos diferentes espaços do Museu. Este tipo de visita permite-lhes descobrir os pormenores e as curiosidades das peças mais emblemáticas e mais significativas.

Público-alvo: 2.º e 3.º ciclos.

Tempo médio: 60 minutos.

N.º máximo de participantes: 30.

Custo: 1,50€.

À Descoberta do Românico e do Gótico no Museu de Alberto Sampaio

Com o apoio de um guião, os alunos descobrem, nos diferentes espaços do Museu e nas suas coleções, testemunhos dos estilos Românico e Gótico. Para além de jogos que procuram treinar a observação, este guião apresenta-se como uma ferramenta que destaca algumas das ideias-chave ligadas a estes dois estilos medievais.

Público-alvo: 3.º ciclo e ensino secundário.

Tempo médio: 60 minutos.

N.º máximo de participantes: 30.

Custo: 1,50€.

Descobertas no Centro Histórico

À Descoberta da Praça da Oliveira e À Descoberta da Praça de Santiago

Estes guiões, cheios de jogos de observação e de descoberta, permitem aos alunos percorrer espaços de origem medieval que se situam no centro histórico e, assim, descobrir as curiosidades deste património.

Público-alvo: 1.º e 2.º ciclos.

Tempo médio: 40 minutos.

N.º máximo de participantes: 30.

Custo: 1,50€.

À Descoberta do Centro Histórico de Guimarães

O Museu de Alberto Sampaio situa-se em pleno centro histórico de Guimarães, Património da Humanidade. Por esse motivo é um excelente ponto de partida para a sua descoberta.

O Serviço Educativo do Museu preparou um guião que permite o seu conhecimento de uma forma divertida e descontraída.

Público-alvo: 3.º ciclo e ensino secundário.

Tempo médio: 60 minutos.

N.º máximo de participantes: 30.

Custo: 1,50€.

Teatros

teatro museu alberto sampaio

Teatro de Marionetas: Como D. João I tomou a vila de Guimarães!

Fernão Lopes, cronista de D. João I, conta-nos com todo o pormenor, na “Crónica de D. João I”, o modo como este monarca, em 1385, tomou Guimarães.

Nessa época, Guimarães tinha duas vilas, a Vila Baixa e a Vila Alta, e ambas apoiavam o rei de Castela e D. Beatriz.

D. João I, empenhado em conquistar Guimarães para a sua causa, decidiu tomar primeiro a Vila Baixa. A estratégia que utilizou foi de grande engenho e astúcia, tendo contado para isso com a ajuda de Afonso Lourenço, um escudeiro vimaranense.

É este episódio que é encenado e dramatizado neste teatrinho de marionetas.

Público-alvo: 1.º e 2.º ciclos.

Tempo médio: 40 minutos.

N.º máximo de participantes: 60 .

Custo: 1€.

Ateliê: Máscaras Reais

Na sequência do teatro de marionetas “Como D. João I tomou a vila de Guimarães!”, os alunos poderão participar num ateliê de construção de uma máscara retratando D. João I ou D. Filipa de Lencastre.

Público-alvo: 1.º ciclo.

Tempo médio: 45 minutos.

N.º máximo de participantes: 30.

Custo: 1€.

Teatro de Marionetas: Sonhos da Roberta: há freiras no Museu

Através deste teatro de marionetas, dá-se a conhecer um pouco da vida conventual das freiras do Convento de Santa Clara de Guimarães. A personagem principal é a Roberta, uma menina que vive no Museu de Alberto Sampaio, que, juntamente com o seu amigo Dentinhos, viaja em sonhos até este convento vimaranense.

A linguagem é simples, os cenários são coloridos e a música acompanha toda a história!

É um espectáculo que alia a componente lúdica à pedagógica e que encanta quem o vê.

Público-alvo: pré-primária e 1.º ciclo.

Tempo médio: 45 minutos.

N.º máximo de participantes: 60.

Custo: 1€.

Ateliê: A minha personagem preferida

Na sequência do teatro de marionetas “Sonhos da Roberta: há freiras no Museu”, os alunos poderão participar num ateliê de pintura de uma tela, onde poderão retratar a sua personagem preferida.

Público-alvo: pré-primária e 1.º ciclo.

Tempo médio: 45 minutos.

N.º máximo de participantes: 30.

Custo: 1€.

Teatro de Marionetas: Histórias do Tio Alberto

 Este teatrinho de marionetas é uma adaptação do livro infantil “História de Alberto” de Emília Nóvoa Faria. Numa narrativa colorida, muito divertida e cheia de sons, contam-se episódios da vida de Alberto Sampaio, patrono deste Museu e um grande historiador do século XIX.

Alberto Sampaio nasceu em Guimarães em 1841 e morreu em Vila Nova de Famalicão em 1908. Em 2008, comemorou-se o centenário da sua morte.

Público-alvo: 1.º e 2.º ciclos.

Tempo médio: 45 minutos.

N.º máximo de participantes: 60.

Custo: 1€.

Teatro de Marionetas: Afonso Henriques, um rei a valer!

“Afonso Henriques, um rei a valer!” é um teatro de marionetas que nos conta, de forma muito divertida, a vida do nosso primeiro rei. Através dele, conhecemos o Afonso Henriques – criança que, como todos os meninos da sua idade, gosta de brincar e pregar algumas partidas, o Afonso Henriques – adulto, que se transforma no corajoso conquistador que ainda hoje recordamos e, finalmente, um Afonso Henriques mais maduro, a anunciar o seu sucessor, D. Sancho I – o Povoador.

Mas conhecemos outras personagens também: os pais de Afonso Henriques, o Conde D. Henrique e D. Teresa, o seu aio, possivelmente Egas Moniz, o Conde Fernão Peres de Trava e D. Mafalda, a esposa de Afonso Henriques e até assistimos, imagine-se, ao nascimento dos pequenos infantes! Espera-se, neste teatro, que as crianças, para além da diversão, reconheçam alguns dos aspetos históricos associados à figura deste rei tão valoroso.

Público-alvo: pré-primária, 1.º e 2.º ciclos.

Tempo médio: 45 minutos.

N.º máximo de participantes: 60.

Custo: 1€.

Ateliê: Máscaras Reais

Na sequência do teatro de marionetas “Afonso Henriques, um rei a valer”, os alunos poderão participar num ateliê de construção de uma máscara retratando o primeiro rei ou a primeira rainha.

Público-alvo: pré-primária e 1.º ciclo.

Tempo médio: 45 minutos.

N.º máximo de participantes: 30.

Custo: 1€.

Teatro de Marionetas: Mumadona Dias, a Fundadora de Guimarães

Este teatro de marionetas dá a conhecer, de forma divertida, uma das figuras incontornáveis da história de Guimarães. Mumadona Dias foi uma mulher notável e poderosa no seu tempo e a ela se devem duas construções que estiveram na origem de Guimarães: um mosteiro e um primitivo castelo.

Público-alvo: 1.º e 2.º ciclos.

Tempo médio: 45 minutos.

N.º máximo de participantes: 60.

Custo: 1€.

Teatro de Sombras: E assim nasceu Guimarães…

Neste teatro de sombras, explicamos onde e como Guimarães nasceu, damos a conhecer personalidades como Mumadona Dias e o Conde D. Henrique e mostramos que papéis desempenharam neste importante processo.

Público-alvo: 1.º e 2.º ciclos.

Tempo médio: 30 minutos.

N.º máximo de participantes: 60.

Custo: 1€.

Ateliê: Brincar com as sombras

Após estes teatros de sombras, os participantes poderão também construir uma marioneta de sombras.

Público-alvo: pré-primária, 1.º e 2.º ciclos.

Tempo médio: 40 minutos.

N.º máximo de participantes: 30.

Custo: 1€.

Teatro de Sombras: Mãos enamoradas

No dia 14 de Fevereiro, Dia dos Namorados, museu aproveita para dar a conhecer a história de duas artes vimaranenses, cheias de tradição, que falam de amor! Através deste teatro de sombras conta-se, de uma forma mágica e poética, a história da cantarinha das prendas e do bordado de Guimarães, que pode ser usado nos lenços dos namorados.

Público-alvo: Alunos do Jardim de Infância, 1.º e 2.º ciclos.

Duração: 20 minutos.

Nº de participantes: 60 visitantes.

Teatros de Sombras: Lendas de Guimarães

O Museu de Alberto Sampaio apresenta vários teatros de sombras que dão a conhecer lendas sobre Guimarães:

– a lenda do espirro de D. João I

– a lenda de Santa Catarina da Penha

– a lenda da Oliveira

– a lenda do cutileiro e da boa água de Guimarães

– a lenda de Egas Moniz

– a lenda da Santa Cabeça

– a lenda de Santa Margarida

Todas estas histórias são compostas por algumas colheradas de verdade misturadas com boas doses de fantasia! Estão povoadas de maravilhosos milagres, de heróis e heroínas corajosos e também de reis muito valentes que encantarão os seus alunos.

Público-alvo: pré-primária, 1.º e 2.º ciclos.

Tempo médio: 30 minutos.

N.º máximo de participantes: 60.

Custo: 1 €.

Ateliê: Brincar com as sombras

Após estes teatros de sombras, os participantes poderão também construir uma marioneta de sombras.

Público-alvo: pré-primária, 1.º e 2.º ciclos.

Tempo médio: 40 minutos.

N.º máximo de participantes: 30.

Custo: 1€.

O Museu Vai à Escola

O Museu possui maletas pedagógicas dedicadas aos jogos medievais de tabuleiro e às técnicas da talha dourada e da madeira estofada. Estas maletas podem ser requisitadas pelas escolas.

Maleta Pedagógica: Jogos Medievais de Tabuleiro

Esta maleta pedagógica contém Jogos Medievais de Tabuleiro como: o xadrez, o gamão, os alguergues (3,9,12) e as damas. Estes jogos podem ser aprendidos e jogados por uma turma de alunos.

Um vídeo com a história destes jogos complementa este kit.

Público-alvo: 1.º, 2.º e 3.º ciclos e ensino secundário.

Tempo de aluguer: 15 dias.

Custo do aluguer: 50€.

Maleta Pedagógica: Talha Dourada e Madeira Estofada

Esta maleta é constituída por instrumentos e materiais usados na execução de talha dourada e de madeira estofada. É complementada por um vídeo que demonstra o processo de execução destas duas técnicas.

Público-alvo: ensino secundário.

Tempo de aluguer: 15 dias.

Custo do aluguer: 50€.

Mais informações:

Todas as atividades são acompanhadas por técnicos do Serviço Educativo do Museu e deverão ser marcadas, no mínimo, com 8 dias de antecedência.

No ato da marcação, deverão ser facultadas ao Serviço Educativo as seguintes informações: tipo de atividade; número de alunos e professores; áreas disciplinares e nível de ensino dos alunos; existência de alunos com necessidades especiais; dia e hora em que o grupo pretende realizar a visita.

As atividades do Serviço Educativo realizam-se de setembro a julho. Para efetuar marcações ou obter informações sobre o custo das atividades, contacte-nos de segunda a sexta-feira, entre as 10h00 e as 17h00.

Também lhe pode interessar:

Este artigo foi útil para si?

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (No Ratings Yet)
Loading...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *