Programa Educativo do Museu Coleção Berardo 2019/2020 - Pumpkin.pt

Programa Educativo do Museu Coleção Berardo 2019/2020

Evento expirado
envolver museu coleção berardo

Já conhecem o "Envolver"?

O Serviço Educativo do Museu Coleção Berardo criou, a partir da Coleção Berardo, uma programação diversificada que pretende despertar o pensamento crítico, desafiar para novas reflexões, incentivar a curiosidade, treinar o olhar, estimular o experimentalismo, libertar emoções, desmistificar e romper com pré-conceitos, provocar o questionamento, pensar o belo e o feio, criar narrativas, motivar imaginários e deslumbrar…

A cultura contemporânea, pela sua interdisciplinaridade, encontra na relação museu-escola infinitas possibilidades para desenvolver novas aprendizagens, explorar novas competências e adquirir novos conhecimentos.

Integrar a arte moderna e contemporânea na sala de aula é o objetivo desta programação, que tem por base múltiplas leituras à história e à teoria da arte dos séculos XX e XXI.

Espreitem as propostas!

Primeira Infância

primeira infância museu berardo

Atividades para alunos entre os 2 e os 3 anos.

Faça chuva ou faça sol

Há artistas que pintam com cores frias que nos fazem lembrar o inverno; outros pintam com cores quentes, evocando o sol que nos aquece nos dias de Verão.

Há pinturas com pinceladas tão agitadas como um dia de vento que nos deixa despenteados; outras suaves como delicados flocos de neve…

Venham descobrir connosco qual é a previsão do tempo para os próximos dias através das obras de arte da Coleção Berardo. Com sorte, pode ser que consigam ver um arco-íris!

Tipo: visita-jogo.

Duração: 45 minutos.

Pouca-terra pouca-terra

Todos a bordo, que o comboio vai partir!

Vamos fazer uma viagem através das obras de arte e descobrir novos mundos e paisagens!

Visitar o vale dos triângulos, atravessar ziguezagues montanhosos, cruzar desertos amarelos e selvas de papel. Temos um longo caminho pela frente!

Junta-te a nós e vem ajudar-nos a carregar as carruagens que se escondem pelo Museu Coleção Berardo!

Tipo: visita-jogo.

Duração: 45 minutos.

Quem mexeu no meu queijo?

No museu, vivem um rato e um gato que nunca estão quietos. Saltam de pintura em pintura quase sem deixar rasto, e ninguém os consegue apanhar.

Como são gulosos e distraídos, vamos atraí-los com um queijo delicioso e seguir as suas pistas.

Venham ajudar-nos a encontrá-los antes de que estraguem as obras de arte e assustem os visitantes…

Tipo: visita-jogo.

Duração: 45 minutos.

Pré-escolar

pré-escolar museu berardo

Atividades para alunos entre os 3 e os 5 anos.

MCB Vida Selvagem

E se o Museu fosse o habitat de animais raros e plantas exóticas?

Os artistas inventaram leopardos selvagens, lagostas brancas, catos redondinhos, gigantes hibiscos azuis… Juntando as peças de um puzzle divertido, vamos imaginar vários ecossistemas e descobrir onde se escondem espécies fantásticas nas obras de arte da Coleção Berardo.

Tipo: visita-jogo/visita-jogo-oficina.

Duração: 1h/1h30.

A primeira vez no Museu de Arte

O que será que podemos descobrir num museu de arte moderna e contemporânea?

Nesta aventura, vamos fazer uma viagem por um mundo novo, ver as cores, os materiais e as formas que os artistas criam, ver objetos transformados em obras de arte e pensar estórias a partir de cada obra…

Participa nesta viagem e verás como é fascinante o mundo criado pelos artistas!

Tipo: visita-jogo/visita-jogo-oficina.

Duração: 1h/1h30.

À Volta dos Sentidos

A arte transporta-nos para outros e novos mundos de sensações.

Vamos percorrer e ativar os cinco sentidos através de jogos que nos permitem ficar a conhecer as obras de arte da Coleção Berardo.

Podemos sentir uma pintura, imaginar o seu som, sabor ou cheiro? Vamos pôr em ação os nossos olhos, ouvidos e o nosso pensamento e dar sentido à Coleção!

Tipo: visita-jogo/visita-jogo-oficina.

Duração: 1h/1h30.

A Toda a Velocidade

Desde que o comboio foi inventado, as pessoas e as mercadorias passaram a deslocar-se mais rápido do que uma chita!

Esta nova invenção permitiu aos artistas embarcar em aventuras além fronteiras, conhecer outras formas de pensar e ver o mundo, descobrir novos materiais e inventar novas técnicas.

Venham viajar connosco pelo Museu e descobrir «mercadorias» que nos contam histórias fascinantes sobre os movimentos artísticos da Coleção Berardo!

Tipo: visita-jogo.

Duração: 1h.

Primeiro Ciclo

primeiro ciclo museu berardo

A primeira vez no Museu de Arte

O que será que podemos descobrir num museu de arte moderna e contemporânea?

Nesta aventura, vamos fazer uma viagem por um mundo novo, ver as cores, os materiais e as formas que os artistas criam, ver objetos transformados em obras de arte e pensar estórias a partir de cada obra…

Participa nesta viagem e verás como é fascinante o mundo criado pelos artistas!

Tipo: visita-jogo/visita-jogo-oficina.

Duração: 1h30/2h30.

M de Museu

O que é um museu? Os museus habituaram-nos ao inesperado, ao fantástico e ao peculiar. A arte contemporânea continua a surpreender com as suas propostas.

Poderá o museu ser um laboratório contemporâneo de curiosidades? Num laboratório, fazem-se experiências e inventam-se coisas novas e entusiasmantes. Poderá um museu ser igual?

Nesta visita, vamos entrar neste museu-laboratório para pensar e experimentar…

Tipo: visita-jogo.

Duração: 1h30.

Qual é Qual?

Será artista ou movimento? É figurativo ou abstrato? Partirá da imaginação ou do dia-a-dia?

Vamos perguntar e descobrir não só as principais características dos movimentos artísticos da Coleção Berardo mas também aquilo que torna o trabalho de cada artista verdadeiramente único e especial!

No final, vamos juntar todos os nossos amigos e jogar, tentando descobrir qual é qual!

Tipo: visita-jogo.

Duração: 1h30.

Atlas: desenhar no Museu

No Museu, a partir das relações que se podem criar com as obras de arte, iremos olhar através da prática do desenho. O desenho ajuda-nos a ver, a compreender o mundo ao nosso redor. Afiem os lápis e venham ver pelo desenho!

Tipo: visita-oficina.

Duração: 2h.

Arte moderna: consigo ver no abstrato?

Já conhecemos as formas geométricas, as linhas vertical e horizontal. E quando elas se juntam ou separam, quando tombam ou fazem uma construção? Conhecemos
as cores e damos-lhe significados.

E quando os artistas as mudam de lugar? Quando nos baralham e não percebemos logo o que lá está? Na arte moderna, aprendemos a ver no abstrato, a observa além das figuras «reais». Dos artistas cubistas aos construtivistas e neoplasticistas, todos contribuíram para nos perdermos e encontrarmos.

É um jogo visual que parece difícil, mas vamos lá desconstruir o que os artistas do século XX, afinal, só queriam simplificar.

Tipo: visita-jogo/visita-jogo-oficina.

Duração: 1h30/2h30.

Arte moderna: da realidade ao sonho

Gostamos de sonhar com aquilo que nos faz feliz, com lugares que desejamos ir ou com histórias de diversão.

No início do século XX, os artistas dadaístas quiseram virar o mundo do avesso, fazer-nos ver o que nunca tínhamos visto e até fazer-nos rir. Quando caminhávamos
para a Segunda Guerra Mundial, era de novo o momento de querer fugir da tristeza, e os artistas surrealistas levaram-nos a sonhar acordados, misturando personagens, lugares e objetos que nos fizessem viajar da realidade ao sonho.

Como é que as obras de arte nos transportam para um quadro de fantasia?

Tipo: visita-jogo/visita-jogo-oficina.

Duração: 1h30/2h30.

Arte moderna: do ecrã ao museu

Das crianças aos mais velhos, todos conhecem as figuras que a publicidade ou o cinema trazem: os produtos que compramos, aquilo que vestimos, as celebridades de que gostamos… tudo o que se torna realmente popular.

Após a Segunda Guerra Mundial, o mundo ganhou mais cor, mais diversão. As casas passaram a ter televisores, e a música começou a ser acompanhada de imagem.

Aos museus, chegaram obras de arte criadas a partir de imagens do supermercado, e os artistas fizeram-nos sonhar com imagens que parecem saltar de um ecrã.

Tudo em delírio: era a pop art!

Tipo: visita-jogo/visita-jogo-oficina.

Duração: 1h30/2h30.

Arte moderna: uma aventura em movimento

Os artistas modernos viveram no século da velocidade: viagens, descobertas científicas, máquinas inovadoras, uma vida acelerada num mundo em constante movimento.

Foram momentos de muitas mudanças, com duas guerras, com as fábricas a trazerem muitas novidades para as nossas vidas, com o Homem a querer conquistar o universo.

O século XX foi um grande desafio. Como responderam os artistas aos tempos modernos, e como passam as obras de arte a estar, afinal, em movimento?

Tipo: visita-jogo/visita-jogo-oficina.

Duração: 1h30/2h30.

Segundo Ciclo

segundo ciclo museu berardo

Arte moderna: vida de artista

A Coleção Berardo reúne os principais artistas dos movimentos vanguarda da arte moderna.

Perceber o universo de criação nas manifestações artísticas é fundamental para os entender. Por outro lado, falar da biografia de artistas impares como Pablo Picasso, Marcel Duchamp, Piet Mondrian, Joan Miró, Salvador Dalí e Andy Warhol é muitas vezes o ingrediente certo para despertar o interesse pela história da arte.

Nesta visita, a viagem pela primeira metade do século XX faz-se acompanhar dos artistas e de algumas particularidades sobre eles.

Curiosos?

Tipo: visita-jogo/visita-jogo-oficina.

Duração: 1h30/2h30.

Arte moderna: no século da máquina

A primeira metade do século XX recebe a herança da revolução industrial e de todo o desenvolvimento tecnológico decorrente. Viajar pela arte moderna é também ter presente o desafio de pensar como os artistas que cresceram no século da máquina.

Que tempos velozes foram aqueles a partir da descoberta da máquina a vapor? Os comboios, automóveis, aviões e foguetões criaram novas formas de viajar e descobrir o mundo. O telefone, a rádio e televisão ensinaram-nos novas formas de comunicar.

E como criaram os artistas perante tão importantes descobertas?

Tipo: visita-jogo/visita-jogo-oficina.

Duração: 1h30/2h30.

A de Arte

Porque será que os artistas fazem as obras de arte como fazem? Porque será que alguns artistas gostam de utilizar a pintura, enquanto outros preferem construir esculturas?

Porque é que, para apresentar os seus trabalhos, uns gostam de luz e outros preferem a escuridão? Assim que a obra de arte é instalada na exposição, abre-se ao mundo, e o mundo transporta-a consigo, expandindo-a.

A obra de arte é um desafio que o observador tem de estar preparado para aceitar!

Tipo: visita-jogo.

Duração: 1h30.

Atlas: desenhar no Museu

No Museu, a partir das relações que se podem criar com as obras de arte, iremos olhar através da prática do desenho. O desenho ajuda-nos a ver, a compreender o mundo ao nosso redor. Afiem os lápis e venham ver pelo desenho!

Tipo: visita-oficina.

Duração: 2h/2h30.

Qual é Qual?

Será artista ou movimento? É figurativo ou abstrato? Partirá da imaginação ou do dia-a-dia?

Vamos perguntar e descobrir não só as principais características dos movimentos artísticos da Coleção Berardo mas também aquilo que torna o trabalho de cada artista verdadeiramente único e especial!

No final, vamos juntar todos os nossos amigos e jogar, tentando descobrir qual é qual!

Tipo: visita-jogo.

Duração: 1h30.

Terceiro Ciclo

terceiro ciclo museu berardo

A Primeira Vez no Museu de Arte

A visita a uma coleção de arte moderna e contemporânea suscita frequentemente alguma incompreensão sobre a criação artística.

Nesta visita, pretende-se, em forma de diálogo, contextualizar, questionar e refletir sobre as alterações na arte dos séculos XX e XXI.

Tipo: visita-jogo.

Duração: 1h30.

Arte moderna: vida de artista

A Coleção Berardo reúne os principais artistas dos movimentos vanguarda da arte moderna.

Perceber o universo de criação nas manifestações artísticas é fundamental para os entender. Por outro lado, falar da biografia de artistas impares como Pablo Picasso, Marcel Duchamp, Piet Mondrian, Joan Miró, Salvador Dalí e Andy Warhol é muitas vezes o ingrediente certo para despertar o interesse pela história da arte.

Nesta visita, a viagem pela primeira metade do século XX faz-se acompanhar dos artistas e de algumas particularidades sobre eles.

Curiosos?

Tipo: visita-jogo/visita-jogo-oficina.

Duração: 1h30/2h30.

Arte moderna: no século da máquina

A primeira metade do século XX recebe a herança da revolução industrial e de todo o desenvolvimento tecnológico decorrente. Viajar pela arte moderna é também ter presente o desafio de pensar como os artistas que cresceram no século da máquina.

Que tempos velozes foram aqueles a partir da descoberta da máquina a vapor? Os comboios, automóveis, aviões e foguetões criaram novas formas de viajar e descobrir o mundo. O telefone, a rádio e televisão ensinaram-nos novas formas de comunicar.

E como criaram os artistas perante tão importantes descobertas?

Tipo: visita-jogo/visita-jogo-oficina.

Duração: 1h30/2h30.

Viagem ao Modernismo

A partir de Paris, a arte moderna deixou-se influenciar por outros contextos europeus como a Suíça, a Holanda e a peculiar Rússia.

Entre tertúlias de café e escolas singulares, os artistas da primeira metade do século XX viajaram entre muitos desafios, verdades e contraverdades que os fizeram vaguear de um movimento artístico para outro, numa luta entre história, reação ao presente e ambição de mudança.

Com a guerra, muitos dos artistas viajaram também para os Estados Unidos, e esta viagem ganhou novas cores, novos fôlegos e intenções. Fazer uma viagem ao modernismo é como embarcar num comboio rápido e ficar fascinado a cada estação.

Tipo: visita-jogo/visita-jogo-oficina.

Duração: 1h30/2h30.

C de Contemporâneo

C-O-N-T-E-M-P-O-R-Â-N-E-O!

Contemporâneo? Sabemos escrever a palavra, mas sabemos dizer o que é, o que significa ser contemporâneo?

Sabes quais foram as mais importantes transformações ocorridas a partir da década de 1960, e de que forma influenciaram os artistas e as suas obras? Como podemos caracterizar uma obra de arte contemporânea?

Nesta visita, e a partir destas interrogações, vamos perceber o que é ser contemporâneo e o que a arte contemporânea tem para nos dizer HOJE!

Tipo: visita-jogo.

Duração: 1h30.

Constel(ações)

Associar, conectar, relacionar, unir pontos e criar uma figura: este é um gesto sem fim, que nos leva à ideia de Constelação.

A partir da exposição Constelações: uma coreografia de gestos mínimos e da Exposição Permanente da Coleção Berardo, vamos encontrar estes pontos e perceber não só como tudo está ligado, mas também como as coisas nascem umas das outras num gesto sem fim…

Tipo: visita-jogo.

Duração: 1h30.

Ver pelo Desenho

No espaço do Museu, e a partir das relações que se podem estabelecer com as obras de arte, esta visita-oficina procura estimular uma pausa, um olhar cuidado, atento e criativo.

Olhar uma obra de arte, e olhá-la através da prática do desenho, promove uma maior aproximação e um maior entendimento das suas estruturas externas e internas.

Mais do que para representar, o desenho é uma ferramenta para ver, para compreender o mundo ao nosso redor. Afiem o lápis e venham ver pelo desenho!

Tipo: visita-oficina.

Duração: 2h/2h30.

Secundário

secundário museu berardo

A Primeira Vez no Museu de Arte

A visita a uma coleção de arte moderna e contemporânea suscita frequentemente alguma incompreensão sobre a criação artística.

Nesta visita, pretende-se, em forma de diálogo, contextualizar, questionar e refletir sobre as alterações na arte dos séculos XX e XXI.

Tipo: visita-jogo.

Duração: 1h30.

Ver pelo Desenho

No espaço do Museu, e a partir das relações que se podem estabelecer com as obras de arte, esta visita-oficina procura estimular uma pausa, um olhar cuidado, atento e criativo.

Olhar uma obra de arte, e olhá-la através da prática do desenho, promove uma maior aproximação e um maior entendimento das suas estruturas externas e internas.

Mais do que para representar, o desenho é uma ferramenta para ver, para compreender o mundo ao nosso redor. Afiem o lápis e venham ver pelo desenho!

Tipo: visita-oficina.

Duração: 2h/2h30.

Arte e Estetica

Nesta visita, vamos abordar os conteúdos do módulo de estética da disciplina de filosofia, contribuindo para uma sensibilidade estética e cultural através da compreensão da complexidade do ato criativo.

A visita centra-se em três tópicos essenciais: a experiência e o juízo estético, a criação artística e a obra de arte, e a arte como produção de conhecimento, comunicação e consumo.

Tipo: Visita Temática.

Duração: 1h30.

Arte e Cidade

A vida em cidade teve diferentes desafios ao longo do tempo.

A cidade moderna é a cidade do automóvel, da construção em altura, da tecnologia de informação. Os artistas modernos deambularam por cidades onde o som do jazz se fazia sentir, onde a ida ao cinema começou a ser motivo de fascínio, para onde a velocidade trazia novas rotinas. Os objetos industriais e os néones criaram novas políticas de consumo e tudo o que daí se retira, de bom e de mau.

Esta é uma visita temática de pontos de conexão entre as vanguardas artísticas da primeira metade do século XX e os novos modelos de habitação da cidade moderna.

Tipo: Visita Temática.

Duração: 1h30.

O que é contemporâneo?

Contemporâneo? O que significa ser contemporâneo? Existe uma forma única de ser contemporâneo? Quais as mais importantes transformações ocorridas neste período histórico, a partir da década de 1960? De que forma influenciaram as obras dos artistas e o seu discurso? Como podemos caracterizar uma obra de arte contemporânea? Qual a importância, neste momento, dos movimentos artísticos? E a sua quase “inexistência”?

Nesta visita, e a partir destas interrogações, será orientada uma reflexão em torno da prática artística, contextualizando-a no passado, no presente e no futuro.

Tipo: Visita orientada.

Duração: 1h30.

Corpo, Identidade e Género

A representação do corpo está presente como uma marca indelével nas práticas da arte desde tempos imemoriais. Nas práticas modernas e contemporâneas, contudo, a representação do corpo deixa para trás ideais de cânone e de beleza, para prosseguir com atitudes que agora olham o corpo não de fora para dentro, mas sim de dentro para fora.

O corpo (e a sua figura) é agora um campo complexo de relações e tensões que se manifestam em posturas diversificadas e permitem o surgimento de obras e artistas que o pensam de formas eminentemente subjetivas, metamórficas, mediadas, tecnologizadas, etc.

Na arte contemporânea, o corpo é agora um interface entre o real e o ficcional, entre narrativas pessoais e coletivas, determinado pela sua própria desconstrução enquanto temática artística.

Tipo: Visita Temática.

Duração: 1h30.

A História da História da Arte

O discurso da arte contemporânea assenta em noções de simultaneidade, transgressão, mediação e transformação. A obra de arte, agora, não é apenas um veículo de informação detalhada e de universos estanques ou ilustrativos; é também um objeto autónomo, de múltiplas leituras, que enreda a visita ao espaço museológico contemporâneo em jogos de interpretação e em leituras pessoais e subjetivas.

Num mundo global, diversificado culturalmente e tecnologicamente, os artistas visuais contemporâneos dão voz à variedade social, comentando questões de identidade, valores e crenças. É a própria história a acontecer.

Tipo: Visita orientada.

Duração: 1h30.

Visitas Breves

Para aqueles que nos visitam com menos tempo…

Condensadas em 30 minutos, estas visitas propõem um olhar sobre movimentos e pensamentos, a vida e a obra dos artistas da Coleção Berardo.

30 minutos com o artista…

30 minutos com um movimento…

30 minutos para pensar sobre…

Tipo: Visita orientada.

Duração: 30m.

Como visitar o Museu Coleção Berardo

como visitar museu berardo

As atividades realizam-se de segunda-feira a domingo, das 10h às 17h, e requerem sempre marcação prévia.

A marcação é sempre confirmada pelo Serviço Educativo.

As visitas orientadas às exposições são realizadas exclusivamente por mediadores do serviço educativo.

Marcações por telefone (213 612 800), de segunda a sexta-feira, das 10h às 13h e das 14h às 17h30.

Preços:

Visita-jogo, visita orientada, visita temática, visita geral e visita breve: 1€ por participante.

Visita-jogo-oficina e visita-oficina: 2,5€ por participante.

Programa completo

Já está disponível o programa Envolver 2019–2020 para escolas.

Este artigo foi útil para si?

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (No Ratings Yet)
Loading...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *