Família > Passear > Sitios a visitar

Parque Biológico da Serra da Lousã: vestígios da vida selvagem!

parque biológico da serra da lousã lince

Com o objetivo de privilegiar e ajudar na conservação das espécies que habitam ou habitaram o território português, o Parque Biológico da Serra da Lousã é a maior amostra da fauna selvagem de Portugal. 

O Parque Biológico da Serra da Lousã (PBSL) é, ainda assim, muito mais do que um parque: é um espaço incrível que engloba um parque de vida selvagem, um centro de informação, uma Quinta Pedagógica, um labirinto de árvores de fruto, um roseiral, um centro hípico, o Museu Vivo de Artes e Ofícios Tradicionais com Loja de Artesanato, o Museu da Tanoaria, o Espaço da Mente e o Restaurante Museu da Chanfana.

O parque reúne um vasto conjunto de animais representativos da fauna portuguesa. O objetivo é dar a conhecer a vida selvagem de Portugal, sendo capaz de mostrar, em ambiente próximo do natural, algumas espécies que habitam o nosso território. Vão poder observar várias espécies de aves de rapina (águias, corujas, entre outras), ursos pardos (atualmente extintos em Portugal), linces, lobos, raposas, javalis, mas também vários herbívoros como gamos, veados, corços, cabras entre muitos outros animais.

BBC Vida Selvagem: o que ver no Parque Biológico da Lousã?

parque biológico serra lousã

Ao longo do passeio pelos caminhos do Parque Biológico da Lousã irão encontrar várias espécies de fauna e flora. Aproveitem para descansar à sombra de castanheiros, carvalhos, medronheiros entre outras espécies de flora existentes nas nossas matas e florestas, e respirar um ar mais puro. Algumas espécies são endémicas dos nossos habitats, ou seja, em todo o Mundo só existem no nosso país.

Urso pardo

urso pardo

E se vos dissermos que o urso já existiu em Portugal?

Infelizmente, por fatores associados à presença humana, estima-se que por volta do século XVII os ursos pardos se tenham extinto definitivamente em Portugal. No entanto, no século XX foram encontradas pegadas de urso pardo junto às fronteiras espanholas e, por isso, crê-se que as populações que habitam o norte de Espanha poderão fazer algumas incursões até ao território português. Quem sabe se um dia não voltaremos a ter ursos em Portugal!

Por agora, podem vê-los no Parque Biológico da Lousã. Encontram-se mais ativos ao amanhecer e ao anoitecer, mas podem ser observados ao longo de todo o dia.

Lince Ibérico

lince ibérico

O lince ibérico é considerado o felino mais ameaçado do Mundo, devido às suas reduzidas populações em Portugal e Espanha. O seu estatuto é de criticamente em perigo, apesar de terem sido reintroduzidos em território nacional vários exemplares. As principais causas da sua extinção derivam da destruição de habitats e de doenças e caça excessiva na sua principal presa – o coelho.

São animais curiosos e brincalhões entre eles, que felizmente se passeiam pelo Parque Biológico da Lousã!

Aves

coruja das torres

Todas as aves presentes no Parque Biológico da Lousã foram consideradas irrecuperáveis para viver na Natureza, devido a fatores relacionados com a atividade humana. Foram entregues ao PBSL para viverem até ao final da sua vida sem necessidade de caçar ou de se protegerem de predadores, servindo para a educação e consciencialização ambiental. 

Ficámos especialmente encantados com a Coruja das Torres, mas todas elas são lindas de morrer e merecem uma visita!

Quinta Pedagógica

porco quinta pedagógica

A Quinta Pedagógica do Parque Biológico da Lousã assume-se como um “museu vivo” das raças da agro-pastorícia tradicional portuguesa.

Neste espaço poderão conhecer raças de vaca (Barrosã, Cachena, Marinhoa, Arouquesa e Minhota), cabra (Anã e Bravia), ovelha (Serra da Estrela variedade branca e variedade preta), porco (Bísaro e Alentejano), mas também várias raças de galináceos, perú, porco-da-índia e coelho.

Anexo à Quinta Pedagógica encontra-se o Centro Hípico com picadeiro coberto e descoberto onde poderão observar cavalos e burros.

Todo o trabalho e maneio dos animais é realizado por pessoas portadoras de deficiência e/ou com doença crónica, incluindo doentes mentais graves.

Labirinto, Roseiral e Horta

labirinto

Antes de chegar ao Parque Selvagem, vão encontrar um labirinto de árvores de fruto, uma experiência única no Mundo onde, em todas as estações, poderão aprender a reconhecer várias árvores de fruta, as suas folhas, flores, frutos e aromas.

O labirinto consiste em 16 corrimões que ocupam um quadrado com 1000m2, com 320 árvores de espécies distintas como cerejeiras, pessegueiros, amendoeiras, nogueiras, aveleiras,marmeleiros, entre outras!

Este labirinto surge como uma homenagem aos viveiristas da região centro dado que a Associação de Viveiristas tem a sua sede fundacional em Miranda do Corvo.

Anexo ao labirinto existe um roseiral, com 400 m2 de pura beleza entre as múltiplas variedades de roseiras de cores, formas e cheiros diferentes que ali se encontram. Também uma pequena horta se encontra adjacente mostrando algumas variedades de produtos hortícolas presentes na nossa dieta.

Templo Ecuménico Universalista

templo ecuménico universalista

Já cantava John Lennon: imagine all the people living life in peace… . O Templo Ecuménico Universalista, construído em pleno Parque Biológico da Lousã, é um espaço de tolerância, descontrução de preconceitos e de incentivo ao diferente: é uma pirâmide, em homenagem ao Antigo Egito, com referências a religiões monoteístas e a mais de 15 religiões politeístas.

É um espaço incrível, imponente e um complemento muito interessante a uma visita mais natural.

Centro de Informação

O Centro de Informação foi criado com o objetivo de proporcionar aos visitantes um amplo conhecimento do concelho e também da região. Aqui o visitante poderá encontrar informação turística sobre a região e de todo o conjunto ecoturístico da Quinta da Paiva. A informação disponível resulta da parceria com os vários postos e entidades de turismo da região e com a Câmara Municipal de Miranda do Corvo.

Este Centro de Informação funciona também como porta de entrada ao Parque Biológico da Serra da Lousã, onde o visitante poderá adquirir o bilhete de acesso ao Parque Biológico da Serra da Lousã tal como o bilhete de acesso ao Templo Ecuménico Universalista.

Restaurante Museu da Chanfana

museu da chanfana

No Restaurante Museu da Chanfana poderão conhecer melhor a gastronomia tradicional da região, assente na carne de cabra velha e de porco.

No Parque Biológico da Serra da Lousã reunem-se todas as etapas do Ciclo da Cabra, desde o seu nascimento até ao seu aproveitamento gastronómico, associados a um espaço envolvente onde predomina o verde e encontramos os animais em pasto.

Alojamento no Parque Biológico da Serra da Lousã

parque-serra-da-lousa-galleryentrada_hotel

Adormeçam ao som do chilrear das aves!

O Hotel Parque Serra da Lousã, em Miranda do Corvo, está integrado no Parque Biológico da Serra da Lousã, encontrando-se a escassos minutos das maravilhosas aldeias e paisagens da Serra da Lousã.

É uma unidade, com classificação de 4 estrelas, com 40 quartos (29 twins, 8 duplos, 3 suites e em que 9 dos quais têm as comodidades necessárias para pessoas com mobilidade condicionada).

O Hotel dispõe de restaurante, sala para reuniões, sala de leitura, piscina interior, SPA com sala de massagens, sauna, jacuzzi, banho turco e ginásio, um campo de ténis, um campo de squash. Integrando o parque de lazer público existe um campo de areia , um campo de relva sintética e um circuito de manutenção com acesso a piscina ao ar livre e parque infantil.

Festas de Aniversário no Parque Biológico da Serra da Lousã

festas pbsl

Miúdos e graúdos são conquistados pelas festas de aniversário no Parque Biológico com experiências de cavalo e pónei, jogos tradicionais e de equipa, alimentação dos animais da quinta pedagógica, visita aos animais selvagens – lobos, linces, ursos, veados, …, e muito muito mais.

Todas as festas são inundadas de muita alegria e animação, verdadeiramente inesquecíveis para o público juvenil.

Conheçam todos os detalhes das Festas de Aniversário do PBSL!

O Parque Biológico da Serra da Lousã para escolas

escolas pbsl

O Parque Biológico, dispondo de um vasto leque de atividades, promove programas dirigidos ao público escolar, adequando-as às várias idades das crianças e jovens. O professor poderá optar por entrada simples com e sem visita guiada ou escolher um dos pacotes estabelecidos com várias atividades à escolha.

O Parque Biológico  é um espaço amplo em que a visita se pode prolongar ao longo de todo o dia de forma a se poder explorar todas as suas riquezas, tais como ver animais de portugueses – lince, lobo, urso pardo, veado, javali, gineta, sacarrabos, entre muitos outros, a flora autóctone, os engenhos ancestrais – nora, picota, bomba de água manual, moinho de vento e sarilho, um museu dedicado à arte da Tanoaria, oficinas onde se trabalha o barro, se fazem móveis de vime, se criam tapetes, interação com cavalos e animais domésticos como cabras, ovelhas, galinhas, porcos, entre muitas outras experiências a não perder.

Saibam mais informações sobre o Programa Educativo do PBSL!

As perguntas mais frequentes sobre o Parque Biológico da Serra da Lousã

parque biológico lousã

Qual é o horário de funcionamento do Parque Biológico da Serra da Lousã?

O Parque está aberto todos os dias, incluindo fins-de-semana e feriados.

Abril, maio e setembro (até dia 15): das 10h às 19h.

De 16 de setembro a março: das10h às 18h.

De junho a agosto: 10h – 20h

A bilheteira encerra duas horas antes do fecho do Parque.

Quais são os preços do Parque Biológico da Serra da Lousã?

preços pbsl

Consultem o preçário completo e comprem já os vossos bilhetes para visitar o PBSL!

Onde é que posso encontrar descontos para o Parque Biológico da Serra da Lousã?

Neste momento não existem descontos disponíveis para visitarem o Parque Biológico da Serra da Lousã. Vejam os descontos ativos na Pumpkin.

Como é que podemos chegar ao Parque Biológico da Serra da Lousã?

O PBSL está situado em Miranda do Corvo.

A morada é a seguinte:

Parque Biológico da Serra da Lousã, 3220-154 Miranda do Corvo

De Norte a Sul

Na A1, saída 11 (direção Lousã / Condeixa). Convergir para a A13-1 / A-13. Após 15km sair em Chão de Lamas pela N 342 em direção a Miranda do Corvo. Em Miranda do Corvo, seguir as indicações “Quinta da Paiva” ou “Parque Biológico da Serra da Lousa”.

Do Entroncamento / Tomar

Siga A13 / IC3 direção Tomar / Condeixa durante cerca de 67km. Na Ponte do Espinhal, seguir A13-1 direção Condeixa. Após 7km sair para a N 342 em direção a Miranda do Corvo. Em Miranda do Corvo, seguir as indicações “Quinta da Paiva” ou “Parque Biológico da Serra da Lousã”.

De Coimbra

Seguir indicação N17 / Estrada das Beiras durante cerca de 15km. Sair para a N17-1 em direção a Semide / Miranda do Corvo, percorrendo 12km. Em Miranda do Corvo, seguir as indicações “Quinta da Paiva” ou “Parque Biológico da Serra da Lousã”.

O Parque Biológico da Serra da Lousã tem programas para escolas?

Sim! Conheçam o Programa Educativo do PBSL para o ano letivo 2018/2019.

Contatos do Parque Biológico da Serra da Lousã:

Email: [email protected]

Telefone:915 361 527.

Podem também visitar o site do Parque Biológico da Serra da Lousã.

Também lhe pode interessar:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *