Jardins Abertos em Lisboa - Pumpkin.pt

Jardins Abertos em Lisboa

Evento gratuito!
Jardins Abertos Lisboa

Festival Jardins Abertos abre as portas a 30 jardins da cidade com visitas guiadas e atividades gratuitas para toda a família

A colaboração entre profissionais de jardinagem, paisagismo, cultura e sustentabilidade permitiu a organização de um festival em que os portões dos jardins mais bonitos da cidade de Lisboa são abertos gratuitamente ao público.

Nesta 13.ª edição os Jardins Abertos estendem o plano de actividades – sempre gratuitas – a todo o mês de Maio, sempre aos sábados e domingos.

Nesta edição há “espaços inéditos”, oportunidades raras para um conhecimento mais aprofundado do Jardim do Dragão do Centro Científico e Cultural de Macau, do Jardim do Atelier do Grilo, do Parque Hortícola da Terra de Minas na Tapada da Ajuda e do projecto Urbem Florestas Urbanas – “que está a tornar as cidades mais verdes, para todos”.

Podemos descobrir cerca de 30 jardins, todos especiais: alguns são secretos, outros têm hortas ou florestas, e ainda outros escondem-se em claustros ou palácios.

Entre outros jardins, destacam-se as propostas da Estufa Fria de Lisboa, dos Jardins do Palácio Fronteira ou da Quinta Pedagógica dos Olivais, além dos “passeios ao nascer do sol no Parque Florestal de Monsanto”, da abertura do Jardim da Procuradoria-Geral da República ou do Jardim da Casa Mir, das visitas ao Viveiro Municipal da Quinta da Pimenteira ou ao Claustro e Convento de Santos-o-Novo, à Real Quinta das Necessidades e à Estufa Comunitária de Alvalade, entre outros.

Ao longo dos fins-de-semana de Maio, a programação de actividades é variada, entre oficinas “com diferentes temáticas, desde perfumaria, pintura, culinária e dança”, à “experiência gastronómica” no encerramento do festival: “um percurso sensorial com esculturas florais possíveis de ser degustadas” na Casa do Jardim da Estrela.

“O respeito e o reconhecimento da importância da paisagem natural de Lisboa, do nosso país e do planeta que habitamos”, como salienta a organização, alia-se aos cinco sentidos: será dado “destaque a experiências sensoriais e sinestésicas de ser e estar com a paisagem, aproximando os sentidos e o sentido de pertença a uma ecologia poética”.

Nos fins de semana de 18 e 19 têm muitas atividades para famílias:

  • Os Cantos e Recantos da Quinta na Quinta Pedagógica dos Olivais
  • Mãos na Terra – Criação de Bombas de Sementes com a Urbem Florestas Urbanas na Floresta Urbana do Vale do Casal Vistoso 
  • A Bicharada da Horta – Oficina de Autómatos em Madeira na Horta Alto da Eira 
  • Plantas para o Chá. Escolher, sem Ver! na Quinta Pedagógica dos Olivais

e a 25 e 26 de maio têm também muitas atividades para famílias:

  • Plantas Comestíveis e Ervas Aromáticas nos Jardins do Palácio Fronteira – para maiores de 14 anos
  • Uma Visão sobre os Invertebrados Urbanos com a Urbem Florestas Urbanas na Floresta Urbana do Vale do Casal Vistoso 
  • Oficina de Pintura no Jardim nos Jardins do Palácio Fronteira – para maiores de 14 anos
  • Banhos de Floresta em Monsanto no Parque Florestal de Monsanto – para maiores de 4 anos
  • Gestos Comestíveis no Permalab da HortaFCUL – para maiores de 14 anos
  • Mapas Sensoriais do Jardim no Jardim Gulbenkian  – dos 6 aos 12 anos
  • Aqui há minhocas! | Visita-oficina nos jardins do Museu de Lisboa – Palácio Pimenta 
  • Os jardins e os deuses que nele se escondem nos jardins do Museu de Lisboa – Palácio Pimenta 

Vejam todas as atividades no site dos Jardins Abertos.

Fonte: TimeOut Lisboa, Publico.pt e jardinsabertos.com

Este artigo foi útil para si?

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (No Ratings Yet)
Loading...

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

<