Encontro digital: Saúde mental para professores e alunos! - Pumpkin.pt

Encontro digital: Saúde mental para professores e alunos!

Evento expirado

Professores sãos, alunos sãos. Neste encontro digital para professores e educadores, a saúde mental é ordem do dia.

A LeYa Educação, no âmbito da sua iniciativa Escola Amiga, e em parceria com o psicólogo Eduardo Sá, vai organizar no próximo dia 3 de fevereiro, às 15h30, na sua página de Facebook um encontro digital subordinado ao tema, “Saúde mental para professores e alunos!”

“Porque precisamos Desconfinar a saúde mental!”, este é o mote de partida deste encontro online, onde serão abordados aspetos como:

  • a saúde mental
  • como podemos cuidar da saúde mental dos nossos alunos?
  • como podemos cuidar da saúde mental dos professores?
  • quais são os sinais de preocupação relativamente à saúde mental?
  • quais são os recursos que estão disponíveis se precisarmos de ajuda?
  • como podemos ajudar outras pessoas?

Segundo o psicólogo Eduardo Sá:

“Nunca como agora se falou tanto de saúde mental. Talvez porque nos sintamos emboscados por um vírus. Não somos doentes mentais. Somos, até, surpreendentemente, saudáveis, considerando tudo aquilo que nos “estica”; por todos os lados, todos os dias. Mas, considerando a maioria de nós, estamos longe de ser pessoas tão saudáveis como podíamos ser. (…) E se, a isto, associarmos uma pandemia. Com confinamentos. Distanciamento. Alterações radicais de rotinas. Quarentenas. Teletrabalho. “Liberdade condicional”.

“Prisão domiciliária”. As crianças em casa. Uma crise enlouquecida da economia. Os conflitos familiares a tornarem-se banais. O “fantasma” da precariedade e da insegurança no trabalho. Os números de infetados e de mortes sem fim à vista. E nós a “engolirmos” o medo e a chorarmos para dentro. Aquilo de que talvez não se devesse falar era de saúde mental. Só; sem mais. Porque os nossos recursos saudáveis não são intermináveis, e não aguentam todos os maus-tratos, aquilo em que devemos insistir terá de ser, antes: do que é que precisamos mais para perceber que a saúde mental não pode ser tributada com “imposto de luxo”? E como é que podemos aproveitar a “descoberta” que ela representa para passarmos a tratá-la melhor e como “bem de primeira necessidade”?”

O Workshop é gratuito, mas de inscrição obrigatória.

Também lhe pode interessar:

Este artigo foi útil para si?

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (No Ratings Yet)
Loading...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *