Família > Agenda Família > Oficinas artísticas

Em Abril, diversões mil no Museu do Oriente

Em Abril, diversões mil no Museu do Oriente

Em Abril, há histórias de bichos, pinturas que ganham vida e papagaios de papel para descobrir no Museu do Oriente, em oficinas para famílias e crianças de todas as idades.

No primeiro sábado do mês, dia 7, “Um leque cheio de histórias” mostra, a pais com bebés até aos 12 meses, as maravilhas do Oriente, num leque que vamos explorar com todos os sentidos. Que segredos revela quando o abrimos? Cores, sons e movimentos que nos vão surpreender!

Para bebés dos 12 aos 24 meses, a sugestão passa por “Histórias de bicharada”, no dia 14 de Abril. Nesta oficina dramatizada, convidamos vários animais para nos ensinar o que é “cantar como um rouxinol” ou “sentir-se como peixe na água”. Afinal somos mais parecidos com os bichos do que supomos.

Para assinalar o Dia Internacional dos Monumentos e Sítios [18 de Abril], subordinado ao tema “Património Cultural: de geração em geração”, o Museu convida a participar na visita-oficina “Tsubas: do avô para o pai, do pai para o filho, do filho para…”, a partir das 11.00, de participação gratuita.

O objectivo é criar um momento de partilha entre as várias gerações, tal como os samurais faziam no Japão antigo. Para eles, a espada, ou katana, constituía a mais preciosa das relíquias de família. Passada de pais para filhos, era costume gravar no guarda-mão da espada – tsuba – o brasão da família. Depois de uma visita às exposições, as famílias são desafiadas a criar a sua própria relíquia familiar.

“As cores do papagaio”, a 28 de Abril, é uma oficina dirigida a famílias com crianças maiores de 6 anos que, a partir das colecções do museu, desafia a pintar o nosso próprio papagaio. Colorido e alegre, com mil formas engraçadas, quem diria que o papagaio de papel surgiu na China há mais de dois mil anos e foi utilizado em operações militares para comunicar, sinalizar e recolher informações?

No mesmo dia, mas para crianças entre os 7 e os 12 anos, a oficina “Wang Fô: mágico ou artista?” baseia-se no conto de Marguerite Yourcenar, “A fuga de Wang Fô”, para incitar os participantes a descobrirem a magia da pintura e como ela se relaciona com a realidade. Seguindo o exemplo de Wang Fô, vamos pintar o que vêm os nossos olhos e a nossa mente.

Oficina “Um leque cheio de histórias”

  • 7 ou 17 de Abril
  • Horário: 11.30-12.15
  • Público-alvo: bebés até 12 meses, acompanhados por um ou dois adultos
  • Preço: 4 €/ participante (adulto ou criança)
  • Participantes: mín. 10, máx. 20

Oficina “Histórias de bicharada”

  • 14 ou 24 de Abril
  • Horário: 11.30-12.00
  • Público-alvo: bebés dos 12 aos 24 meses, acompanhados por um adulto
  • Preço: 4 €/ participante (adulto ou criança)
  • Participantes: mín. 10, máx. 20

Visita-oficina “Tsubas: do avô para o pai, do pai para o filho, do filho para…”

  • 18 de Abril
  • 11.00-12.00
  • Público-alvo: crianças a partir dos 4 anos, acompanhadas por um adulto
  • Participantes: mín. 4, máx. 12
  • Gratuito

Oficina “As cores do papagaio”

  • 28 de Abril
  • Horário: 11.00-12.30
  • Público-alvo: famílias com crianças a partir dos 6 anos
  • Preço: 4 €/ participante (adulto ou criança)
  • Participantes: mín. 10, máx. 24

Oficina “Wang Fô: mágico ou artista?”

  • 28 de Abril
  • Horário: 15.00-17.00
  • Público-alvo: 7-12 anos
  • Preço: 5 €
  • Participantes: mín. 8, máx. 15

Se encontrar alguma incorreção contacte-nos por favor.