Concertos para Bebés em Sintra - Pumpkin.pt

Concertos para Bebés em Sintra

Os Concertos para Bebés estão de volta à programação do Centro Cultural Olga Cadaval, em Sintra. Fiquem a par de todas as datas até ao final do ano. Não percam!

Dedicados aos bebés dos 0 aos 3 anos, os Concertos para Bebés são, antes de mais, concertos. Tratam os bebés como público de hoje e de agora e, por esse motivo, foram os primeiros a incluí-los nas programações principais das salas de concertos. Distinguiram-se, desde a sua origem, de um crescente número de outros projetos artísticos para crianças pelo respeito total com que se entregam a bebés, pais e avós.

Monteverdi, Bach e Mozart são só alguns dos anfitriões de um cardápio muito amplo de compositores, do clássico ao jazz, do tradicional português ao world, da eletrónica aos improvisos e bailes com pais e bebés.

Os Concertos para Bebés foram, e são ainda hoje, fonte de inspiração para centenas de outros projetos para a primeira infância em todo o mundo, na área da Música e das Artes de Palco, mas também nos campos da Educação, da Saúde e do Bem-estar. Do impacto internacional do projeto Leiriense observa-se um elevado e permanente número de Conferências, Formações e Residências Artísticas para que é regularmente convidado o Diretor Artístico Paulo Lameiro.

Nasceram em Leiria das aulas do Berço das Artes SAMP em 1998 e, depois de percorrerem as principais salas de concerto portuguesas, sendo projeto residente em diversas salas de norte a sul de Portugal, logo marcaram presença em festivais de referência na Europa, no Oriente e no Brasil, em quase 90 salas e festivais.

Concertos para Bebés em Sintra – Programação

“Libertà” – com Umberto Giancarli

  • Data e horários: 17 de março de 2024 | 10h e 11h30
  • Local: Centro Cultural Olga Cadaval
  • Classificação Etária: Todos os públicos; Bebés até 36 meses
  • Duração: 45 minutos

Sinopse:

Yá babáp bá brrrr

Brrrummmm

Um dia a terra do Umberto tremeu. Tremeram as casas, as árvores, as flores e a sua violeta. A violeta é o instrumento que o Umberto toca, e que ele conseguiu libertar no meio de tudo o que tremeu na sua cidade, L’Áquila. Já passaram muitos anos, mas os sons daquela noite ainda o habitam. E por causa desses sons decidiu vir para Portugal contemplar bebés, e deixar que estes contemplem os sons da sua violeta. De Itália trouxe também melodias que contam aventuras de muitas lutas pela liberdade. Vamos reconhecer algumas, e descobrir outras como só os bebés sabem fazer.

Yá pápápá Yá

Shhhhshhhhh

Ficha artística:

José Lopes – Saxofone alto, soprano e cavaquinho
Pedro Santos – Acordeão
Isabel Catarino – Voz
Inesa Markava – Voz e movimento
Paulo Lameiro – Voz e direção artística
Umberto Giancarli – Violeta (solista convidado)

“Vozes que libertam” – com os artistas residentes Musicalmente

  • Data e horários: 21 de abril de 2024 | 10h e 11h30
  • Local: Centro Cultural Olga Cadaval
  • Classificação Etária: Todos os públicos; Bebés até 36 meses
  • Duração: 45 minutos

Sinopse:

Yábabáp Báp Liiiiiii
Liiiiiiiii

Abril foi o mês. Despontou uma nova primavera, nova luz e todos os perfumes. Muitos dos papás e mamãs dos nossos bebés ainda não eram nascidos, mas já nasceram em Liberdade. 50 anos depois, convidando os seus avós, os bebés convocam-nos agora para celebrar, com as canções de 1974, a liberdade que se alimenta gesto a gesto, abraço a abraço, palavra a palavra. Será com a família MUSICALMENTE mais chegada que daremos e receberemos os colos sonoros dos nossos e nossas bebés.

Yábabáp Báp Livre
Liiiiii Verdade

Ficha artística:

José Lopes – Saxofone alto, soprano e cavaquinho
Pedro Santos – Acordeão
Alberto Roque – Saxofone barítono e direção musical
Isabel Catarino – Voz
Inesa Markava – Voz e movimento
Paulo Lameiro – Voz e direção artística

“Nas asas de um Uirápuru” – com Inesa Markava

  • Data e horários: 19 de maio de 2024 | 10h e 11h30
  • Local: Centro Cultural Olga Cadaval
  • Classificação Etária: Todos os públicos; Bebés até 36 meses
  • Duração: 45 minutos

Sinopse:

Yábabáp Báp
Uuuuuuiiir

Na floresta amazónica há bebés de incontáveis seres vivos. Nas plantas, e especialmente nas árvores, encontram-se os mais impressionantes. Mas nas aves, nessas encontramos seguramente os mais belos e preciosos seres da liberdade. A Inesa, que sempre busca o belo, lá encontrou um pequeno anjo voador que se pinta das cores dos sonhos. Chama-se Uirápuru, e, como a Inesa, encanta-nos com os seus movimentos e palavras feitas de braços e mãos que desenham poesia.

Uuuuuuuui
Uirapuruuuuu

Ficha artística:

José Lopes – Saxofone alto, soprano e cavaquinho
Pedro Santos – Acordeão
Alberto Roque – Saxofone barítono e direção musical
Isabel Catarino – Voz
Inesa Markava – Voz e movimento
Paulo Lameiro – Voz e direção artística

“Vibrações”

  • Data e horários: 21 de julho de 2024 | 10h e 11h30
  • Local: Centro Cultural Olga Cadaval
  • Classificação Etária: Todos os públicos; Bebés até 36 meses
  • Duração: 45 minutos

Sinopse:

Yábabáp Bá
Pfrrutchhhhh

Vive o que vibra, logo, vive o que soa. É no calor e conforto do ventre materno, quando ainda não sabemos ser aquele
somente o primeiro dos ninhos, que nos damos conta de nós e dos outros por vibrações. O Marco guarda essas memórias intrauterinas mais intensamente que o comum dos mortais. Por isso procura sons e corpos vibrantes onde os bebés matam a curiosidade, e nunca se cansa de procurar a música nos sons que voam livremente. Qual será a surpresa que desta vez preparou para nós?

Yábabáp Bá
Pfrrutchhhhh

Ficha artística:

Alberto Roque – Direção musical e saxofone barítono;
José Lopes – Saxofone alto, soprano e cavaquinho;
Pedro Santos – Acordeão;
Isabel Catarino – Voz;
Inesa Markava – Voz e movimento;
Paulo Lameiro – Voz e Direção artística;
Marco Fernandes  – Percussão (solista convidado).

“Abraçar uma alma escondida”

  • Data e horários: 15 de setembro de 2024 | 10h e 11h30
  • Local: Centro Cultural Olga Cadaval
  • Classificação Etária: Todos os públicos; Bebés até 36 meses
  • Duração: 45 minutos

Sinopse:

Yábabáp Bá
Abraaaaa

Quando abraçamos um bebé, mais ou menos nosso, abraçamos todo o mundo. Pode ser tudo aquele pequeno ser que se abandona aos nossos braços. Jardineiro, Poeta, Inventor, e até fazedor de almas. Sim almas, aqueles pauzinhos que vibram e fazem vibrar, escondidos entre as costas e os tampos de alguns instrumentos de corda. A Raquel tem duas almas, pelo menos. A que a habita dentro de si, e aquela outra que abraça dentro do seu violoncelo. Ficam felizes os bebés de todas as idades ao contemplar como o violoncelo da Raquel se deixa livremente amar no seu abraço, e nos carinhosos e enérgicos afagos de seus dedos. Mmmmmm

Yábabáp Bá
Abraçuuuuuuu

Ficha artística:

Alberto Roque – Direção musical e saxofone barítono;
José Lopes – Saxofone alto, soprano e cavaquinho;
Pedro Santos – Acordeão;
Isabel Catarino – Voz;
Inesa Markava – Voz e movimento;
Paulo Lameiro – Voz e Direção artística;
Raquel Reis  – Violoncelo (solista convidado).

“Livre pelas palavras” – com Luísa Sobral

  • Data e horários: 20 de outubro de 2024 | 10h e 11h30
  • Local: Centro Cultural Olga Cadaval
  • Classificação Etária: Todos os públicos; Bebés até 36 meses
  • Duração: 45 minutos

Sinopse:

Yábabáp Bá
Brrrrrrrr

Ái ái ái que vem lá a Luísa outra vez.
Os bebés não sabem quem é a Luísa Sobral, e as mães, que o sabem, pouco se importam com esse desconhecimento. Mas a Luísa, a cada nova canção, empodera as palavras com tal energia que os olhos se esbugalham e as babas não se seguram. Que ser é aquele de cabelos de oiro ao vento, que gatinha em palco como uma aranha, e que deixa os bebés com vontade de subir pelas suas palavras? De que alfobres nascem canções gigantes e pequeninas, que tocam os corações e mentes de pais e mães, aveludam os olhares dos avós, e despertam sementeiras de sonhos nos bebés?

Yábabáp Bá
Pshhhhhhh

Ficha artística:

Alberto Roque – Direção musical e saxofone barítono;
José Lopes – Saxofone alto, soprano e cavaquinho;
Pedro Santos – Acordeão;
Isabel Catarino – Voz;
Inesa Markava – Voz e movimento;
Paulo Lameiro – Voz e Direção artística;
Luísa Sobral  – Voz (solista convidado).

“Totalmente Nós” – com SURMA

  • Data e horários: 17 de novembro de 2024 | 10h e 11h30
  • Local: Centro Cultural Olga Cadaval
  • Classificação Etária: Todos os públicos; Bebés até 36 meses
  • Duração: 45 minutos

Sinopse:

Yábabáp Bá
Ssssssuuuuu

A SURMA é a Débora, e a Débora é a SURMA. Ambas foram bebés, a Débora primeiro, mas as duas encontraram a liberdade na Música que jorrava das suas fontes escondidas. As palavras que aprenderam da língua materna não lhes abriam caminhos suficientemente livres, por isso inventaram uma nova língua, um novo alfabeto de letras, palavras e sons que permite falar com pedras e astros, folhas e flores, luz e escuridão, novo e conhecido, aves e peixes, bebés pequeninos e grandes de todos os continentes. Quão preciosos e mágicos os diálogos cantados entre Surma e bebés.

Yábabáp Bá
Suuuuurmaaaaa

Ficha artística:

Alberto Roque – Direção musical e saxofone barítono;
José Lopes – Saxofone alto, soprano e cavaquinho;
Pedro Santos – Acordeão;
Isabel Catarino – Voz;
Inesa Markava – Voz e movimento;
Paulo Lameiro – Voz e Direção artística;
Débora Umbelino  – Electrónica (solista convidado).

“Iluminar Futuros” – com Coro Schola no Coração

  • Data e horários: 15 de dezembro de 2024 | 10h e 11h30
  • Local: Centro Cultural Olga Cadaval
  • Classificação Etária: Todos os públicos; Bebés até 36 meses
  • Duração: 45 minutos

Sinopse:

Yábabap Bá
Brrrrrrreee

Tantos bebééééééés a cantar. Parecem pirilampos. Pirilampos gigantes que
carregaram no Pinhal das Artes os seus corpos de Luz, e agora abrem alamedas de luar
por onde passam. Voam em roda e em linha, gatinham em quadrado e todas as outras
formas, mas iluminam mais quando cantam livremente por entre bebés, almofadas,
babetes e chupetas. Já foram um coro infantil, quando os Concertos para Bebés ainda
não tinham 25 anos de idade. Agora alguns já são mães e pais, mas continuam
Pirilampos que bailam livremente rumo ao escuro.

Yábabáp Bá
Prrrrresépio

Ficha Artística:

Alberto Roque – Direção musical e saxofone barítono;
José Lopes – Saxofone alto, soprano e cavaquinho;
Pedro Santos – Acordeão;
Isabel Catarino – Voz;
Inesa Markava – Voz e movimento;
Paulo Lameiro – Voz e Direção artística;
Coro Schola no Coração  – Voz (solistas convidados).

Também lhe pode interessar:

2 comentários em “Concertos para Bebés em Sintra

  1. Carolina Guerra Setembro 10, 2020

    O artigo seria útil se estivesse atualizado. Segundo o site do CCOC, todos os concertos foram cancelados devido à pandemia.

    1. Dani Gonçalves - Equipa Pumpkin Setembro 10, 2020

      Obrigada pela nota, Carolina.
      Estamos a tratar de fazer as alterações o mais depressa possível.

      Saudações abobrinhas

Este artigo foi útil para si?

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (No Ratings Yet)
Loading...

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

<