Outubro ao rubro no Teatro-Estúdio António Assunção - Pumpkin.pt

Outubro ao rubro no Teatro-Estúdio António Assunção

tetro estudio

Atividades e espetáculos não faltam no Teatro-Estúdio António Assunção durante o mês de Outubro!

Exposição

Com o propósito de entrecruzar linguagens artísticas, o Teatro Extremo, em parceria com o projeto Cidadão Exemplar, promove no foyer do Teatro-Estúdio António Assunção um espaço para exposições de artistas emergentes e consagrados

O Legado – Artes Plásticas e Visuais

Luís Miranda, José Julião, Rui Silvares . Cidadão Exemplar/Teatro Extremo

O Cidadão Exemplar é um esteta, aprecia a plasticidade da caca de pombo; investe horas de vida no Facebook mas não papa fake news; procura o diálogo frutuoso porque quem não se rala consente; é marxista, fação Groucho. O Cidadão Exemplar combate a ignorância e luta contra a estupidez. O Cidadão Exemplar é um exemplo!

Mais Informações:

Data: 4 de Setembro a 31 de Outubro – Quarta a Sábado, 14h30-18h30 | Quarta e Quinta, 20h-23h

Entrada Gratuíta.

Espetáculos

Caminhos de PanTeatro Estúdio Fontenova

5 A.C. aprox., uma família da Nazaré com um bebé foge de Belém para o Egipto. 1212 D.C., milhares de crianças cristãs Europeias tentam cruzar a Europa e África para conquistar a Terra Sagrada aos Muçulmanos. 1939 D.C. milhares de crianças, na sua maioria Judias, são transportadas da Alemanha, Áustria, Checoslováquia, Polónia para países como França, Bélgica ou Reino Unido. 2017 D.C. aprox. um milhão de crianças procuram asilo na União Europeia. Fugir, procurar, cruzar, transportar, refugiar em procura de algo melhor, a sua Terra do Nunca. Nesta performance, bebemos da(s) história(s) de fuga, a partir de ―”A Cruzada das Crianças”, de Marcel Schwob, como fio condutor.

Mais Informações:

Performance – Maiores /12

Duração – 35 minutos

Datas e Horário – 2 e 3 de Outubro, Sexta e Sábado às 21H30

Marcação prévia. Sujeito á lotação da sala.

Preçário: 7,50€ – Adultos; 5€- Jovens, seniores, profissionais do espetáculo e grupos a partir de 3 pessoas.

A Estrada – A Lagarto Amarelo

Embora Jack London tenha vivido entre 1876/1916, não podemos considerar a sua obra desactualizada ou fora de tempo. As suas questões permanecem não só relacionadas com o seu tempo político-económico e social mas também e sobretudo ligadas à questão da sobrevivência do indivíduo em qualquer enquadramento.

Não temos nós hoje, não teremos sempre, pessoas ou povos que por motivos vários deambulam errantes no mundo? Não atravessamos neste momento uma revolução tecnológica que por sua vez cria uma nova crise laboral? Não temos nós na actualidade vários eventos políticos e económicos que obrigam a uma fuga e corrida permanente para a subsistência? Esta contemporaneidade intrínseca na obra de Jack London obriga-nos a uma reflexão sobre o novo lugar do Homem no seu meio ambiente e levanta questões que nos permite considerá-la significativa e contextualizada nos dias de hoje em qualquer parte do mundo.

Mais Informações:

Datas e Horários: 9 e 10 de Outubro, Sexta e Sábado às 21h30

Idades: M/12

Duração: 60’

Marcação prévia. Sujeito á lotação da sala.

Preçário: 7,50€ – Adultos; 5€- Jovens, seniores, profissionais do espetáculo e grupos a partir de 3 pessoas.

Consultem todos os espetáculos para que não percam nenhum! 🙂

Também vos pode interessar:

Este artigo foi útil para si?

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (No Ratings Yet)
Loading...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *