Família > Agenda Família > Música, Teatro e Filmes

Alice no País das Maravilhas no Teatro Nacional de São João

Alice no País das Maravilhas Teatro Nacional São João

Alice no País das Maravilhas pode ser vista entre 30 de janeiro e 10 de fevereiro no Teatro Nacional de São João, que se torna num palco do nonsense de Alice!

Alice no País das Maravilhas, a obra infantil mais conhecida de Charles Lutwidge Dodgson – sob o pseudónimo de Lewis Carroll – e também uma das obras mais célebres do género do nonsense e do absurdo, chega agora ao palco do Teatro Nacional São João entre os dias 30 de janeiro e 10 de fevereiro.

Publicada em 1865, muitos consideram a obra como um retrato crítico da Inglaterra Vitoriana, já que a linguagem de libertação contraria de certa forma a rigidez social que imperava nesta época.

A estória de Carroll – que foi adaptada por Ricardo Neves-Neves – apresenta uma menina chamada Alice que, atraída pela sua curiosidade, cai numa toca de coelho e é transportada para um lugar fantástico com criaturas peculiares, como o Chapeleiro Louco, a Rainha de Copas ou o Gato de Cheshire. Por estar muito associada ao mundo dos sonhos e ter várias referências matemáticas e linguísticas como os enigmas, a obra acabou por ganhar muita popularidade junto das crianças e dos adultos.

Alice no País das Maravilhas Chapeleiro

Ao longo da sua travessia pela wonderland, Alice pergunta constantemente “Quem sou eu?”. Por isso mesmo, para potenciar este questionamento e maravilhamento, Maria João Luís e Ricardo Neves-Neves propõem uma representação da personagem por “um coro heterogéneo que, através da palavra falada e cantada, assume diferentes formas, ritmos e estados de espírito”. Ao longo do espetáculo, esta “massa” de atores/cantores transforma o espaço do palco num lugar fantástico onde é possível ser-se livre.

Alice no País das Maravilhas é uma produção Teatro da Terra e Teatro do Elétrico, em coprodução com o TNDMII, o Cine-Teatro Louletano e o TNSJ. Do elenco fazem parte mais de duas dezenas de atores, com destaque para a jovem Beatriz Frazão e onde se inclui a encenadora Maria João Luís – que interpretam Alice e o Chapeleiro Louco, respetivamente.

O espetáculo pode ser visto à quarta-feira e sábado, às 19h00; na quinta e sexta-feira, às 21h00; e no domingo, às 16h00.

Excecionalmente, a récita de 30 de janeiro acontece às 21h00. No dia 7 de fevereiro está agendada uma sessão para escolas, às 15h00.

O preço dos bilhetes varia entre os 7,50 e os 16 euros.

Atividades paralelas que “prolongam” o mundo do absurdo:

No dia 1 de fevereiro está prevista uma conversa pós-espetáculo entre o público e a equipa artística de Alice no País das Maravilhas. Já no dia seguinte, 2 de fevereiro, o TNSJ organiza uma oficina de babysitting onde os pais (ou educadores) podem deixar as crianças enquanto assistem à peça. A atividade – que dá “carta-branca” para os mais pequenos fazerem aquilo que mais lhes apetece – é para maiores de quatro anos e o valor da inscrição é de 2,50 euros.

  • Preço: 7,50 e os 16 euros.

Se encontrar alguma incorreção contacte-nos por favor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *