Família > Agenda Família

Fevereiro traz duas novas exposições e atividades ao MAAT

MAAT Novas exposições Dimensões Variáveis e Arquivo e Democracia

O MAAT estreia duas novas exposições e propõem atividades que prometem agradar a todos, desde os bebés aos pais

Novidades MAAT: MAAT estreia duas exposições no dia 8 de Fevereiro!!!

Dimensões Variáveis

Vários Artistas

Discussão e reflexão sobre a relação entre arte e arquitetura.

8 de fevereiro a 22 de março

Central Tejo

Arquivo e Democracia

José Maçãs de Carvalho

Video Still

8 de fevereiro a 24 de abril

Central Tejo

 

Exposição “Dimensões Variáveis”

Curadoria: Gregory Lang e Inês Grosso

Autor: Vários

Tipologia: Escultura

Espaço: MAAT Central Tejo

Sinopse: “Dimensões Variáveis” é um termo descritivo muito utilizado nas legendas de obras de arte, especialmente no campo da arte contemporânea, mas de uso raro no domínio da arquitetura, no qual as dimensões são construídas, logo definidas, por natureza. A exposição propõe um novo olhar e inventa novos diálogos sobre esta relação entre artistas e arquitetura.

 

Serviço Educativo associado à exposição:

Oficinas Criativas| “O Amarelo Escondido na Mão”| 11 de Março | 16h-17h:

Oficinas Criativas| “O Amarelo Escondido na Mão”| 22 de Abril | 16h-17h:

Cores que podemos cheirar, sons que podemos espreitar, formas que se fazem escutar, texturas que crescem nas nossas mãos. Esta oficina pretende ser um lugar de descoberta e criação em família, um convite à exploração sensorial a partir da exposição Dimensões Variáveis. Cores, formas, sons, texturas, aromas, volumes e movimentos são peças de um puzzle que ocupará o espaço numa construção coletiva.

Oficina sensorial para bebés dos 18 aos 36 meses com Maria João Pacheco.

 

 

Exposição “Arquivo e Democracia”

Curadoria: Ana Rito

Autor: José Maçãs de Carvalho

Tipologia: Video Still

Espaço: MAAT Central Tejo

Sinopse: A exposição documenta um acontecimento protagonizado por uma comunidade de empregadas domésticas que se reúnem nas ruas do centro de Hong Kong. Habitando-as como se de uma casa ou um quarto se tratassem, fazem coincidir o espaço público com o espaço privado. São mulheres filipinas e vivem em casa dos seus empregadores. Trabalham 6 dias por semana. Ao domingo, por ser dia de folga e porque não lhes permitem que permaneçam em casa, passam o dia na cidade, ocupando ruas e praças importantes da Central District, uma zona de comércio de luxo.

Serviço Educativo associado à exposição:

  • Visitas Orientadas| 18 de Fevereiro | 17h: Visita comentada à exposição Arquivo e Democracia com o artista José Maçãs de Carvalho e a curadora Ana Rito.
  • Evento| 18 de Março | 16h: Conversa em torno da exposição Arquivo e Democracia com José Bragança de Miranda e Gonçalo M. Tavares e lançamento do livro Arquivo, Imagem, Pensamento, com textos de Ana Rito, Adelaide Ginga, Pedro Pousada e Teresa Cruz.
  • Curso Playground – Dispositivos de (in) visibilidade | 1 e 8 de Abril (2 dias – 4h+4h) | 14H30 – 18H30: O presente curso pretende perspetivar e comentar diferentes noções de palco e de ecrã, plasticizando e definindo uma zona de contacto que se concretiza no espaço expositivo e, mais especificamente, na experiência de vídeo-instalação. A sua estrutura é constituída por quatro capítulos: a genealogia dos ecrãs, as suas superfícies e dispositivos; o avesso das imagens (móveis e fixas); o corpo do filme; e as dinâmicas do espectador e a “performance para a câmara”. Curso teórico de vídeo-instalação com Ana Rito e José Maçãs de Carvalho.

Visitas Orientadas “Memórias da Democracia” | 22 de Abril | 17h: Nesta visita, propõe-se descobrir as estratégias, os processos criativos e os “pontos de vista” que José Maçãs de Carvalho registou sobre uma comunidade de mulheres filipinas em Hong Kong, os seus hábitos coletivos e a sua relação com o espaço público. Através de um olhar distanciado (geograficamente) mas simultaneamente próximo de todos nós, o artista questiona a cidade como metáfora da condição humana. Uma visita com Renato Santos.