Escolas > Notícias para escolas > Passatempos e iniciativas

Geração Depositrão: consciência ambiental desde sempre!

escola geração depositrão

A Geração Depositrão é uma iniciativa da ERP Portugal - European Recycling Platform que promove as boas práticas ambientais junto dos mais novos.

O que é a Geração Depositrão?

Este projecto de sensibilização ambiental envolve centenas de milhares de crianças e, na última década, permitiu o correcto encaminhamento de mais de 2 mil toneladas de REEE (Resíduos de Equipamentos Elétricos e Eletrónicos) e Resíduos de Pilhas e Acumuladores (RP&A).

Só na última edição as mais de 900 escolas do País que participaram na 10º edição do projeto recolheram 460 toneladas de resíduos eletrónicos e pilhas em fim de vida, um aumento de 11% face à edição anterior.

A Geração Depositrão desafia as escolas a realizarem atividades de sensibilização para a deposição correta dos REEE e pilhas em fim de vida, passando as escolas a funcionar como ponto de recolha na sua zona envolvente. As escolas poderão, ainda, participar num conjunto de desafios incluídos nas atividades criativas.

No ano em que a Geração Depositrão comemorou a primeira década em funcionamento consecutivo no terreno, participaram mais de 900 Eco-Escolas, o que correspondeu ao envolvimento de mais de 420 mil alunos e 45 mil professores, unidos na missão de garantir a recolha de REEE (Resíduos de Equipamentos Elétricos e Eletrónicos) e RP&A (Resíduos de Pilhas e Acumuladores) e o seu correto encaminhamento para reciclagem.

O balanço final desta edição resultou na seleção das cinco escolas que recolheram mais peso total e outras cinco escolas que encaminharam para reciclagem o maior peso de resíduos por aluno.

Como participar na Geração Depositrão?

Carga Máxima

 

As escolas que quiserem participar na próxima edição devem inscrever-se no site da Geração Depositrão.

Lisboa lidera a 11ª edição da Geração Depositrão

Já são conhecidos os resultados da 1ª fase da 11ª edição da Geração Depositrão. Só no primeiro período do ano letivo foram recolhidas mais de 133 toneladas de equipamentos elétricos e eletrónicos e pilhas em fim de vida, em todo o país.

Num contexto nacional, o distrito de Lisboa ocupa o 1º lugar no ranking do peso recolhido, com mais de 24 000 kg de resíduos, com especial destaque para a Escola Superior de Tecnologia da Saúde de Lisboa, onde foram recolhidas mais de 8500 kg de resíduos. Esta conquista deu origem à oferta de um projetor portátil da marca LG, marca parceira desta iniciativa no âmbito das suas ações de responsabilidade ambiental e social.

Para além desta escola, fazem parte do top 5 do ranking: a EBI/S Cardeal Costa Nunes (Região Autónoma dos Açores), Escola Secundária de Ponte de Sor (Distrito de Portalegre), EB23 Damião de Odemira (Distrito de Beja), com mais de 7000 kg; e o Centro Escolar de Alcobaça (Distrito de Leiria), que ultrapassou os 5500 kg de resíduos recolhidos.

Filipa Moita, responsável de comunicação da ERP Portugal, sublinha que “as escolas continuam empenhadas nesta recolha de pilhas e equipamentos elétricos e eletrónicos em fim de vida, garantindo o seu tratamento e reciclagem. Temos sentido um aumento sólido dos volumes recolhidos, bem como a forte adesão da população a este desafio, que concentra o esforço de escolas e entidades/empresas que participam nesta recolha. A Geração Depositrão continuará no terreno a mobilizar comportamentos e alertar a população para a necessidade e importância de deposição seletiva destes resíduos”.

ERP Portugal

A ERP Portugal aposta em diversas iniciativas de informação e sensibilização com o objectivo de esclarecer a população quanto à importância da reciclagem de REEE (Resíduos de Equipamentos Eléctricos e Electrónicos) e RP&A (Resíduos de Pilhas e Acumuladores).

Desde o início da sua actividade que o posicionamento da entidade gestora tem sido baseado em acções/campanhas no terreno, promotoras de um contacto directo com os diversos grupos de target, visando a introdução de valores, indutores de atitudes que, por sua vez, se traduzem em comportamentos ambientais correctos, tais como a utilização do Depositrão como canal adequado para o encaminhamento destes resíduos.

O papel de todos nós é crucial neste processo, já que nos cabe a responsabilidade de dar o devido destino aos resíduos que produzimos, passo que dita (ou não) o seu tratamento. Tanto os equipamentos como as pilhas em fim de vida são compostos por substâncias nocivas para a nossa saúde e para o Ambiente, entre as quais o mercúrio presente nas lâmpadas fluorescentes ou os gases CFC dos frigoríficos ou, ainda, o cádmio que figura nas pilhas.Deste modo, é necessário criar mecanismos facilitadores do comportamento do consumidor, nomeadamente, através da criação de pontos de recolha capilar, próximos e acessíveis à população.

É neste enquadramento que vivem diversas iniciativas da ERP Portugal, por exemplo acções de sensibilização nos pontos de venda de equipamentos e pilhas e a campanha Geração Depositrão, no terreno há 10 anos consecutivos.

Se encontrar alguma incorreção contacte-nos por favor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *