Magda Gomes Dias: A Parentalidade Positiva ainda vai dar que falar - e bem! - Pumpkin.pt

Magda Gomes Dias: A Parentalidade Positiva ainda vai dar que falar – e bem!

Magda Gomes Dias: Parentalidade Positiva ainda vai dar falar - bem

A Parentalidade Positiva é um conceito cada vez mais em voga. Mas como aprender Parentalidade Positiva? E o que é? Basicamente, educar os filhos sem palmadas, castigos, humilhações ou subornos. O objectivo? Relações com significado e crianças felizes! A Magda Gomes Dias é a autora do blogue Mum’s the boss e do site Parentalidade Positiva. É coach e formadora nas áreas comportamentais e comunicacionais há mais de 12 anos. É ela quem nos fala nesta entrevista sobre o seu novo projecto, uma Escola da Parentalidade  e Educação Positivas, e da sua pós-graduação, que se celebrará proximamente nos dias 17, 18 e 19 de Fevereiro, e 17, 18 e 19 de Março, no Porto. 

Magda, fala-nos mais sobre este teu novo projecto que é a Escola da Parentalidade e Educação Positivas.

A Escola da Parentalidade é uma escola que tem como objectivo máximo levar felicidade às famílias e às instituições que trabalhem diretamente com elas.

Como é que fazemos isto?

De várias formas:

– através de ações de formação gerais, presenciais ou à distância, direccionadas para pais mas também outras pessoas com interesse nos temas;

– através de formações mais específicas, como a nossa Pós-Graduação especialmente desenhadas para profissionais como professores, médicos, enfermeiros, técnicos, auxiliares;

– através de ações diretas em escolas, empresas e outras instituições, levando a parentalidade e a educação positivas mais longe. E estas instituições não têm de ser da área;

– através do nosso serviço de Coaching e Aconselhamento Parental e também de mentoring a quem já passou por nós;

– e finalmente através das nossas publicações – quer em imprensa escrita, internet ou mesmo livros.

E és só tu ou tens uma equipa?

Existe uma equipa e estou muito feliz por termos dado este passo enorme! Temos formadores especialistas a trabalharem connosco em áreas muito distintas. Já iniciámos as formações em Mediação de Conflitos e estamos a agendar as próximas. Por outro lado, todas as pessoas que se formem na Pós-Graduação são potenciais formadores da Escola, uma vez que necessitamos de dar resposta às várias intervenções para as quais temos sido solicitados. E todas as pessoas que passaram pela Pós-Graduação estão em condições de o fazer.

Ao fim deste primeiro período de atividade, o que podes dizer sobre a abertura desta Escola?

Posso dizer que superou imensamente as expectativas de toda a equipa e continua a fazê-lo. O interesse pelo tema é muito grande e as ferramentas que os participantes adquirem nas formações são tão práticas que os deixam muito satisfeitos e, acima de tudo, muito confiantes. Uma aluna há pouco tempo escreveu-me a dizer que há um antes e um depois da ação e que há coisas que nunca mais verá da mesma forma como também há uma nova forma, muito consistente de fazer as coisas. E isso enche-nos de alegria e orgulho.

Qual é a grande mais valia para quem participa na pós-graduação?

Há imensos pontos positivos.

Em primeiro lugar, a rede de contactos que se cria e que potencia, desde logo, toda a ação.

Depois, e reforço sempre este aspecto, o carácter prático e sustentado da Pós-Graduação. Sai-se a saber fazer e é aqui que reside o meu foco. As pessoas têm de sair aptas a saberem aplicar as ferramentas.

Finalmente, nasce o ‘bichinho’ do tema e é incrível a energia que o conjunto de pessoas que estamos a formar tem. Este modelo ainda vai dar que falar – e bem – em breve!       

E para além destes temas, podemos encontrar novos formatos, outros assuntos?

Claro! Aliás, é justamente para e por isso que a Escola da Parentalidade nasce. Para criar mais valias nesta área. Já iniciamos ações em Mediação Escolar, em Mediação Familiar, vamos ter outra em breve na área da Inteligência Emocional e faremos cada vez mais formação à distância. Queremos entregar formação de grande grande qualidade – não nos interessa fazer muita formação e sim formação rigorosa, séria e prática, que ensine a fazer e a provocar melhorias na vida das pessoas. Este é o nosso maior objectivo.

E para quem não te conhece, podes-nos falar um pouco sobre a tua formação e do teu percurso anterior à criação do blog?

O blogue surgiu em 2010, cerca de um ano depois de a minha filha mais velha ter nascido e veio responder à minha necessidade de partilhar o que de mais atual e prático havia na área da parentalidade. Já tinha 2 blogues na altura, pouco explorados, é certo, e por isso pareceu-me um veículo interessante para chegar a mais pessoas.

Eu trabalhava desde 2002 nas áreas do desenvolvimento pessoal que explorava com ferramentas como a inteligência emocional, o coaching e a comunicação não violenta. Na altura em que estava a pensar ter filhos perguntei-me como é que poderia aplicar tudo aquilo que eu sabia – no mundo dos adultos – nas crianças. E foi assim que comecei a estudar mais sobre o tema da parentalidade, me certifiquei na área e nasce o blogue.

E quem não quiser frequentar uma formação e tiver uma situação específica a resolver, como pode fazer?

As sessões de Coaching e Aconselhamento são a resposta. Podemos fazer à distância, num sistema de skype ou conference call ou presencialmente. Bastam poucas sessões para resultados incríveis. Trabalhamos temas como a questão da autoridade, a auto-estima da criança, a chegada de um irmão, a comunicação de um divorcio, ou seja, todas as situações que necessitem de um determinado apoio. Sabes, na verdade, o que desejamos é dar as ferramentas aos pais para que, numa situação semelhante no futuro possam resolvê-la sozinha.

E o blogue, onde fica?

O blogue é para continuar! E espero escrever mais e mais!

 

Mais informação no site da Pós-Graduação ou através do e-mail, em [email protected]. Pode também consultar o programa completo aqui

Este artigo foi útil para si?

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (No Ratings Yet)
Loading...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *