Greve dos professores: Conheçam as primeiras datas! - Pumpkin.pt

Greve dos professores: Conheçam as primeiras datas!

greve dos professores - Avel Chuklanov Unsplash

Com a chegada de mais um ano letivo, chegam também as reivindicações dos profissionais da educação. Saibam tudo sobre as próximas greves aqui!

Para estes dias, aconselhamos os pais a apontar já os dias na agenda e pedirem ajuda aos avós, irmãos ou amigos!

Como avançou o Jornal Económico, o sindicato dos professores vai entregar esta sexta-feira, dia 21 de setembro, o pré-aviso da primeira greve dos professores, no Ministério da Educação.

A primeira greve dos professores deste ano letivo está marcada para a primeira semana de outubro, entre o dia 1 e o dia 4 de outubro. Como tem vindo a acontecer, cada um destes quatro dias corresponde a uma paralisação numa região específica do país.

Arranca já no dia 1 de outubro na região da Grande Lisboa, abrangendo os distritos de Lisboa, Setúbal e Santarém. No dia seguinte, 2 de outubro, são os docentes da região do Alentejo e do Algarve que protestam. Dia 3 de setembro, a paralisação chega ao Centro do país e, por fim, no dia 4 de outubro é a greve dos professores na região Norte e no arquipélago dos Açores.

No entanto, os protestos não se ficam por aqui. No dia 5 de outubro, dia em que se comemora a Implantação da República e o Dia Mundial do Professor, está marcada uma manifestação que promete agitar a capital portuguesa.

O motivo desta paralisação é a reivindicação da contabilização dos anos de trabalho em que a progressão da carreira esteve congelada (9 anos, 4 meses e 2 dias). As dez estruturas sindicais (ASPL, Fenprof, FNE, Pró-Ordem, SEPLEU, SINAPE, SINDEP, SIPE, SIPPEB e SPLIU) não aceitam a proposta do Governo, que consiste em atribuir, a partir de dia 1 de janeiro de 2019, aos docentes do ensino básico e secundário que tiveram a progressão de carreira congelada entre 2011 e 2017, uma bonificação de 2 anos, 9 meses e 18 dias (de salário) para o escalão para o qual irão progredir a partir daquela data.

Pode ler-se no site da  Federação Nacional dos Professores (FENPROF) que”os professores e educadores exigem que o governo honre o compromisso que assumiu, cumpra a lei e respeite a Assembleia da República, ou seja, negocie o prazo e o modo de recuperar todo o tempo de serviço que cumpriram”.

Este artigo foi útil para si?

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (No Ratings Yet)
Loading...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *