Programa Educativo da Fundação Portuguesa das Comunicações | Museu das Comunicações - Pumpkin.pt

Programa Educativo da Fundação Portuguesa das Comunicações | Museu das Comunicações

Museu das Comunicações

O Serviço Educativo promove atividades tendo em atenção os currículos escolares, ações de formação aos professores, entre outras.

O Serviço Educativo da FPC | Museu das Comunicações desenvolve programas de ação pedagógica e percursos temáticos, em formato de atelier ou oficina, que pretendem estimular a interação com o objeto museológico e a interpretação dos diversos núcleos expositivos, bem como estabelecer uma relação efetiva entre público e património.

Interagindo com o público escolar – o berçário e creche, o pré-escolar, os três ciclos do ensino básico, o ensino secundário e o profissional, numa atitude de parceria e troca de saberes, são propostas atividades complementares ao programa escolar. É objetivo do Serviço Educativo do Museu garantir um espaço de conceção e partilha de ideias, em conjunto com os docentes e as escolas, na produção de atividades ajustadas aos programas e alunos.

Para o público familiar, que tem vindo a ganhar uma expressão cada vez maior dentro da programação do Serviço Educativo, há atividades pensadas para reforçar a comunicação entre as crianças e os seus educadores, criando momentos lúdicos de partilha entre gerações, incentivando, em simultâneo, a interpretação, a aprendizagem e a criatividade.

Podem consultar o programa do Serviço Educativo da Fundação Portuguesa das Comunicações | Museu das Comunicações em pdf ou no seu site. Podem ver também abaixo o programa educativo para este ano letivo, da creche ao 3ºCiclo..

Para marcação de visitas guiadas, ateliês, oficinas pedagógicas e trabalhos de projeto, contactar:

Fundação Portuguesa das Comunicações

Rua do Instituto Industrial, nº 16

1200-225 Lisboa

Tel: 213 935 000
E-mail: [email protected]

Nota: Muitas das atividades desenvolvidas no Museu das Comunicações estão integradas no “Passaporte Escolar” da Câmara Municipal de Lisboa.

Programa Educativo

BEBÉS: BERÇÁRIO E CRECHE

Atividades dirigidas ao público escolar em contexto de berçário e creche, que promovem o desenvolvimento de competências sociais, cognitivas e motoras, através da dinamização teatral e da exploração artística e rítmica, de uma história original criada a partir das coleções do museu.

ATIVIDADES PRESENCIAIS

Competências-chave de todas as atividades: coordenação motora, estímulo sensorial, interação com pares e educadores.

A galope pelos trilhos da Mala-Posta *

Horas e dias a fio a galopar, há cartas importantes para entregar. Esta atividade é uma viagem pelos trilhos, peripécias e aventuras da carruagem da Mala-Posta, onde vamos conhecer o amigo Godofredo que nos conta histórias de fazer cair o queixo.

Avião Intrépido *

O Godofredo adora aviões. Nesta viagem vamos acompanhá-lo numa aventura que nos leva para lá da estratosfera para conhecermos estrelas e planetas.

Árvores do Correio *

Há árvores que guardam correio? Algumas até escrevem cartas entre si quando querem comunicar. Uma história onde se descobre que a comunicação não acontece apenas entre os humanos.

Viagem ao fundo do mar *

O que vive no fundo do mar? Os cabos submarinos do Museu das Comunicações sabem tudo sobre o fundo do mar e contam histórias muito divertidas sobre peixes, algas e até tesouros perdidos.

Atividades que podem decorrer na escola/creche/ATL ou instituição, desde que esta se situe no concelho de Lisboa.


PRÉ-ESCOLAR

Visitas guiadas às exposições patentes

Horários: 2ª a 6ª feira – 10:30, 12:00, 14:30, 16:00

Oficinas pedagógicas

A promoção da literacia digital em idade pré-escolar é um dos princípios fundamentais desta oferta educativa, que tem como pilar a promoção do pensamento computacional e desenvolvimento de competências na área da matemática, numa perspetiva de equilíbrio saudável entre a esfera do digital e do analógico.

ATIVIDADES PRESENCIAIS

Monstros de Ferro *

Estes monstros de ferro são assustadores: gigantes e tão vermelhos que parecem sempre furiosos, com as suas bocas muito grandes. Nesta oficina são explorados os conceitos de comunicação e de meios de comunicação, numa visita ao núcleo expositivo dos Correios. Aqui promovemos o desafio de criação de um postal desenhado que depois é colocado no monstro de ferro, ou marco de correio. Um postal que irá seguir o seu percurso até ser entregue na escola, pelo carteiro.

Competências-chave: criatividade, observação e interpretação, jogo simbólico, expressão artística, paciência e perseverança.

Eu penso, o Robô dança! *

O Museu das Comunicações tem robôs que adoram dançar. Será que eles conseguem dançar sozinhos? E nós? Conseguiremos imitar um robô?
Nesta atividade de expressão e comunicação iremos explorar o desenvolvimento do pensamento computacional, dançamos ao ritmo de músicas divertidas que nos dão pistas sobre o mundo das comunicações e aprendemos a controlar um robô.

Competências-chave: introdução ao pensamento computacional, expressão motora e dramática, deslocamentos e equilíbrios, regras e cooperação.

Missão: Salvar os Oceanos *

Durante a visita ao núcleo expositivo dos Cabos Submarinos, vamos olhar para a crescente presença de poluição nos oceanos provocada por atividades humanas. No final, os alunos identificam uma mensagem que queiram comunicar sobre este tema, pintando depois uma t-shirt, onde expressam as suas preocupações ambientais. Ao vestir essa t-shirt vão contribuir para a “Missão Salvar os Oceanos”.
Esta atividade é realizada com recurso ao livro do Plano Nacional de Leitura: Plasticus Maritimus, de Ana Pêgo e Isabel Minhós Martins.

Competências-chave: observação e interpretação, literacia e expressão artística.   

Robô desenhador *

O Museu das Comunicações tem dois robôs – O Cogi e o Cubetto. Vamos conhecê-los e aprender como se controlam. Depois, construímos o nosso próprio robô com capacidade para desenhar sozinho.

Competências-chave: introdução ao pensamento computacional, cooperação, destreza fina, expressão artística.

ATIVIDADES ONLINE

Nas visitas-oficina online, os alunos fazem uma breve visita virtual às áreas expositivas do museu, através do zoom, sendo a dinâmica complementada com uma oficina. Dependendo da atividade, poderá ser necessário enviar para a escola um kit com materiais. Sugerimos, por isso, que o agendamento seja efetuado, no mínimo, com duas semanas de antecedência.

O MEU SELO ARTÍSTICO

Os alunos vão conhecer os selos do museu e criar o seu perfil como se de um selo se tratasse. Depois, usando as técnicas com as quais se sentirem mais confortáveis (desenho, colagem, pintura), vão preenchê-lo com influências de artistas bastante conhecidos.

Competências-chave: expressão artística, domínio de instrumentos e técnicas artísticas, criatividade.

Atividades que podem decorrer na escola/creche/ATL ou instituição, desde que esta se situe no concelho de Lisboa.


1.º CICLO


Visitas guiadas às exposições patentes

Horários: 2ª a 6ª feira – 10:30, 12:00, 14:30, 16:00

Oficinas pedagógicas

A par do trabalho desenvolvido em contexto escolar e familiar, as atividades dirigidas aos alunos do 1º ciclo centram-se essencialmente na exploração das tecnologias digitais nas perspetivas de literacia e entretenimento, na promoção de atividades manuais, da criatividade, da cooperação e do trabalho em equipa.

ATIVIDADES PRESENCIAIS

Robô Sabichão *
O nosso robô adora jogos e desafios. Podemos aprender matemática com balanças? E português com mapas? Nesta atividade usamos os objetos da sala dos transportes do Museu das Comunicações, peças relacionadas com as aprendizagens essenciais do plano curricular, enquanto aprendemos a programar um robô.

Competências-chave: introdução ao pensamento computacional, regras, cooperação, literacia digital e resolução de problemas.

artPOSTcom *
Introdução ao movimento de Arte Postal, em que artistas do mundo inteiro trocam cartas ou postais ilustrados com desenhos, pinturas, colagens e mensagens fora da caixa. Nesta oficina damos a conhecer este meio de comunicação e cada participante cria o seu postal para enviar a um dos seus colegas de turma. Quem sabe se este não será o primeiro de muitos?

Competências-chave: expressão escrita e artística, cooperação, criatividade e iniciativa.

A exposição ganhou vida com o Scratch *
Utilizando o software de programação Scratch Jr, criam-se histórias, personagens e sons. Mas atenção, nem todas vivem dentro do programa. O Museu das Comunicações tem muitas personagens que querem ganhar vida mas não sabem o que fazer. Passo a passo, vamos ensinar-lhes coisas simples como andar e falar.

Competências-chave: introdução ao pensamento computacional, literacia digital, pensamento lógico e criatividade.

Passa a mensagem *
O telefone está a desaparecer e para que isso não aconteça precisamos de o modernizar e reinventar. Com materiais de desperdício de comunicações iremos criar um telefone capaz de superar todas as barreiras do tempo, um telefone do futuro.

Competências-chave: criatividade, jogo simbólico, literacia digital e motricidade fina.

ATIVIDADES ONLINE

Nas visitas-oficina online, os alunos fazem uma breve visita virtual às áreas expositivas do museu, através do zoom, sendo a dinâmica complementada com uma oficina. Dependendo da atividade, poderá ser necessário enviar para a escola um kit com materiais. Sugerimos, por isso, que o agendamento seja efetuado, no mínimo, com duas semanas de antecedência.

Telefone invisível
Oficina onde fazemos uma chamada telefónica, usando um telefone invisível. Através da comunicação verbal, os diálogos vão sendo estabelecidos de forma alternada entre os alunos. Como o objetivo é passar a mensagem entre o emissor e o recetor, de forma divertida, iremos dificultar a comunicação com sons e palavras proibidas.

Competências-chave: observação e interpretação, discurso oral, concentração, paciência, criatividade e improviso.

Inscrições e mais informações: [email protected] 


2.º CICLO

Visitas guiadas às exposições patentes

Horários: 2ª a 6ª feira – 10:30, 12:00, 14:30, 16:00

Oficinas pedagógicas

Utilizamos imagens criadas pelos alunos, fontes primárias para apropriação e criação abstrata e respetiva manipulação e animação.

Através do desenho, da fotografia, do vídeo ou das tecnologias digitais, pretendemos criar espaços de liberdade artística e de experimentação, com vista à apreensão de conhecimentos concretos sobre o mundo das comunicações.

ATIVIDADES PRESENCIAIS

Postal esquisito *
Introdução ao movimento de Arte Postal, em que artistas do mundo inteiro trocam cartas ou postais ilustrados com desenhos, pinturas, colagens e mensagens fora da caixa. Nesta oficina damos a conhecer este meio de comunicação e cada participante cria o seu postal que será intervencionado por colegas. Quem sabe se este não será o primeiro de muitos?

Competências-chave: expressão escrita e artística, cooperação, criatividade e iniciativa.

Oficina de TV
Luzes, câmara, ação.
A escrita do guião, a escolha das personagens, o guarda-roupa e a definição de adereços, são processos importantes para obter um resultado de qualidade. Como é um estúdio de televisão? Nesta atividade vamos fazer um programa de TV à escolha dos participantes: apresentar notícias, um episódio de uma série, um debate, comentários a um evento, entre outros.

Competências-chave: expressão escrita e dramática, improviso, oralidade, gestão de informação, cooperação e falar em público.

Vídeo Animação *

Nesta oficina vamos falar sobre a evolução da fotografia, da televisão, do cinema, e experimentar técnicas de animação de imagem. No fim, serão capazes de criar um flipbook desenhado e um vídeo em stop motion.

Competências-chave: gestão de projeto, literacia digital, cooperação e expressão dramática e artística.

Pantomima histórica *

Uma oficina de teatro onde se abordam alguns dos momentos históricos mais importantes nas comunicações em Portugal. Através da comunicação verbal e não-verbal, ficamos a saber como evoluíram os correios e as telecomunicações ao longo dos séculos.

Competências-chave: comunicação verbal e não-verbal, oralidade e expressão dramática e artística.

ATIVIDADES ONLINE

Nas visitas-oficina online, os alunos fazem uma breve visita virtual às áreas expositivas do museu, através do zoom, sendo a dinâmica complementada com uma oficina. Dependendo da atividade, poderá ser necessário enviar para a escola um kit com materiais. Sugerimos, por isso, que o agendamento seja efetuado, no mínimo, com duas semanas de antecedência.

Manual de histórias incríveis
Esta é uma oficina de escrita de histórias a partir dos objetos do museu. Vamos falar sobre uma das técnicas que pode motivar e estimular o ato de escrever. Os alunos vão pô-la em prática ao contarem a sua história.

Competências-chave: expressão escrita, compreensão e expressão oral, criatividade, observação e interpretação.

  • Atividades que podem decorrer na escola/ATL ou instituição, desde que esta se situe no concelho de Lisboa.

3.º CICLO

Visitas guiadas às exposições patentes

Horários: 2ª a 6ª feira – 10:30, 12:00, 14:30, 16:00

Oficinas pedagógicas

A proposta pedagógica para o 3º ciclo, coloca as TIC no centro das atividades propostas: a história e evolução das TIC, os constrangimentos que levaram à invenção de novas soluções tecnológicas; as TIC como ferramenta de trabalho, a pesquisa, interpretação, tratamento e produção de informação.
Atividades experimentais ligadas à investigação das ciências naturais que tiveram impacto no desenvolvimento das comunicações.

ATIVIDADES PRESENCIAIS

Do estúdio de TV para o YouTube
Os youtubers são as novas celebridades e nesta atividade vamos perceber o que é preciso para criar vídeos para a internet. Iremos trabalhar o conceito de vídeo, escolher um tema (moda, futebol, comédia) e gravar em estúdio um programa. O formato é livre e o limite é a imaginação. Após definido o tema, escolhem-se os planos, os adereços e com a participação de todos, gravam um vídeo que depois pode ser publicado no YouTube.

Competências-chave: gestão de projeto, oralidade, expressão dramática e artística e literacia digital.

Enigma
É uma atividade com equipas de pelo menos dois elementos. Um dos elementos fica na torre de controlo e os restantes vão para o terreno, no núcleo das telecomunicações. Comunicam através de walkie-talkies. A torre de controlo vai colocando perguntas e dando pistas, enquanto a equipa que está no terreno tem que seguir as pistas e encontrar as respostas. No final do trabalho de campo, cada equipa recebe uma mensagem em código Morse para decifrar. Ganha a equipa que terminar todas as tarefas em primeiro lugar.

Competências-chave: cooperação, comunicação, orientação, resiliência e oralidade.

Vertigem: espelhos e reflexos*
É na sala “Vertigem II”, do núcleo expositivo dos Cabos Submarinos, que vamos fazer as nossas experiências. Vamos perceber como se propaga a luz, como se comporta com diferentes materiais e como estas noções se aplicam à fibra ótica utilizada nos atuais cabos submarinos.

Competências-chave: literacia científica, observação, interpretação, formulação de hipóteses e experimentação.

Mapa científico
Uma equipa de cientistas é largada na exposição “Vencer a Distância” com o objetivo de desvendar os grandes mistérios científicos ligados às comunicações. Orientados por um mapa, a equipa irá desvendar desafios relacionados com domínios científicos como o som, a luz, e a energia. Cada um dos temas será trabalhado num contexto prático, resultando na elaboração de relatórios.

Competências-chave: rigor científico, interpretação de dados, capacidade de análise, experimentação e formulação de hipóteses.

ATIVIDADES ONLINE

Nas visitas-oficina online, os alunos fazem uma breve visita virtual às áreas expositivas do museu (correios, telecomunicações ou cabos submarinos), através do zoom, sendo a dinâmica complementada com uma oficina. Dependendo da atividade, poderá ser necessário enviar para a escola um kit com materiais. Sugerimos, por isso, que o agendamento seja efetuado, no mínimo, com duas semanas de antecedência.

Poesia visual

O desafio é olhar para letras e palavras de uma forma artística. Cada aluno, através do desenho, da colagem e da pintura, vai desenvolver a sua escrita e a sua ilustração. Partindo de exemplos de poesia visual, técnica que junta a escrita com a ilustração, vão criar projetos inspirados na coleção do Museu das Comunicações.

Competências-chave: interpretação e comunicação, experimentação e criação, expressão visual e escrita.

  • Atividades que podem decorrer na escola/ATL ou instituição, desde que esta se situe no concelho de Lisboa.

Inscrições e mais informações: [email protected]

Também lhe pode interessar:

Este artigo foi útil para si?

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (No Ratings Yet)
Loading...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

<