Suporte Básico de Vida Pediátrico: o que fazer se o seu bebé não reagir?

Suporte Básico de Vida Pediátrico: o que fazer se o seu bebé não reagir?

suporte básico de vida pediátrico

Aprenda como deve atuar em caso de emergência cardiorrespiratória do bebé.

A CUF e o Barrigas de Amor partilham com a Pumpkin preciosas dicas de suporte básico de vida pediátrico para o seu bebé.

Como reagiria se encontrasse o seu bebé inanimado? Pode parecer, à primeira vista, uma hipótese cruel, mas é importante que tenha uma resposta. Afinal, saber como proceder em caso de emergência pode significar a diferença entre a vida e a morte de um bebé.

Os primeiros minutos são fulcrais numa situação de paragem cardiorrespiratória, pelo que é crucial que inicie o Suporte Básico de Vida (SBV), um conjunto de manobras destinadas a manter o bebé estável até à chegada de tratamento profissional.

Passo-a-passo do suporte básico de vida pediátrico:

Como deve, então, reagir caso se depare com um bebé inanimado?

1. Avalie as condições de segurança

Aproxime-se com cuidado do bebé, assegurando que não existe no local perigo para si, para ele ou para terceiros. Tenha particular atenção a perigos como tráfego, pisos escorregadios, intoxicações, problemas elétricos ou cheiros estranhos que possam indiciar a libertação de gás.

2. Avalie o estado de consciência

Abane suavemente as mãos ou pés do bebé e chame por ele. Se possível, chame-o pelo nome. Se responder – seja com sons ou movimentos – ligue 112.

Enquanto este não chega, vá reavaliando com frequência o seu estado de consciência. Se, por outro lado, o bebé não responder, é imperativo que não o abandone. Caso esteja sozinho, grite por ajuda e inicie, de imediato, as manobras do SBV.

3. Avalie a respiração

Verifique a existência de respiração normal através da observação dos movimentos do tórax durante pelo menos cinco segundos, mas não mais do que dez segundos.

3.1. Se respira normalmente

Coloque o bebé numa Posição Lateral, com um apoio atrás das costas (pode ser uma almofada), de forma a assegurar que a língua não lhe obstrui a via aérea. Reavalie a respiração, com frequência, até à chegada do 112.

3.2. Se não respira

Se o bebé não respira (ou em caso de dúvida), inicie o Suporte Básico de Vida (compressões torácicas e ventilações). Se estiver acompanhado, peça a alguém que ligue 112 e traga um DAE (se existir por perto).

4. Compressões torácicas

Execute 5 ciclos de 30 compressões e 2 ventilações.

Para as aplicar corretamente:

  • Posicione o bebé deitado com as costas sobre uma superfície firme e plana;
  • Remova as roupas que lhe cobrem o tórax;
  • Coloque dois dedos de uma mão sobre o esterno, abaixo da linha dos mamilos;
  • Comprima o tórax do bebé em linha reta, fazendo-o descer cerca de 4 centímetros;
  • Repita o processo a um ritmo de, pelo menos, 100 compressões por minuto;
  • Depois de cada compressão, deixe o tórax retornar à sua posição normal;
  • Não interrompa as compressões por mais de dez segundos para fazer as ventilações.

4.1. Ventilações

Para abrir as vias aéreas, coloque a palma de uma mão na testa do bebé e os dedos da outra mão na parte óssea do queixo. Atenção para não lhe inclinar demais a cabeça para trás.

  • Enquanto mantém aberta as vias aéreas do bebé, faça uma inspiração normal;
  • Cubra a boca e nariz do bebé com a sua boca;
  • Faça duas ventilações. Sopre durante cerca de um segundo cada;
  • Verifique se o tórax se eleva a cada ventilação

5. Ligue 112

Depois de realizar cinco ciclos de 30 compressões e 2 ventilações, se ainda se encontrar sozinho, ligue 112 e, se possível, leve o bebé consigo. Mantenha as manobras (30 compressões alternadas com 2 insuflações) até que:

  • Chegue ajuda diferenciada (112);
  • O bebé recomece a respirar normalmente;
  • Se encontre fisicamente exausto.

As compressões são de enorme importância no SBV e executá-las de forma correta é cansativo. Quanto mais cansado estiver, menos eficazes serão as compressões. Se estiver com alguém que saiba fazer SBV, revezem-se a cada dois minutos, de forma a minimizar as pausas nas compressões.

Este artigo segue as recomendações da AHA (2010) e, quando nos referimos a bebé, referimo-nos a uma criança com idade igual ou inferior a 1 ano.

Um artigo CUF em exclusivo para Barrigas de Amor®

Também vos pode interessar:

Este artigo foi útil para si?

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (No Ratings Yet)
Loading...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *