Bebés > Saúde e segurança > Segurança do bebé

Dicas para pais e bebés dormirem com mais segurança

Dicas pais bebés dormirem mais seguranca

Quando se tem um bebé pequeno uma das primeiras perguntas que família, amigos e conhecidos fazem, é: “Então as noites? Tem-se portado bem? Chora muito?” Quase em tom de desespero respondemos: ”Mais ou menos!”. O Vou Nascer, dá-nos algumas dicas sobre como agir a este respeito.

Claramente que lhes escapou o óbvio, as olheiras até às asas do nariz, o cabelo em revolução, a maquilhagem esborratada e a roupa com uma mancha de bolsado.

É importante que durante a gravidez se preparem fisica e psicologicamente para estes momentos, pois lidar com o bebé nem sempre é fácil, e a privação de sono dos pais será uma das principais causas de mau-humor, depressão, tristeza, sentimento de culpa e outras frustrações, muitas vezes geradoras de discussões e problemas entre o casal.

O dia do parto é sempre um dia muito intenso emocionalmente, para a mãe também o é fisicamente, e é normal que a primeira noite seja cheia de adrenalina, alguma estranheza e também felicidade pela novidade de serem pais.

Muitas mães dizem que não dormiram na primeira noite pois tinham medo do que pudesse acontecer ao bebé. Existe um pequeno facto que as mães têm alguma dificuldade em aceitar, “Uma mãe não consegue proteger o filho de tudo, não é possível ter controlo do mundo do seu bebé”.

Esta realidade pode ser dura, mas é a verdade e quanto mais cedo a mãe se aperceber disso mais rapidamente vai aproveitar e vivenciar mais plenamento a sua maternidade.

Um dos maiores medos, relacionado com o sono do bebé, que paira nas cabeças dos pais é o risco do Síndrome de Morte Súbita. É verdade que é um risco real e pode acontecer, esta é ainda uma das grandes causas de morte nos bebés até ao primeiro ano de vida, e não existe uma causa diagnosticada que permita aos profissionais fazerem a ligação causa=efeito.

Mas não desespere pois existem dicas simples que diminuem o risco da ocorrência do Síndrome de Morte Súbita, tais como:

  • O bebé deve dormir sempre de barriga para cima, se ele bolsar ele próprio lateraliza a cabeça. Os estudos demonstram que não há aumento do risco de aspiração do vómito por o bebé dormir de barriga para cima; 
  • Não coloque almofada no berço, além do bebé não precisar pode ficar com a cara na almofada e sufocar; 
  • Eleve ligeiramente a cabeceira, com uma cunha, almofada ou um toalhão por baixo do colchão do berço, tem é que dar estabilidade ao colchão, diminuindo assim o risco do bebé bolçar; 
  • Não tenha bonecos e peluches na cabeceira do berço, porque além de acumularem ácaros e pó, podem levar o bebé a sufocar se ficar com a cara presa no meio dos peluches; 
  • Não aqueça demasiado o bebé, é preferível ter uma temperatura estável no quarto e colocar apenas o lençol e um cobertor por cima do bebé; 
  • Faça o berço de modo a que o bebé toque com os pés no fundo do mesmo, para evitar que o bebé se ”afunde” nos lençóis, além disso a dobra não deve ultrapassar a região das axilas; 
  • Não fume no ambiente do bebé, o tabaco é uma das principais causas de infeções respiratórias; 
  • Recomenda-se que não ponha o bebé a dormir na sua cama, pois sem querer pode asfixiá-lo devido ao cansaço.

Se estas pequenas medidas forem tomadas, os pais poderão dormir descansados pois o risco do bebé asfixiar é francamente diminuto… no entanto o bebé pode achar que de vez em quando “a noite ainda é uma criança”, mas isso já é outra história.

 

vounascer.com