Pesadelos e sonambulismo nos bebés

Pesadelos e sonambulismo em bebés

O sonambulismo e os pesadelos em bebés são situações bastante comuns.

Como acontece com os adultos, as crianças também têm pesadelos e os bebés podem sofrer de sonambulismo. Aprendam com o Dr. Armando Fernandes a melhor maneira de agir quando isto acontece ao vosso bebé. 

Pesadelos em crianças

Como ocorre com os adultos, as crianças também têm sonhos assustadores que as fazem acordar amedrontadas. Embora não se saiba a razão, considera-se que os pesadelos surgem na medida em que afloram medos e ocorrem conflitos internos na criança, acontecimentos naturais no processo de desenvolvimento.

Situações da vida real, tais como filmes de terror ou cenas de violência mostradas pela televisão também podem desencadear pesadelos.

Os pesadelos acontecem com frequência na segunda metade da noite (sono REM), quando os sonhos são mais intensos e em idade pré-escolar.

Acordada por pesadelo, a criança assustada precisa de contacto físico, de apoio e de carinho. É possível que seja capaz de relatar o que ocorreu no pesadelo, permitindo aos pais mostrarem ter sido unicamente um sonho.

É aconselhável permanecer junto a criança algum tempo, até que ela se acalme e volte a dormir.No dia seguinte, procure verificar se há alguma coisa a perturbar seu filho. Os pesadelos são mais comuns em crianças que passam por situações de stress.

Quando frequentes, os pesadelos podem ter implicações na qualidade do sono e no desempenho diário pelo que deve procurar ajuda no Pediatra.

Sonambulismo em bebés

Ao contrário do que se imagina, o sonambulismo (caminhar dormindo) é comum. Cerca de 30% de todas as crianças na faixa dos 5 aos 12 anos tem pelo menos um episódio e em 6% delas o sonambulismo é persistente. E Mais comum em meninos do que em meninas é muitas vezes herdado de um dos pais.

O quadro típico ocorre cerca de 2 horas após a criança começar a dormir. Ela acorda e senta-se abruptamente na cama. Olhos bem abertos, olhar vítreo e fixo. Mesmo encarando os pais, não demonstra reconhece-los. Responderá a perguntas com murmúrios. Pode realizar atos mecanicamente, vestir-se, despir-se, abrir ou fechar portas, acender ou apagar luzes e, quando caminha, consegue evitar quase todos os objetos do percurso.

Normalmente o episódio dura de 5 a 15 minutos e pode ocorrer mais de uma vez na mesma noite. Não se consegue despertar o sonâmbulo e ele não lembrará do ocorrido no dia seguinte.

A maioria das crianças com o problema irá superá-lo na adolescência. É importante que os pais assegurem aos filhos que se trata de uma ocorrência normal e mantenham-se vigilantes em relação à segurança. Em lugar de tentar acordar criança, o melhor a fazer é reencaminhá-la para a sua cama.

Em caso de dúvida, ligue para a SAÚDE 24 (808 24 24 00) ou contacte o Pediatra dos seus filhos.

Também vos pode interessar:

Este artigo foi útil para si?

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (Ainda não tem votos)
Loading...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *