O bebé em contacto com a natureza? Sim! - Pumpkin.pt

O bebé em contacto com a natureza? Sim!

bebé em contacto com a natureza

Saiba como é que a natureza pode estimular o desenvolvimento do seu bebé.

Os dias quentes e bonitos convidam a passeios mais demorados, à descoberta da realidade, à aventura que é sair de casa. E nada melhor  do que o contacto com a natureza para começar a criar memórias no seu bebé. Quem é que não se lembra do parque infantil que frequentava, do local que a família escolhia para o piquenique ou da piscina onde todos se juntavam?

Ao entrar em contacto direito com a natureza, o bebé abre as portas para uma nova visão do mundo, mais real e humana, mais própria, mais “natural”. O mundo, muito maior do que a segurança do berço, oferece às abobrinhas desafios e estímulos variados, que vão ajudar a um melhor desenvolvimento psico-motor.

Estímulos sensoriais

Novas texturas, diferentes cheiros, tantas cores! Nada despertará tanto a curiosidade e os sentidos do seu bebé quanto caminhar com os pés descalços na areia da praia pela primeira vez, descobrir que a relva do parque pica os dedos ou ouvir o chilrear dos passarinhos. Imagine-o quando sentir a água fria ou o cheirinho a maresia!

Por isso, todas estas novidades vão deixar o cérebro do bebé alerta e acelerar o desenvolvimento dos cinco sentidos. Todos eles são janelas para o mundo, e quanto mais apurados estiverem, mais perspicaz e capaz de entender o mundo é a criança.

O paladar também; tão bem que sabe a terra… 🙂

Estímulos físicos

bebés-natureza

Brincar no parque não é a mesma coisa do que brincar confortável no chão do quarto. Exige outra destreza, promove um maior movimento e obriga a aperfeiçoar o equilíbrio. Não há nada mais saudável do que correr, e dar as primeiras quedas, na areia molhada da praia, ou aprender a rastejar com a relva a fazer cócegas na barriga.

Aliás, aplica-se a nós e vale para todos, até para eles: quem é que não fica muito mais bem-disposto ao sol? Esse é um benefício físico tão importante quanto os outros – o seu bebé vai ficar radiante e rir às gargalhadas.

Princípios e valores

bebés-natureza

A forma mais óbvia de produzir uma cultura de sustentabilidade é começar a educar as gerações seguintes num sentido de preservar e respeitar a natureza e os animais.

É fundamental incentivar a esta preservação do meio ambiente desde a mais tenra idade. É muito mais fácil que as crianças respeitem a natureza e tomem atitudes conscientes no futuro se tiverem crescido em contacto com ela, aprendendo a respeitá-la e a amá-la.

Criatividade

A criatividade das crianças é infinita, porque elas não se regem ainda pelas regras impostas pelo conhecimento. Quando um bebé atira ao chão a chucha está a observar o movimento descendente e a tentar perceber porquê e como é que este acontece.

As plantas, as flores e até os animais são perfeitos para estimular estas experiências e potenciar a criatividade do seu bebé, que vai certamente encontrar uma utilidade perfeita para aquele galho que apanhou no parque e ao qual não reconhecemos qualquer graça.

Imunidade

Ao estar em contacto com a terra o bebé está também em contacto com anticorpos que vão contribuir para fortalecer o seu sistema imunológico. Não deve obviamente permitir que a abobrinha coma relva ou pedras – acredite, vai tentar! – mas ainda assim, é extremamente vantajoso para a sua saúde que adquira naturalmente estes anticorpos, desenvolvendo assim competências biológicas.

Alimentação saudável

Muitas crianças não têm qualquer noção da origem das frutas, verduras e legumes que consomem e queixam-se do seu sabor. Oferecer esses alimentos às abobrinhas desde sempre é a melhor forma de garantir que a sua alimentação será sempre rica e variada.

Aproveite o verão e os benefícios do contacto com a natureza para fazer do seu bebé uma criança ainda mais feliz! 

Também vos pode interessar:

Este artigo foi útil para si?

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (No Ratings Yet)
Loading...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *