Bebés > Alimentação do bebé > Introdução de alimentos

Os primeiros 0-5 meses de vida

primeiros 0-5 meses vida

A Carolina Fernandes da Bebé Gourmet explica-nos a importância do desenvolvimento do bebé nos primeiros 5 meses de vida.

Como disse no último artigo, as primeiras semanas de vida são críticas para o desenvolvimento do seu bebé.

Não é novidade para ninguém que um dos nutrientes mais essenciais nesta fase será o cálcio. É nesta fase que os ossos crescem e se fortalecem. É essencial manter o aporte de cálcio adequado, seja através do leite materno, ou através das fórmulas para lactentes.

O desenvolvimento cerebral também toma lugar principalmente nestas semanas e, é certo e sabido que, o essencial para o cérebro são os maravilhosos ómegas, os ácidos gordos essenciais. O leite materno será rico nestes ácidos se a alimentação da mãe for uma alimentação consciente disso mesmo.

O ómega 3 tem proveniência nas gorduras de peixe, e o ómega 6 sobretudo nas nozes, sementes e cereais integrais que a mãe ingere.

Muitas mães reclamam de pele seca e queda de cabelo durante a fase da amamentação. É sintoma que esta mãe não tinha uma ingestão suficiente destes ácidos e que as reservas existentes no organismo materno, foram encaminhadas para o leite materno.

Manifesta-se também no recém-nascido através da famosa crosta láctea, caracterizada pelo couro cabeludo seco e pele rachada e seca.

A visão desenvolve-se quase totalmente até aos 3 meses. A vitamina A, chamada também de Retinol, é a vitamina cooperante na visão. É aconselhável a todas as mães que mantenham uma ingestão regular mas variada de todos os vegetais e frutos laranjas, vermelhos e amarelos, pois serão fontes prováveis de Retinol.

Como já deu para perceber, as recomendações alimentares até aos 5 meses de vida são quase sempre para a figura materna. É através do seu leite materno que os nutrientes serão transmitidos ao seu bebé.

Como Nutricionista, aconselho as mães a oferecer ambos os peitos em cada refeição, para assegurar que o seu bebé obtém o teor nutritivo do leite na sua plenitude, uma vez que a maior parte das gorduras essenciais do leite materno humano tende a sair no início de cada mamada.

Amamentar é provavelmente a tarefa mais fácil de uma mãe, e também a mais prática. O leite encontra-se sempre na temperatura ideal, não tem de transportar mil coisas cada vez que vai sair de casa, é inócuo e perfeitamente adequado à fase em que se encontra o seu mais-que-tudo.

É aconselhado que ao aleitamento materno seja exclusivo até as 4-5 meses, altura em que se inicia a diversificação alimentar. No entanto, o ritmo de crescimento de cada criança é diferente e é esse ritmo que vai ditar a hora ideal para se iniciar o desmame. Não há formulas certas nem alturas ideias para se calcular o dia em que o bebé vai comer a primeira papa ou sopa:

– Quando a mama e/ou o biberão já não são suficientes?

– Quando a mãe voltar ao trabalho?

– Quando o sono é inquieto e interrompido?

– Quando há uma grande insatisfação da mãe com o processo de amamentação?

Sim, provavelmente as hipóteses são todas corretas e perfeitamente válidas para que se inicie o desmame.

Use o seu instinto maternal, descodifique o choro do seu bebé mesmo após mamar, descodifique a letargia aparente, repare se ele se tornou inquieto e se lhe parece insatisfeito.

Talvez seja a hora de começar a introduzir os primeiros alimentos.  Sabia que só por volta dos 5-6 meses é que o reflexo de sucção e de mastigação ocorrem em simultâneo? É por isso que não introduzimos alimentos mais precocemente.

Por volta dos 6 meses o seu bebé conseguirá deglutir e de manter a comida na boca ou cuspi-la.

A diversificação alimentar deve iniciar-se sempre numa altura em que existam poucas distrações, para si e para o bebé. Deve ser introduzido um alimento de cada vez com intervalos de 3 a 4 dias para avaliar a sua tolerância.

Utilize sempre uma colher para oferecer os primeiros alimentos, assim garante que ele inicia o processo e aprendizagem simultaneamente. E sobretudo, não desanime se o bebé rejeitar a colher e/ou a papa/sopa. É normal, ele só conhece o gosto do leite. Não desista e persista mais tarde.

A mudança da mama para a fórmula para lactentes, ou destas para os primeiros purés, nem sempre é pacífica.

Esteja atenta a quaisquer erupções cutâneas e irritações, podem ser sinais de sensibilidade, e é absolutamente necessário observar a maneira como evolui.

Os alimentos mais consensuais para as primeiras refeições são a maçã, pêra, banana, cenoura, batata, batata-doce, abóbora, alface, courgete, feijão-verde e o arroz.

De salientar que, todos estes frutos e legumes, devem ser perfeitamente higienizados, cozidos a vapor e reduzidos a puré de textura fina. É de extrema importância garantir que o seu pequenote vai comer papa de qualidade e sobretudo segura. Qualquer pequeno grumo ou grão de arroz mal triturado pode induzir um engasgamento perigoso.

Opte por uma alimentação biológica para primeira nutrição do seu filho. O sistema digestivo e imunitário do seu bebé são altamente vulneráveis, sobrecarregá-los com substâncias químicas tóxicas, pesticidas, fertilizantes e outros venenos pode comprometer a saúde atual e até mesmo futura do seu rebento.

Se não tem tempo ou talento para a cozinha, não se preocupe, a Bebé Gourmet oferece soluções que dão respostas a cada uma das etapas de alimentação do seu filho, reunindo uma vasta gama de refeições frescas, confecionadas com ingredientes biológicos.

 

Carolina Fernandes

Nutricionista e Coordenadora de Produção da Bebé Gourmet

 

Para mais informações visitem o Site www.bebegourmet.pt ou a página de Facebook em www.facebook.com/bebegourmetpt.

 

Saiba mais sobre a introdução de alimentos até aos 12 meses: 


Aos 6 meses

 

Aos 6 meses

  

 

Alimentação dos bebés aos 7 meses

  

Alimentação dos bebés aos 7 meses

  

 

 

Introdução alimentar aos 8 Meses  

Introdução alimentar aos 8 Meses

 

 

9 Meses… E a Aventura Continua

 

 

9 Meses… E a Aventura Continua

 

 

 

10 Meses… Mais um Passo

 

10 Meses… Mais um Passo

 

 

 

 A 1 Mês da Dieta da FamíliaA 1 Mês da Dieta da Família

 

 

 

Bem-vindos a um Novo Mundo…Bem-vindos a um Novo Mundo…