Bebés > Alimentação do bebé > Amamentação

Colostro: o leitinho bom que acolhe e protege o seu bebé

Colostro

Foto: National Association of Pediatric Nurse Practitioners (EUA)

O colostro é o primeiro tipo de leite produzido pela recém-mamã e será este que irá proporcionar um melhor desenvolvimento do seu bebé.

Desde a gravidez ao nascimento do bebé, a vida e o corpo da mulher altera-se completamente. Ainda durante a gestação, os seios aumentam de tamanho para, mais tarde, alojar o leite que irá alimentar o bebé. Esse “mais tarde” chega na altura do nascimento. Assim que o bebé nasce é posto no peito da sua mãe e, nessa altura, começa a aventura da amamentação. O leite materno passa por três fases no primeiro mês de vida do bebé: o colostro, o leite de transição e o leite maduro.

Colostro

A composição e importância do colostro

O colostro é o primeiro leite produzido pelo organismo da mãe e tem os mesmos ingredientes que o leite maduro virá a ter mais tarde. Apenas as quantidades são diferentes, porque como falámos no artigo sobre o leite materno, vai-se adaptando às necessidades do recém-nascido.

Este primeiro leite tem muitos glóbulos brancos e anticorpos, cujo objetivo é proteger o bebé de infeções e doenças assim que sai da segurança do útero da sua mamã.

A composição do colostro é muito importante para o sistema digestivo do seu bebé. Assim que nascem, a sua flora intestinal não está totalmente formada e o colostro vai ajudá-la a desenvolver-se, através da presença de lactose – que leva à produção da lactobacillus bifidus (as bactérias boas do intestino). A produção desta bactéria irá fazer com que o bebé tenho um trânsito digestivo regular, evitando algumas doenças do foro intestinal, como cólicas.

Nos bebés prematuros, o colostro e a produção da lactobacillus bifidus é particularmente importante, uma vez que estes pequeninos seres humanos estão mais pré-dispostos a desenvolver uma doença chamada de enterocolite necrosante – uma inflamação intestinal em que partes do intestino sofrem necrose (morte das células) e que pode obrigar ao internamento numa unidade de neonatologia do hospital e a uma cirurgia para tratar perfurações intestinais ou inflamações da parede abdominal (peritonite).

Além de tudo isto, o colostro é também rico em minerais e vitaminas, com elevadas concentrações das vitaminas A, E e K – maiores até que o leite materno maduro. Também as proteínas presentes no colostro existem em maior quantidade.

Outro efeito importante deste leite materno inicial: atua como laxante, ajudando o bebé a expulsar as suas fezes.

Resumindo:

O colostro é o primeiro leite que dá o que o bebé precisa para se ambientar à vida cá fora e lhe dá todos os nutrientes que precisa para continuar o seu desenvolvimento e começar a crescer.

Dicas:

Se encontrar alguma incorreção contacte-nos por favor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *