Estrias são marcas que a gravidez nos pode trazer, mas realmente nada atrativas e por isso há que prevenir desde o primeiro dia!

As estrias resultam da associação do aumento do peso e do volume corporal, mas também da modificação hormonal que ocorre no organismo. O que significa que a gravidez é um momento por excelência para o seu aparecimento. O abdómen, quadris, coxas e seios são obviamente zonas do corpo com maior propensão para o seu aparecimento. 

Apesar da nossa pele ter algum grau de elasticidade, quando sujeita a uma distensão rápida, as suas fibras de elastina, fibronectina e colagénio podem eventualmente quebrar e, consequentemente, ocorrer a formação de estrias. Especialmente durante os nove meses de gestação, algumas hormonas (cortisol e estrogénios) reduzem a eficiência dos fibroblastos, as células que produzem colagénio, fibronectina e elastina, essenciais para a flexibilidade e resistência da pele. 

Assim surgem as estrias, inicialmente rosadas e ligeiramente inchadas, que acabam por formar sulcos brancos e nacarados na pele. Mas, ufa, não são inevitáveis! 

UMA BOA FORMA DE AS EVITAR

Prevenir cedo e cuidar da pele regularmente: estes são os gestos-chave quando se trata da prevenção das estrias, porque uma vez instaladas, são muito difíceis de eliminar completamente. Então, sem que se torne numa obsessão, limite já os excessos com doces que, desnecessariamente, vão amentando o seu peso. E todos os dias, desde o primeiro mês de gestação, definir como algo não-negociável o tempo que necessita para cuidar da sua pele.

Hidratação e esfoliação: aumentam a elasticidade da pele. Assim, após o banho, é essencial hidratar a pele de todo o corpo, o que irá aumentar imediatamente a tonicidade da sua pele. E, uma vez por semana, use um esfoliante especialmente formulado para peles sensíveis: a penetração dos ingredientes ativos hidratantes será otimizada pela remoção de impurezas da epiderme e ganhará uma pele suave e macia como a de um bebé. 

Massagem e Creme Prevenção Estrias: para evitar o aparecimento de estrias, é necessário também estimular a capacidade regenerativa da pele. Esta estimulação pode ser feita através da utilização de cremes especificamente formulados para utilização durante a gravidez: com ingredientes 100% naturais, estes cuidados vão agir imediatamente sobre a produção das fibras de suporte da pele, para trazer conforto e elasticidade para a sua pele. Esta ação será tanto mais eficaz, quanto maior for o tempo despendido na sua aplicação através de uma massagem com movimentos circulares. 

PROCEDIMENTO A SER SEGUIDO

Após o período de gestação, as estrias podem ter surgido... Tal como acontece com todas as cicatrizes, estas irão tornar-se menos visíveis com o tempo. Mas deverá garantir que fará tudo para que estas desapareçam o mais rápido possível.

Cuidados específicos para a correção das estrias: combinando ativos naturais, vitaminas e oligoelementos, estes cuidados contêm tudo o que é necessário para reduzir quaisquer estrias que se formaram e para as tornar menos visíveis. Deverá aplicar duas vezes por dias, de preferência aplicando a técnica de massagem "Palpação e Rolamento", o resultado será surpreendente.

Ir mais além, se necessário: se as estrias são realmente muito incómodas para si, considere um tratamento mais intensivo: microdermoabrasão (renova as camadas da epiderme) ou o tratamento a laser (reduz cicatrizes). Estes tratamentos apresentam bons resultados, mas raramente removem completamente a estria.

 

Este artigo foi-nos gentilmente cedido pela Mustela