“Atenção Senhores Passageiros, temos um Koala a bordo!”, estas foram as palavras que ecoaram na cabine do voo da TAP no passado dia 30 de Novembro.

A pequena Koala, que chega ao Jardim Zoológico no âmbito do Projecto de Conservação da sua espécie, foi baptizada pelos passageiros que com ela seguiam a bordo.

O Jardim Zoológico recebeu no final de Novembro uma cria de Koala, proveniente do Zoo de Duisburg, na Alemanha. Esta pequena fêmea, nascida no dia 11 de Abril de 2015, entrou no voo ainda sem nome e foi baptizada pelos passageiros que seguiam a bordo.

Os três nomes levados a votação, Goolara (Luar), Jannali (Lua) e Lowanna (Menina), foram seleccionados pelo Jardim Zoológico e obedeceram a uma tradição dos zoos a nível mundial; os novos Koalas devem ser baptizados com nomes aborígenes, de forma a homenagear as raízes da espécie.

No Jardim Zoológico, a Goolara integra agora um grupo de 2 fêmeas e 2 machos e um projecto de reprodução e de educação que procura dar a conhecer esta espécie, bem como as ameaças a que está sujeita no seu habitat natural.

A adaptação foi imediata o que permitiu que a Goolara se juntasse às 2 outras fêmeas na sua instalação em tempo record.

O Koala é um marsupial de pequeno porte que pode atingir os 9 Kg. No entanto, quando nascem, as crias têm pouco mais de 2 cm, mais ou menos do tamanho de um feijão, devido a uma gestação de apenas 35 dias.

Após o parto, e à semelhança dos restantes marsupiais, a cria de Koala desloca-se até à bolsa marsupial onde terminará o seu desenvolvimento.

Como herbívoro especialista que é, o Koala alimenta-se exclusivamente de folhas de eucalipto. O fraco teor calórico desta planta faz com que este seja um animal pouco activo, dormindo por isso cerca de 18 a 20 horas por dia.

No dia 7 de Agosto de 1991, o Jardim Zoológico fez história ao ser o primeiro Zoo Europeu a unir esforços para apoiar o Programa de Conservação de Koalas, integrando igualmente o Programa de Educação e Sensibilização sobre a conservação deste pequeno marsupial.

Hoje, 25 anos depois, o Jardim Zoológico orgulha-se por um quarto de século de ininterrupto apoio a estes projectos.

Visite o Jardim Zoológico e deixe-se sensibilizar para a conservação da vida selvagem.