O Centro de Frutologia Compal e a Quinta Pedagógica dos Olivais juntaram-se para mostrar aos mais pequenos de onde vem a fruta. O primeiro Pomar Pedagógico Interativo de Portugal está pronto para receber as crianças de todo o país.

A cor e os cheiros da fruta ainda na árvore, tão característicos do pomar, são muitas vezes desconhecidos dos mais pequenos. Agora, o campo chegou à cidade, como resultado da parceria entre o Centro de Frutologia Compal e a Quinta Pedagógica dos Olivais. O Pomar da Quinta renasceu e foi inaugurado hoje, com novas atividades pedagógicas e com a particularidade de ser o primeiro Pomar Pedagógico Interativo em Portugal. 

 

Com o objetivo de levar crianças, pais e professores a aproveitar a natureza, o ar livre e a aprender sobre a fruta através de um contacto direto com a sua origem, o Centro de Frutologia Compal uniu-se à Quinta Pedagógica dos Olivais para requalificar o Pomar, prosseguindo a sua missão de valorizar a fruta nacional e divulgar conhecimento sobre fruta. 

 

Agora, as crianças podem conhecer no Pomar 38 variedades de árvores de fruto, desde as tradicionais macieiras, pereiras e figueiras a espécies mais exóticas como o araçazeiro, a anoneira, o sapote branco ou a pitangueira. O programa pedagógico também foi reforçado com novas atividades que explicam a importância da fruta e promovem o seu consumo.

 

Graças às várias atividades pedagógicas e à informação disponível, os mais novos percebem mais sobre a fruta: descobrem o que é um fruticultor, quais os melhores meses para comer a fruta de acordo com a sua época específica e que frutas certificadas são produzidas em Portugal e em que regiões. Todos os conteúdos foram desenvolvidos com o apoio da Associação Portuguesa dos Nutricionistas.

 

E porque estamos no século XXI, nada como aliar o ar livre à tecnologia: ligando o Bluetooth do telemóvel é possível aceder a conteúdos interativos que podem ser descarregados para que a ligação ao pomar continue em casa ou na escola.

 

O contacto direto com o cheiro, a cor e as texturas do pomar promove a aprendizagem, enquanto as atividades pedagógicas cimentam o conhecimento de forma divertida. Ao longo do ano, as escolas que visitarem o Pomar receberão um Mapa das Frutas de Portugal para a sua sala de aula – uma forma de nunca se esquecerem do que aprenderem no local e de recordarem o que de melhor temos no nosso país: a fruta.

 

A inauguração do Pomar Pedagógico Interativo, que antecipou o Dia Mundial da Alimentação, contou com a participação de mais de 150 alunos de escolas do 1º ciclo de todo o país, que juntos celebraram e homenagearam a fruta portuguesa. Os citrinos do Algarve, a Maçã Bravo de Esmolfe, a Maçã da Beira Alta, a Maçã Riscadinha de Palmela e a Pera Rocha do Oeste foram apresentadas pelas crianças de cada região: Faro, Armamar, Palmela, Cadaval. O momento contou ainda com a participação de uma escola de Lisboa, que apresentou uma canção sobre as frutas nacionais.